Faculdade Metropolitana Londrinense

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Fevereiro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

A UMP - União Metropolitana de Ensino Paranaense é a mantenedora da Faculdade Metropolitana LondrinenseFML, atual Faculdade Pitágoras, cujo início das atividades ocorreu em outubro de 1999.[1]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Londrina, com sua tradição de cidade universitária, tem que continuar buscando a excelência na educação. É neste contexto que a Faculdade Metropolitana Londrinense manifesta sua intenção de ser uma porta para o futuro, reforçando a vocação universitária de Londrina e instalando cursos voltados para os setores emergentes da sociedade: a Tecnologia, o Direito, a Administração e a Comunicação.

Nos meses de fevereiro e março de 2001 foram autorizados pelo Conselho Nacional de EducaçãoCNE os primeiros cursos de graduação da Metropolitana. As habilitações em Marketing e em Gestão de Negócios Internacionais pertencentes ao curso de Administração, foram autorizadas pela Portaria MEC 423, com conceito B pela comissão de especialistas do Ministério da Educação; o curso de Sistemas de Informação foi autorizado pela Portaria MEC 144, com conceito B; e o curso de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Portaria MEC 198, com conceito A.

Em abril e maio do mesmo ano, foram autorizados outros dois cursos, o de Engenharia Elétrica (Telecomunicações) através da Portaria MEC 690, recebendo conceito C e o curso de Direito autorizado pela Portaria MEC 916, com conceito B.

Em 5 de agosto de 2002, a Faculdade passou a ter uma nova Direção, tomando posse a Professora Eda C.B. Machado de Souza, na qualidade de diretora geral, além de ser também a nova participante da entidade mantenedora. Na oportunidade, foi assinado um convênio de cooperação técnica e acadêmica entre a Metropolitana e o Centro de Educação Superior de Brasília - CESB que permitirá trazer a Londrina a experiência, as inovações e as metodologias de ensino adotadas, com pleno sucesso, em Brasília.

Motivado pela grande aceitação desses cursos, implantados dentro de uma concepção pedagógica inovadora, a Metropolitana está submetendo ao MEC, no início do 2º semestre de 2003, os pedidos de autorização dos cursos/habilitações: Pedagogia, Normal Superior, Turismo, Psicologia e as habilitações de Engenharia de Computação, Publicidade e Propaganda e Gestão de Pessoas e das Organizações, para serem iniciados em 2004.

Concepção[editar | editar código-fonte]

Metropolitana, objetiva ser referência no Estado do Paraná, assumindo o compromisso institucional de promover o desenvolvimento educacional da região através da oferta de ensino superior nas diferentes áreas do conhecimento, integrado à pesquisa, à extensão. A partir desse compromisso, a Instituição define sua política de trabalho em consonância com as necessidades e expectativas gerais da sociedade local e em interface permanente com o mercado de trabalho global e o Sistema Educacional.

A instituição também parte da necessidade de que, enquanto agência promotora de ensino superior, deve ser possuidora de uma política de graduação rigorosa, sólida e articulada organicamente a um projeto de sociedade e de educação. Ainda está comprometida como centro de pesquisa e criação do saber.

Para concretizar sua política de formação tem como filosofia à promoção de ensino de qualidade através da criação e desenvolvimento de atividades acadêmicas que considere os conhecimentos, as habilidades e as atitudes essenciais a formação humana e profissional.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. A alteração de nome foi oficializada por meio da Portaria da Secretaria de Educação Superior n. 1.563, de 22 de outubro de 2009, Processo SIDOC 23000.012982/2009, publicada no DOU de n. 216 de 12 de novembro de 2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.