FamilySearch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde fevereiro de 2013). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
FamilySearch
Idioma(s) inglês, chinês, francês, alemão, italiano, japonês, coreano, português, russo, espanhol
Lançamento 24 de maio de 1999
Proprietário The Church of Jesus Christ of Latter-day Saints
Página oficial FamilySearch.org

FamilySearch (antiga Sociedade Genealógica de Utah) é uma organização de pesquisa genealógica mantida pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e é a maior organização voltada para esse tipo de pesquisa no mundo[1].

O FamilySearch mantém uma coleção de registros, recursos e serviços gratuitos destinados a ajudar as pessoas a aprenderem mais sobre a história de sua própria família. A organização coleta, preserva e disponibiliza registros genealógicos do mundo inteiro. Todos os serviços prestados pela organização em seu site são gratuitos e disponíveis para o uso do público em geral. O FamilySearch presta ainda serviço a mais de 4 800 centros de história da família em 134 países, incluindo a Biblioteca de História da Família em Salt Lake City, Estados Unidos.

A manutenção desse tipo de pesquisa está de acordo com as crenças[2] dos membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (também conhecidos como mórmons) de que as famílias e os relacionamentos familiares foram instituídos por Deus e devem continuar depois desta vida.[3]

Atualmente o site contém bilhões de nomes de mais de 110 países e territórios e inclui o Censo dos Estados Unidos de 1880, o Censo Canadense de 1881, o Censo Britânico de 1881, o banco de dados de Ellis Island e os Registros do Freedman's Bank. A Igreja atualmente trabalha em um grande projeto de digitalização de microfilmes e outros registros que acrescentarão bilhões de nomes à coleção nos próximos anos, através da ajuda de voluntários que fazem o trabalho de indexação dos registros digitalizados.[4]

Referências

Ligação externa[editar | editar código-fonte]