Fabrício dos Santos Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Fabrício
Fabrício
Fabrício em campo pelo Internacional
Informações pessoais
Nome completo Fabrício dos Santos Silva
Data de nasc. 11 de janeiro de 1987 (31 anos)
Local de nasc. São Paulo (SP), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,85 m
Canhoto
Informações profissionais
Clube atual Vasco da Gama
Número 6
Posição Lateral esquerdo
Clubes de juventude
2005
2005–2006
2006–2007
2007
Portuguesa Sub-20
São Paulo Sub-20
Corinthians Sub-20
Ituano Sub-20
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2007–2009
2007
2008
2008
2009
2009–2011
2011
2012–2015
2015
2016–
2016
2017
2018–
Corinthians B
Ituano (emp.)
Rio Branco (emp.)
Santo André (emp.)
Monte Azul
Portuguesa
Internacional (emp.)
Internacional
Cruzeiro (emp.)
Cruzeiro
Palmeiras (emp.)
Atlético-PR (emp.)
Vasco da Gama (emp.)
0002 0000(0)
000 0000
000 0000
000 0000
000 0000
0084 0000(9)
0019 0000(1)
0156 000(15)
0029 0000(1)
0022 0000(0)
0006 0000(0)
0021 0000(1)
0021 0000(2)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 03 de novembro de 2018.

Fabrício dos Santos Silva, ou simplesmente Fabrício (São Paulo, 11 de janeiro de 1987), é um futebolista brasileiro que atua como lateral esquerdo. Atualmente joga pelo Vasco da Gama.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Fabrício iniciou a sua carreira atuando no meio-campo. Como profissional, rodou por clubes paulistas como Corinthians B, Ituano, Rio Branco e Santo André, até que em 2009, com 22 anos, foi o principal destaque do Monte Azul na conquista da Série A-2 do Campeonato Paulista. As boas atuações, e os quinze gols marcados, chamaram a atenção da Portuguesa, que o contratou em junho do mesmo ano.[1]

Portuguesa[editar | editar código-fonte]

2009[editar | editar código-fonte]

Fez sua estreia, entrando como suplente em uma derrota por 5–2 para a Ponte Preta no Moisés Lucarelli, válida pela Série B.[2] Logo no seu quarto jogo, novamente entrando como suplente, marcou o seu primeiro gol pelo clube paulista, sendo esse o segundo da vitória por 2–1 sobre o Bragantino no Nabi Abi Chedid, válido novamente pela Série B.[3] Nos primeiros jogos pela Lusa, o jogador entrava frequentemente como suplente no meio-campo, até que o treinador Vagner Benazzi percebeu que a soma da técnica e potência poderia fazer dele um bom lateral-esquerdo, e o jogador passou a ser aproveitado nessa posição como titular na reta final da competição. A equipe terminou a competição na 5ª colocação há três pontos do acesso.

2010[editar | editar código-fonte]

Em 2010, o jogador permaneceu sendo titular absoluto, atuando como lateral-esquerdo e também como meia quando necessário, sendo o destaque da equipe que novamente bateu na trave na luta pelo acesso, ficando novamente na 5ª colocação, dessa vez há apenas um ponto do acesso.[4] Ao longo do ano, Fabrício marcou seis gols. O primeiro deles, na vitória por 2–0 sobre o Sertãozinho na Arena Barueri, válida pelo Paulistão[5]; o segundo deles, na vitória por 2–1 sobre o Oeste no Estádio dos Amaros, novamente válida pelo estadual[6]; o terceiro, na goleada por 7–0 sobre o Atlético Roraima no Ribeirão, válida pela Copa do Brasil[7]; o quarto e o quinto gol, deram a vitória à Lusa por 3–1 sobre o América-RN no Machadão, válida pela Série B[8]; e o sexto gol, foi o primeiro do jogador no Canindé, abrindo o placar da vitória por 2–0 sobre o ASA, também válida pela Série B.[9]

2011[editar | editar código-fonte]

Em 2011, o jogador permaneceu como destaque na Portuguesa, e deixou a sua marca duas vezes no Paulistão, e assim como todos os gols anteriores de Fabrício no clube paulista, esses foram sinônimos de vitória. A primeira delas por 3–1 sobre o Linense no Gilbertão[10], e a segunda delas por 4–1 sobre o Botafogo-SP no Santão.[11] Seu destaque na Portuguesa despertou o interesses de clubes da Série A, entre eles o Internacional.

