F-Droid

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
F-Droid
Logótipo
Captura de tela
Desenvolvedor Ciaran Gultnieks.[1]
Modelo do desenvolvimento Software livre
Lançamento 29 de outubro de 2010 (11 anos)[2]
Versão estável 1.13.1 (6 de agosto de 2021; 2 meses atrás)[3]
Escrito em Java (cliente), Jekyll (site), Python (ferramentas de servidor)
Sistema operacional Android (cliente), Linux, macOS, Windows 10, FreeBSD (servidor)
Gênero(s) Loja de software aberta
Licença GNU Affero General Public License, versão 3.0 ou posterior.[1]
Estado do desenvolvimento Corrente
Página oficial f-droid.org
Repositório gitlab.com/fdroid/

F-Droid é um loja de software para Android, tem uma função similar à da Google Play. O repositório principal, hospedado pelo projeto, contém apenas aplicativos gratuitos e de código aberto.[1] Os aplicativos podem ser navegados, baixados e instalados a partir do site ou do F-Droid sem a necessidade de registro. As "anti-features" tais como publicidade, rastreamento de usuários ou dependência de software não livre são sinalizados nas descrições dos aplicativos.[4]

O site também oferece o código fonte dos aplicativos que hospeda e também o software que executa o servidor do F-Droid, permitindo que qualquer pessoa possa configurar seu próprio repositório de aplicativos.[5][6][7]

História[editar | editar código-fonte]

O F-Droid foi fundado por Ciaran Gultnieks em 2010. O cliente foi forkeado a partir do código fonte do Aptoide.[1][8] O projeto agora é administrado pela empresa inglesa sem fins lucrativos F-Droid Limited.[1]

Replicant, uma ROM Android com software totalmente livre, usa o F-Droid como sua loja de aplicativos padrão e recomendada.[9][10] O The Guardian Project, um conjunto de aplicativos Android gratuitos e seguros, começou a rodar seu próprio repositório F-Droid no início de 2012.[11] Em 2012, a Free Software Foundation Europe apresentou o F-Droid em sua campanha Free Your Android! para aumentar a conscientização sobre os riscos de privacidade e segurança do software proprietário.[12][13] O F-Droid foi escolhido como parte da iniciativa GNU a Day do Projeto GNU durante seu 30º aniversário para incentivar o uso de software livre.[14]

Em março de 2016 o F-Droid fez uma parceria com o The Guardian Project e CopperheadOS com o objetivo de criar "uma solução que pode ser comprovadamente confiável desde o sistema operacional, através da rede e serviços de rede, até as próprias lojas de aplicativos e aplicativos".[15]

Em 16 de julho de 2019, o projeto publicou uma "Declaração Pública sobre a Neutralidade do Software Livre". Esta declaração foi emitida para abordar a falha do projeto em prevenir "opressão ou assédio ... em seus canais de comunicação, incluindo seu fórum", a controvérsia em torno do site de midia social alt-tech "Gab, e para explicar como o Fediverse Tusky bloqueou o acesso a este site, enquanto o Fedilab permitiu que seus usuários escolhessem, era consistente com seus princípios.[16][17][18][19] Foram consideradas ações contra várias aplicativos, incluindo o Librem One da Purism, para excluí-las por permitir o acesso a sites como o Gab ou o spinster.xyz.[20][21][22]

Alcance do projeto[editar | editar código-fonte]

O site do F-Droid lista os aplicativos hospedados, mais de 3.800; o Google Play Store lista cerca de 3 milhões de aplicativos. O projeto incorpora vários subprojetos de software:

  • Cliente para pesquisa, download, verificação e atualização de aplicativos do android a partir de um repositório F-Droid.
  • fdroidserver - ferramenta para gerenciar os repositórios existentes e criar novos.
  • Gerador de sites baseado em Jekyll para um repositório.

O F-Droid constrói aplicativos a partir do código fonte disponível publicamente e livremente licenciado. O projeto diz que é executado inteiramente por voluntários e não tem processo formal de revisão de aplicativos[23], mas alguns contribuintes foram pagos por seu trabalho.[24][25][26] Novos aplicativos, que devem ser livres de software proprietário, são colocados pelos usuários ou pelos próprios desenvolvedores.[27]

Cliente[editar | editar código-fonte]

O F-Droid não está disponível no Google Play. Para instalar o F-Droid, o usuário tem que permitir a instalação a partir de "Fontes desconhecidas" nas configurações do Android[28] e instalar o .apk do F-Droid a partir do site oficial.

