Falafel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Falafel

Falafel é um salgadinho originário do Oriente médio. Consiste em bolinhos fritos de grão-de-bico ou fava moídos, normalmente misturados com condimentos como alho, cebolinha, salsa, coentro e cominho.[1] Muitas vezes, são consumidos em pão pita, com homus (pasta de grão-de-bico), tahine (pasta de gergelim) e salada (tomate, pepino, cebola e alface).Hoje, o falafel é consumido em todo o mundo.

Popularidade[editar | editar código-fonte]

O falafel tornou-se popular entre os vegetarianos e vegans como uma alternativa à carne de alimentos de rua. Embora tradicionalmente considerado como "hambúrguer vegetariano", o seu uso tem-se expandido à medida que mais e mais pessoas têm adotado uma dieta rica em proteína.

Nos Estados Unidos, a versatilidade do falafel permitiu a reformulação de receitas para bolo, espaguete e almôndegas, em pratos vegetarianos.

O falafel é a fritura preferida de Israel e vários outros países do Oriente Médio. Acompanha pratos, vai dentro de sanduíches e também é servido em porções.[2] Para os veganos e vegetarianos, é um substituto comum para a carne.

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Falafel

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre culinária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.