FFL Aconit (K-58)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
FFL Aconit (K-58)
Desenho da Aconit (1942).
Carreira   Bandeira da marinha que serviu
Data de encomenda 25de março de 1940
Estaleiro Ailsa Shipbuilding Company, Troon, Escócia
Lançamento 31 de março de 1941
Comissionamento 19 de julho de 1941
Descomissionamento desmontado em 1967
Período de serviço 1941 - 1947 (como navio de guerra)
Características gerais
Tipo de navio corveta, baleeiro
Classe Flower
Deslocamento 950 t
Comprimento 62,7 m
Boca 10,9 m
Calado 2,7 m
Propulsão 2 750 shp
Velocidade 16 nós (máxima)
Autonomia 3 450 Milha náutica / 12 nós

FFL Aconit (K-58) foi uma das nove corvetas da Classe Flower cedidas pela Marinha Real Britânica as forças navais da França Livre. Nomeada inicialmente com HMS Aconite (K 58), foi rebatizada como FFL Aconit (K 58) pelas Les Forces Navales Françaises Libres.

Segunda Guerra Mundial[editar | editar código-fonte]

Durante a Segunda Guerra Mundial, esteve 728 dias no mar e escoltou 116 comboios. Teve uma relevante atuação na Batalha do Atlântico. Em março de 1943, afundou o submarino da Alemanha U-444 com cargas de profundidade e tiros de artilharia, participou do afundamento do submarino U-432 na mesma data. O navios esteve ativo até 5 junho de 1945 dia do encerramento das operações navais da guerra na Europa.[1]

O navio de guerra foi condecorado pelos seus relevantes serviços com a Croix de la Libération e Croix de Guerre do Governo da França, e foi citado pelo Almirantado do Reino Unido [2] .

Pós guerra[editar | editar código-fonte]

O Aconit foi utilizado por um breve período com escola naval da Marinha da França, antes de ser devolvido para a Marinha Real Britânica em 30 de abril de 1947 e renomeado como HMS Aconite.

Em julho de 1947 o navio foi vendido para a empresa inglesa United Whalers e passou por reformas e adaptações no estaleiro Harland & Wolff em Belfast. Com o nome de Terje 11 foi utilizado como barco fábrica e depois como baleeiro na caça as baleias. Em agosto de 1960, a companhia escocesa de caça as baleias Christian Salvesen adquiriu o navio que passou a ser chamado de Southern Terrier. Em sua última temporada no mar em 1963 trabalhou fretado para a companhia de pesca norueguesa A/S Kosmos.[3]

Descomissionado em 1964 o navio foi desmontado em Bruges na Bélgica, onde chegou em janeiro de 1967 .

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Colledge, JJ & Warlow, Ben: Ships of the Royal Navy - The Complete Record of all Fighting Ships of the Royal Navy from the 15th Century to the Present, s. 3. Newbury, UK: Casemate, 2010. ISBN 978-1-935149-07-1.
  • Gardiner Robert (ed.): Conway's All the World's Fighting Ships 1922-1946. Lontoo, Englanti: Conway Maritime Press, 1987. ISBN 0-85177-146-7.
  • Preston, Antony & Raven, Alan: Flower Class Corvettes. Lontoo, UK: Arms and Armour Press, 1982. ISBN 0-85368-559-2.

Referências

  1. Aconit (em inglês) convoyweb.org. Visitado em 2 de julho de 2012.
  2. Ordre de la Liberation. La corvette Aconit (1941-1947) (em francês). Visitado em 3 de janeiro de 2011.
  3. Southern Terrier (em norueguês) Sandefjord Rundt. Visitado em 26 de fevereiro de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre FFL Aconit (K-58)