O cliente foi projetado para ser resistente contra a vigilância, censura e conexões de Internet não confiáveis. Para promover o anonimato, ele suporta proxies HTTP e repositórios hospedados nos serviços do Tor. Os dispositivos do cliente podem funcionar como "lojas de aplicativos" improvisadas, distribuindo aplicativos baixados para outros dispositivos através do Wi-Fi local, Bluetooth e Android Beam.[29][30] O F-Droid oferece automaticamente atualizações para aplicativos instalados quando a extensão "F-Droid Privileged" é instalada, as atualizações também podem ser instaladas pelo próprio aplicativo em segundo plano.[31] Entretanto, as atualizações automáticas não são ativadas por padrão.[32] A extensão requer que o dispositivo tenha acesso root, ou que seja capaz de "flashear" um zip.[33]

Gerenciamento de chaves[editar | editar código-fonte]

O Android verifica se as atualizações são assinadas com a mesma chave, impedindo que outros distribuam atualizações que são assinadas por uma chave diferente.[34][35]

Originalmente, o Google Play exigia que os aplicativos fossem assinados pelo desenvolvedor do aplicativo, enquanto o F-Droid permitia apenas suas próprias chaves de assinatura. Assim, aplicativos instalados anteriormente de outra fonte têm que ser reinstalados para receber atualizações.[36]

Em setembro de 2017 o Google começou a oferecer aos desenvolvedores um serviço de chave de assinatura gerenciado pelo Google Play[37], oferecendo um serviço similar ao que o F-Droid oferecia desde 2011, e o F-Droid agora permite que os desenvolvedores usem suas próprias chaves através da reprodução de builds.[38]

