Fairbanks

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 Nota: Para outros significados, veja Fairbanks (desambiguação).
Fairbanks
Localidade dos Estados Unidos Estados Unidos

Centro de Fairbanks a partir do Rio Chena
Fairbanks está localizado em: Alasca
Fairbanks
Localização de Fairbanks no Alasca
Fairbanks está localizado em: Estados Unidos
Fairbanks
Localização de Fairbanks nos Estados Unidos
Dados gerais
Fundado em século XIX
Incorporado em 10 de novembro de 1903 (120 anos)
Localização
64° 52' 16" N 147° 42' 59" O
Borough Fairbanks North Star
Estado  Alasca
Tipo de localidade Cidade
Características geográficas
Área 84,25 km²
- terra 82,08 km²
- água 2,15 km²
População (2010[1]) 31 535 hab. (384,21 hab/km²)
Altitude 136 m
Códigos
Código postal 99701,99709,99712[2]
código FIPS 02-24230
Sítio web http://www.ci.fairbanks.ak.us

Portal Portal Estados Unidos

Fairbanks (play /ˈfɛərbæŋks/) é uma cidade localizada no estado americano do Alasca, no Distrito de Fairbanks North Star.

É a maior cidade do interior do estado e a segunda maior de todo o Alasca, atrás apenas de Anchorage. Também é a principal cidade da Área Metropolitana Estatística de Fairbanks, Alasca, que abrange todo o condado de Fairbanks North Star e é a área metropolitana estatística mais setentrional dos Estados Unidos.

Segundo o censo nacional de 2010,[1] a população da cidade é de 31 535 habitantes e a sua área metropolitana possui 9 970 habitantes. A cidade possui 13 056 residências, que resulta em uma densidade de 159,07 residências/km².

É sede da Universidade do Alasca - Fairbanks, a mais antiga do estado.

História[editar | editar código-fonte]

O capitão E. T. Barnette fundou Fairbanks em agosto de 1901, enquanto tentava criar um ponto comercial em Tanacross (onde o rio Tanana atravessava a trilha Valdez-Eagle). O barco em que Benette e os jovens Lavelle estavam encalhou 11 km após o rio Chena, e a fumaça do motor atraiu alguns garimpeiros. Eles encontraram o capitão onde ele desembarcou. Os garimpeiros convenceram Benette a estabelecer seu ponto comercial lá. A cidade recebeu seu nome em homenagem a Charles W. Fairbanks, um senador republicado de Indiana e, mais tarde, o 26º vice-presidente dos Estados Unidos, que trabalhou no segundo mandato de Theodore Roosevelt.

O Vale do Tanana é um importante centro agrícola do Alasca e, durante os primeiros dias de Fairbanks, a cidade foi uma grande produtora de produtos agrícolas na região. Apesar dos eforços feitos pela Liga dos fiéis do Alaska, da Associação da Agricultura do Vale do Tanana e de William Fentress Thompson, editor e responsável pelo jornal Fairbanks Daily News-Miner, para encorajar a produção de alimentos na cidade, a área nunca foi capaz de suprir completamente a população, embora tenha chegado perto na década de 1920.

Em 14 de agosto de 1967, após uma precipitação recorde sem precedentes, o rio Chena começou a subir ao longo de sua margem, inundando quase a cidade inteira da noite para o dia. Os resultados deste desastre levaram inevitavelmente a criação do Projeto de Controle de Inundações dos Rios e Lagos Chena (Chena River Lakes Flood Control Project em inglês), que construiu e opera a barragem Moser Creek, que possui 13 km de extensão e 15 metros de altura, designada para prevenir a repetição do desastre da enchence de 1967, desviando a água do rio Chena e depositando-a no rio Tanana, contornando a cidade.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Segundo o Censo de 2000, havia 30 244 habitantes, 11 075 residências e 7 187 famílias vivendo na cidade. A densidade populacional era de 366 habitantes por km². Havia 1 357 unidades habitacionais com uma densidade média de 150 por km². A composição étnica da cidade era 66,67% brancos, 13,10% negros ou afro-americanos, 9,91% nativos americanos, 2,72% asiáticos, 0,54% pessoas das ilhas do Pacífico, 2,45% de outras origens e 6,57% de duas ou mais origens raciais. 6,13% da população era latina ou hispânica de qualquer origem.

Entre as 11 075 residências, 39,9% tinham crianças com menos de 18 anos, 47,2% era composta por um casal vivendo juntos, 12,6% tinham uma mulher como chefe de família sem um marido presente e 35,1% eram não-famílias. 27,4% de todas as residências eram habitadas por pessoas que viviam sozinhas e 6% eram compostas por uma pessoa de 65 anos ou mais que vivia sozinha. O tamanho médio das casas era 2.56 e o tamanho médio das famílias era 3.15.

A idade média da população era de 28 anos, com 29,4% das pessoas com 18 anos ou menos, 14,7% entre 18 e 24 anos, 32,8% entre 25 e 44, 16,4% entre 45 e 64, e 6,6% de pessoas com 65 anos ou mais. Para cada 100 mulheres havia 105,3 homens. Para cada 100 mulheres acima de 18 anos havia 108,2 homens.

Crescimento populacional
Censo Pop.
19103 541
19201 155−67,4%
19302 10181,9%
19403 45564,4%
19505 77167,0%
196013 311130,7%
197014 71110,5%
198022 64553,9%
199030 84336,2%
200030 224−2,0%
201031 5354,3%
Fonte: US Census[1][3]

O rendimento médio de uma residência na cidade era de US$ 40 577 por ano, e o rendimento médio por família era de US$ 46 785 anuais. Homens recebiam em média US$ 30 539 anualmente e mulheres recebiam US$ 26 577 por ano. O rendimento per capita em Fairbanks era de US$ 19 814. Cerca de 7,4% das famílias e 10,5% da população estava abaixo da linha de pobreza, incluindo 11,6% daqueles com menos de 18 anos e 7% das pessoas com 65 anos ou mais.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Fairbanks
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Fairbanks
Wikivoyage
Wikivoyage
O Wikivoyage possui o guia Fairbanks