Internacional[editar | editar código-fonte]

2011[editar | editar código-fonte]

Em abril de 2011, o jogador foi cedido por empréstimo ao clube gaúcho até o final do ano, com opção de compra ao final do contrato.[12] Estreou somente no mês seguinte, em um empate com o Santos por 1–1 na Vila Belmiro, válido pelo Brasileirão.[13] Seu primeiro gol pelo Inter, deu a vitória à equipe gaúcha sobre o Atlético Mineiro por 2–1 no Beira-Rio, válida novamente pelo Brasileirão.[14] Apesar de ser reserva do ídolo colorado Kleber, o jogador teve boas atuações no certame nacional, sendo um total de dezoito partidas, a maioria delas saindo do banco de reservas.[15] Sendo assim, o Colorado exerceu o direito de compra em definitivo do jogador junto a Portuguesa.[16]

2012[editar | editar código-fonte]

No início de 2012, o lateral foi campeão gaúcho disputando a maioria das partidas como titular, já que Kleber era frequentemente poupado em razão dos jogos da Copa Libertadores. Na campanha do título estadual, Fabrício inclusive marcou três gols, o primeiro deles na derrota de virada diante do Avenida por 3–2 no Eucaliptos[17]; o segundo deles no jogo seguinte, quando dessa vez o Colorado saiu de campo com a vitória por 3–1 sobre o Veranópolis no Beira-Rio[18]; e o terceiro deles o mais importante: na final da Taça Farroupilha disputada no Beira-Rio, aos 33 minutos do segundo tempo, Fabrício marcou o gol que deu a vitória por 2–1 ao Inter no Grenal.[19]

Devido as lesões de Kleber, o jogador foi titular na maior parte do Brasileirão, tendo disputado um total de vinte e oito partidas, e marcado um gol no empate em 3–3 diante do Flamengo no Engenhão.[20]

2013[editar | editar código-fonte]

Em 2013, Fabrício assumiu a titularidade de vez, sendo novamente campeão gaúcho, e tendo disputado um total de 53 partidas ao longo da temporada, porém o jogador acumulou um grande número de cartões, sendo dezesseis no total (treze amarelos e três vermelhos), e marcou apenas um gol ao longo da temporada, acumulando então mais expulsões do que gols. O gol solitário, deu o empate por 3–3 ao Colorado, aos 45 minutos da segunda etapa, diante do Botafogo no Maracanã, válido pelo Brasileirão[21]; justamente após voltar de suspensão de uma expulsão no clássico Grenal, que terminou com empate em 1–1 na Arena do Grêmio, também válido pelo certame nacional.[22]

2014[editar | editar código-fonte]

No ano de 2014, ao contrario de todo o ano anterior, Fabrício iniciou a temporada com números ofensivos impressionantes. Marcou quatro gols nos três primeiros jogos que ele disputou no ano. O primeiro deles na goleada por 4–1 sobre o Cruzeiro-RS no Estádio do Vale, válida pelo Campeonato Gaúcho[23]; o segundo deles novamente em um Grenal, abrindo o placar que terminou com igualdade em 1–1 na Arena do Grêmio, também válida pelo Estadual[24]; e no histórico dia 15 de fevereiro, Fabrício marcou o primeiro gol do Beira-Rio após a grande reforma para a Copa do Mundo FIFA de 2014, em uma goleada por 4–0 sobre o Caxias, também válida pelo Gauchão. O lateral ainda marcou o quarto gol da festa colorada.[25] Ao final do Estadual, sua equipe levantou a taça novamente,.[26]

Na primeira fase da Copa do Brasil, o lateral abriu o placar da goleada por 6–1 sobre o Remo no Mangueirão.[27] E na segunda fase, marcou novamente, em uma goleada por 4–1 sobre o Cuiabá no Beira-Rio.[28]

No Brasileirão, o lateral esteve em campo em trinta e quatro das trinta e oito rodadas disputadas, e marcou três gols. O primeiro deles novamente diante do Flamengo, em uma goleada por 4–0 no Beira-Rio.[29] Expulso no empate em 1–1 diante do São Paulo no Morumbi, válido pela 35ª rodada, por ofensas ao árbitro Heber Roberto Lopes, o lateral teve a sua pena convertida em multa e pode disputar a partida seguinte[30], quando marcou aos 49 minutos da etapa final, o gol da vitória por 2–1 sobre o Atlético Mineiro no Beira-Rio.[31] Seu terceiro gol no certame, foi marcado na rodada seguinte, quando o Inter venceu o Palmeiras por 3–1, novamente no Beira-Rio.[32] Nesta partida, Fabrício foi expulso novamente, desta vez por revidar uma agressão de Bruno César, iniciando uma confusão generalizada em campo.[33] Após a partida, Fabrício ainda tentou invadir o vestiário palmeirense, fato que foi relatado pelo árbitro e resultou em uma pena de dois jogos de suspensão para o lateral.[34]

Ao final do ano, o jogador marcou um total de 9 gols, sendo esse um recorde desde que chegou ao Inter.