Referências

  1. a b c d e «Sobre | F-Droid - Free and Open Source Android App Repository». f-droid.org. Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 20 de janeiro de 2021 
  2. «F-Droid Is Here | F-Droid - Free and Open Source Android App Repository». f-droid.org. Consultado em 30 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 9 de julho de 2017 
  3. «1.13.1 · Tags · F-Droid / Client». GitLab (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2021 
  4. CiaraG (5 de novembro de 2013). «Client 0.54 released». F-droid.org (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2021. Arquivado do original em 26 de abril de 2015 
  5. «Documentação | F-Droid - Free and Open Source Android App Repository». f-droid.org. Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 6 de novembro de 2013 
  6. Nardi, Tom (3 de dezembro de 2013). «F-Droid: The Android Market That Respects Your Rights» [F-Droid: o Android Market que respeita seus direitos]. The Powerbase. Consultado em 31 de outubro de 2021. Arquivado do original em 3 de dezembro de 2013 
  7. Hildenbrand, Jerry (16 de junho de 2018). «F-Droid is the FOSS application store for your Android phone | Android Central». Android Central. Consultado em 31 de outubro de 2021. Arquivado do original em 16 de junho de 2018 
  8. «F-Droid initial source code». F-Droid. 10 de dezembro de 2014. Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2014 
  9. «FDroid: a free software alternative to Google Market | Replicant» [FDroid: uma alternativa de software livre ao Google Market | Replicante]. blog.replicant.us (em inglês). 26 de novembro de 2010. Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 17 de janeiro de 2015 
  10. Kocialkowski, Paul (5 de fevereiro de 2012). «DeprecatedFDroid - Replicant». redmine.replicant.us. Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 9 de março de 2018 
  11. n8fr8 (15 de março de 2012). «Our new F-Droid App Repository (out of date!) – Guardian Project» [Nosso novo repositório de aplicativos F-Droid (desatualizado!) - Projeto Guardian]. The Guardian Project. Consultado em 31 de outubro de 2021. Arquivado do original em 23 de março de 2017 
  12. «FSFE launches "Free Your Android!" campaign - The H Open: News and Features» [A FSFE lança campanha "Liberte seu Android!" - The H Open: notícias e recursos]. www.h-online.com (em inglês). 28 de fevereiro de 2012. Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 23 de julho de 2014 
  13. «Liberate Your Device - Free Your Android! - FSFE» [Liberte o seu dispositivo - Liberte o seu Android!]. FSFE (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 15 de agosto de 2014 
  14. «GNU-a-Day». Projeto GNU (em inglês). 2013. Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 28 de julho de 2014. Dia 9: Tem um telefone Android? Instale o F-Droid, um repositório com centenas de aplicativos de software gratuitos. 
  15. n8fr8 (28 de março de 2016). «Copperhead, Guardian Project and F-Droid Partner to Build Open, Verifiably Secure Mobile Ecosystem» [Copperhead, Guardian Project e F-Droid fazem parceria para construir um ecossistema móvel aberto e com segurança verificável]. Guardian Project (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 20 de abril de 2016 
  16. «Public Statement on Neutrality of Free Software» [Declaração Pública sobre Neutralidade do Software Livre]. f-droid.org (em inglês). 16 de julho de 2019. Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 10 de janeiro de 2021 
  17. Robertson, Adi (12 de julho de 2019). «How the biggest decentralized social network is dealing with its Nazi problem». The Verge (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2021 
  18. Hanna (11 de julho de 2019). «TWIF 64: We are back!» [TWIF 64: Estamos de volta!]. f-droid.org (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 14 de fevereiro de 2021 
  19. Etler, Alicia (8 de agosto de 2019). «Fedilab (fr.gouv.etalab.mastodon) and FreeTusky (com.thechiefmeat.freetusky) explicitly promote violence» [Fedilab (fr.gouv.etalab.mastodon) e FreeTusky (com.thechiefmeat.freetusky) promovem explicitamente a violência]. GitLab (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 6 de agosto de 2020 
  20. Demmelbauer, Andreas (3 de dezembro de 2019). «Remove spinster app». GitLab (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 28 de janeiro de 2021 
  21. Dexter, Ayden (4 de agosto de 2019). «Depackage Clover (org.floens.chan), Overchan, Overchan (fork), Ouroboros». GitLab (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 11 de janeiro de 2021 
  22. Davis, Christopher (7 de agosto de 2019). «Consider Depackaging Librem One Apps» [Considere descompactar os aplicativos Librem One]. GitLab (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 25 de janeiro de 2021 
  23. «Contribua | F-Droid - Free and Open Source Android App Repository». f-droid.org. Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 1 de março de 2021 
  24. Steiner, Hans-Christoph (29 de setembro de 2021). «F-Droid · Expenses - Open Collective» [F-Droid · Despesas - Coletivo Aberto]. opencollective.com. Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 23 de setembro de 2020 
  25. Izzy (5 de janeiro de 2021). «Payout request» [Solicitação de pagamento]. GitLab (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 1 de março de 2021 
  26. Marcus (4 de outubro de 2020). «Mozilla Speed Dating grant payout and further work» [Pagamento da concessão do Mozilla Speed Dating e trabalho futuro]. GitLab (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 31 de outubro de 2021 
  27. «Inclusion Policy | F-Droid - Free and Open Source Android App Repository». f-droid.org (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 25 de março de 2015 
  28. «Alternativas de distribuição | Google Play». Android Developers. 5 de maio de 2021. Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 24 de março de 2018 
  29. CiaranG (14 de outubro de 2014). «Client 0.76 Released». F-Droid. Consultado em 31 de outubro de 2021. Arquivado do original em 2 de fevereiro de 2017 
  30. Brandom, Russell (10 de junho de 2014). «Your survival guide for an internet blackout» [Seu guia de sobrevivência para um apagão de internet]. The Verge (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 8 de agosto de 2014 
  31. «Extensão privilegiada F-Droid». f-droid.org. Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 19 de junho de 2018 
  32. Nast, Condé (14 de janeiro de 2021). «How to move all your WhatsApp groups and get started on Signal» [Como mover todos os seus grupos WhatsApp e começar no Signal]. Wired UK (em inglês). ISSN 1357-0978. Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 14 de janeiro de 2021 
  33. «F-Droid Privileged Extension OTA | F-Droid - Free and Open Source Android App Repository» [Extensão Privilegiada OTA F-Droid]. f-droid.org (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 19 de junho de 2018 
  34. countrygeek (9 de fevereiro de 2013). «Request: Google Play signed download alternative» [Solicitação: alternativa de download assinado do Google Play]. GitHub (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 10 de janeiro de 2018 
  35. «Assinar o app | Desenvolvedores Android». Android Developers. 11 de agosto de 2021. Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 15 de abril de 2016 
  36. «Release Channels and Signing Keys | F-Droid - Free and Open Source Android App Repository» [Canais de liberação e chaves de assinatura]. f-droid.org (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 2 de abril de 2015 
  37. Glick, Kobi (6 de setembro de 2017). «Enroll for app signing in the Google Play Console & secure your app using Google's robust security infrastructure» [Inscreva-se para assinatura de aplicativo no Google Play Console e proteja seu aplicativo usando a infraestrutura de segurança robusta do Google]. Android Developers Blog (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 10 de julho de 2018 
  38. «Reproducible Builds» [Construções reproduzíveis]. f-droid.org (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 11 de julho de 2018 

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]