2015[editar | editar código-fonte]

Marcou o seu primeiro gol no ano de 2015, em uma vitória por 3–0 sobre o Aimoré no Beira-Rio, válida pelo Gauchão.[35] O jogador se sentia incomodado com as constantes vaias da torcida colorada com o seu desempenho, e em entrevista coletiva no dia seguinte ao jogo, declarou:[36]

"Desde que cheguei ao Inter sou criticado e xingado por todos. Procuro fazer minha parte. Todos os treinadores sempre me colocaram. Vou procurar fazer o que eles pedem. Se eu errar 10, 15 bolas, sei quando eu erro. Mas errar um passe, parece que errei 200."

Esta situação chegou ao seu ápice em 1 de abril, na partida contra Ypiranga, válida pelo Estadual, que terminou com vitória colorada por 1–0.[37] Fabrício tinha a bola dominada quando, aos dezoito minutos do segundo tempo, sob vaias, se dirigiu a própria torcida com gestos obscenos, sendo expulso em seguida pelo árbitro. Descontrolado, tirou a camisa e a jogou no gramado.[38] O jogador foi suspenso pelo clube, e cinco dias depois, o presidente do clube, Vitório Piffero, anunciou que não havia mais condições de Fabrício atuar pelo Inter, e o liberou para negociar sua transferência.[39]

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Foi emprestado ao Cruzeiro até 31 de julho de 2016.[40] Em sua apresentação no novo clube, pediu desculpas ao presidente, ex-companheiros de elenco, comissão técnica, e aos torcedores (exclusivamente das torcidas organizadas) do seu ex clube.[41] Estreou em 12 de abril, na semifinal do Campeonato Mineiro contra o Atlético-MG na Arena Independência; o jogo terminou empatado em 1–1.[42] A partir de então, o lateral já foi titular absoluto do time mineiro.[43] Marcou seu primeiro gol pela Raposa no empate em 2–2 com o Atlético Paranaense na Arena da Baixada, válido pelo Brasileirão.[44]

Em janeiro de 2016, Fabrício foi contratado em definitivo pelo Cruzeiro, em troca, a Raposa cedeu o jogador Marquinhos ao Colorado.[45] Porém, no mês de abril, o jogador foi emprestado ao Palmeiras até dezembro de 2017, juntamente com o lateral-direito Fabiano.[46]

Palmeiras[editar | editar código-fonte]

O Palmeiras também cedeu dois jogadores ao Cruzeiro, o lateral-direito Lucas e o meia Robinho.[47] Fez sua estreia entrando aos 37 minutos da etapa final, na vitória do clube paulista por 4–3 sobre o Grêmio no Pacaembu, válida pelo Brasileirão.[48]

Retorno ao Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Em 2017, a pedido do treinador Mano Menezes, o Palmeiras devolveu o jogador a Raposa (em negócio que envolveu Wilian Bigode). Muito devido à versatilidade do jogador (que além da lateral esquerda atua também no meio campo, seja como volante ou como meia-esquerda), o treinador gostaria de contar com ele.[49] Porém, assim como no Palmeiras, o jogador foi pouco aproveitado em seu retorno ao clube mineiro, devido a melhor fase de Diogo Barbosa.[50]

Atlético-PR[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2017, o jogador foi emprestado ao Atlético Paranaense.[51] Estreou pelo clube da capital paranaense na goleada por 5–0 sobre o Avaí na Arena da Baixada, válida pela 18ª rodada do Brasileirão.[52] A partir de então, foi titular absoluto na lateral atleticana, ficando de fora de apenas um jogo da competição, em razão de uma suspensão. Disputou ainda a segunda partida das oitavas de final da Libertadores, diante do Santos na Vila Belmiro, porém sua equipe saiu de campo eliminada após derrota por 4–2 no agregado.[53] Marcou seu primeiro gol pelo Furacão, na vitória por 3–1 sobre o Vasco na Arena da Baixada, válida pelo certame nacional.[54]

Vasco da Gama[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2018, foi contratado junto ao clube carioca por empréstimo até o final do ano.[55] Estreou pelo clube carioca, na vitória por 3–1 sobre o Volta Redonda em São Januário, válida pelo Campeonato Carioca.[56] Em julho de 2018, devido a suas más atuações pelo Vasco e sem ser relacionado desde junho, Fabrício foi afastado e está fora dos planos para o restante da temporada, e não será inscrito para a Sul-Americana.[57]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 26 de outubro de 2018.

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Portuguesa 2009 17 1 17 1
2010 31 3 5 1 17 2 53 6
2011 2 0 12 2 14 2
Total 48 4 7 1 29 4 84 9
Internacional 2011 18 1 1 0 19 1
2012 28 1 3 0 11 3 42 4
2013 29 1 6 0 18 0 53 1
2014 34 3 5 2 1 0 10 4 50 9
2015 4 0 7 1 11 1
Total 109 6 11 2 9 0 46 8 175 16
Cruzeiro 2015 25 1 2 0 2 0 29 1
2016 1 0 11 0 12 0
Total 25 1 3 0 13 0 41 1
Palmeiras 2016 6 0 6 0
Total 6 0 6 0
Cruzeiro 2017 1 0 1 0 8 0 10 0
Total 1 0 1 0 8 0 10 0
Atlético Paranaense 2017 20 1 1 0 21 1
Total 20 1 1 0 21 1
Vasco da Gama 2018 9 1 3 0 8 1 20 2
Total 9 1 3 0 8 1 20 2
Total 217 13 22 3 14 0 104 13 357 29

Títulos[editar | editar código-fonte]

Monte Azul
Internacional
Palmeiras
Cruzeiro

Referências

  1. «GloboEsporte.com > Futebol > Portuguesa - NOTÍCIAS - Portuguesa contrata meia Fabrício». globoesporte.globo.com. Consultado em 26 de janeiro de 2018. 
  2. «Ponte Preta 5-2 Portuguesa :: Campeonato Brasileiro Série B 2009 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 26 de janeiro de 2018. 
  3. «Bragantino 1-2 Portuguesa :: Campeonato Brasileiro Série B 2009 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 26 de janeiro de 2018. 
  4. «Milton Neto | Blog do Torcedor do Náutico». globoesporte.globo.com. Consultado em 26 de janeiro de 2018. 
  5. «Portuguesa 2-0 Sertãozinho :: Campeonato Paulista 2010 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 26 de janeiro de 2018. 
  6. «Oeste 1-2 Portuguesa :: Campeonato Paulista 2010 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 26 de janeiro de 2018. 
  7. «Atlético Roraima 0-7 Portuguesa :: Copa do Brasil 2010 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 26 de janeiro de 2018. 
  8. «América-RN 1-3 Portuguesa :: Campeonato Brasileiro Série B 2010 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 26 de janeiro de 2018. 
  9. «Portuguesa 2-0 ASA :: Campeonato Brasileiro Série B 2010 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 26 de janeiro de 2018. 
  10. «Linense 1-3 Portuguesa :: Campeonato Paulista 2011 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 26 de janeiro de 2018. 
  11. «Botafogo-SP 1-4 Portuguesa :: Campeonato Paulista 2011 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 26 de janeiro de 2018. 
  12. «Inter apresenta lateral Fabrício». Sítio oficial SC Internacional. 15 de abril de 2011. Consultado em 16 de abril de 2011. 
  13. «Santos 1-1 Internacional :: Campeonato Brasileiro 2011 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 26 de janeiro de 2018. 
  14. «Internacional 2-1 Atlético Mineiro :: Campeonato Brasileiro 2011 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 26 de janeiro de 2018. 
  15. «Fabrício :: Fabrício dos Santos Silva :: Vasco». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 26 de janeiro de 2018. 
  16. Alegre, Gabriel Cardoso, iG Porto (7 de dezembro de 2011). «Internacional confirma compra do lateral-esquerdo Fabrício - Futebol - iG». Esporte 
  17. «Avenida 3-2 Internacional :: Campeonato Gaúcho 2012 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  18. «Internacional 3-1 Veranópolis :: Campeonato Gaúcho 2012 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  19. «Inter vence o Grêmio por 2 a 1, conquista a Taça Farroupilha e garante vaga na final». ClicRBS. 29 de abril de 2012 
  20. «Flamengo 3-3 Internacional :: Campeonato Brasileiro 2012 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  21. «Botafogo 3-3 Internacional :: Campeonato Brasileiro 2013 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  22. «Grêmio 1-1 Internacional :: Campeonato Brasileiro 2013 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  23. «Internacional 4-1 Cruzeiro-RS :: Campeonato Gaúcho 2014 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  24. «Grêmio 1-1 Internacional :: Campeonato Gaúcho 2014 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  25. «Fabrício comemora gol histórico em reinauguração do Beira-Rio». Terra. 15 de fevereiro de 2014 
  26. «Massacre na Serra: Inter impõe 4 a 1 no Grêmio e é tetracampeão gaúcho». globoesporte.com 
  27. «Remo 1-6 Internacional :: Copa do Brasil 2014 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  28. «Internacional 4-1 Cuiabá :: Copa do Brasil 2014 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  29. «Internacional 4-0 Flamengo :: Campeonato Brasileiro 2014 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  30. «Lateral xingou o árbitro Héber Roberto Lopes de "filho da p..., ladrão e safado" durante o empate em 1 a 1 com o São Paulo». iG. 28 de novembro de 2014 
  31. «Internacional 2-1 Atlético Mineiro :: Campeonato Brasileiro 2014 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  32. «Internacional 3-1 Palmeiras :: Campeonato Brasileiro 2014 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  33. «Briga encerra jogo entre Inter e Verdão; Lúcio discute com repórter». Lancenet!. 29 de novembro de 2014 
  34. «STJD pune jogadores de Inter e Palmeiras por briga no Brasileirão». Agência Estado. 10 de dezembro de 2014 
  35. «Internacional 3-0 Aimoré :: Campeonato Gaúcho 2015 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  36. «Lateral do Inter se diz 'perseguido', mas evita pensar em vaias». BOL. 13 de março de 2015 
  37. «Internacional 1-0 Ypiranga-RS :: Campeonato Gaúcho 2015 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  38. «Vaiado, Fabrício faz gesto obsceno, é expulso e diz que "vai embora" do Inter». Globo Esporte. 2 de abril de 2015 
  39. «Inter oficializa afastamento e libera Fabrício para negociar com outro clube». Globo Esporte. 6 de abril de 2015 
  40. «Cruzeiro contrata por empréstimo o lateral-esquerdo Fabrício». Sítio oficial Cruzeiro Esporte Clube. 8 de abril de 2015 
  41. «Apresentado no Cruzeiro, Fabrício pede desculpas à instituição Inter». Globo Esporte. 9 de abril de 2015 
  42. «Lance geniais definem empate entre Atlético e Cruzeiro em clássico recheado de cartões». Superesportes. 12 de abril de 2015 
  43. «Fabrício :: Fabrício dos Santos Silva :: Vasco». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  44. «Atlético Paranaense 2-2 Cruzeiro :: Campeonato Brasileiro 2015 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  45. «Cruzeiro e Inter fecham troca em definitivo de Marquinhos e Fabrício - Futebol - UOL Esporte». UOL Esporte 
  46. [http://www.cruzeiro.org/noticia.php?id=49110 «Cruzeiro.Org© - Cruzeiro cede Fabiano e Fabr�cio e recebe Robinho e Lucas do Palmeiras»]. www.cruzeiro.org. Consultado em 27 de janeiro de 2018.  replacement character character in |titulo= at position 45 (ajuda)
  47. «Palmeiras cede Robinho e Lucas ao Cruzeiro e recebe Fabrício e Fabiano». globoesporte.com. Consultado em 27 de abril de 2016. 
  48. «Palmeiras 4-3 Grêmio :: Campeonato Brasileiro 2016 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  49. «Palmeiras acerta com Cruzeiro e traz Willian e Fabiano». Terra 
  50. «Fabrício :: Fabrício dos Santos Silva :: Vasco». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  51. «Fabrício não joga mais pelo Cruzeiro este ano; lateral acerta com o Atlético-PR». GloboEsporte.com. 1 de agosto de 2017. Consultado em 1 de agosto de 2017. 
  52. «Atlético Paranaense 5-0 Avaí :: Campeonato Brasileiro 2017 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  53. «Santos 1-0 Atlético Paranaense :: Copa Libertadores 2017 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  54. «Atlético Paranaense 3-1 Vasco :: Campeonato Brasileiro 2017 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  55. «Vasco acerta empréstimo de lateral Fabrício». Esporte.Uol.com.br. 15 de Janeiro de 2018. Consultado em 15 de Janeiro de 2018. 
  56. «Vasco x Volta Redonda - Campeonato Carioca 2017-2018 - globoesporte.com». globoesporte.com. Consultado em 4 de fevereiro de 2018. 
  57. Fabricio não será inscrito na Sul-Americana e fica perto de deixar o Vasco

Ligações externas[editar | editar código-fonte]