Farm Security Administration

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde janeiro de 2013)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde janeiro de 2013).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

A F.S.A. (Farm Security Administration) foi um organismo criado em 1937 nos Estados Unidos da América durante a Grande Depressão. Da F.S.A. fizeram parte fotógrafos e fotojornalistas como Walker Evans, Dorothea Lange, Arthur Rothstein e Russell Lee. O objectivo deste organismo era solucionar a crise agrícola vivida no país na época.

Em Abril de 1935 nasceu o Resettlement Administration (R.A.), um organismo que surgiu de um conjunto de medidas integradas no New Deal, encarregado de estudar e procurar soluções para os problemas que afectavam as populações rurais.1

Na época, o Presidente Roosevelt coordenava todas as ajudas realizadas nos vários departamentos governamentais como, por exemplo, o Agricultural Adjustment Administration e o Federal Emergency Relief Administration. O Resettlement Administration orientava os agricultores em dificuldades para locais mais economicamente viáveis e com trabalho industrial.2

Em 1937, a R.A passa a ser chamada Farm Security Administration, contando com uma equipa de doze fotógrafos de renome, entre os quais Walker Evans, Dorothea Lange, Arthur Rothstein e Russell Lee, que recolhem retratos de migrantes nas zonas rurais dos E.U.A., num desejo por parte do governo do país em registar as dificuldades destas populações e de assistir à evolução dos programas de ajuda a agricultores.3

Entre os anos 1935 e 1942, a F.S.A recolheu cerca de 270 mil negativos. Actualmente, encontram-se na Biblioteca do Congresso, em Washington D.C..4

Referências

  1. SOUGEZ, Marie-Loup.. História da Fotografia. Lisboa: Dinalivro, 1996.
  2. MARIEN, Mary Warner.. Photography: A Cultural History. Great Britain: Laurence King Publishing, 2006.
  3. AMAR, Jean-Pierre.. História da Fotografia. Lisboa: Edições 70, 2007.
  4. AMAR, Jean-Pierre.. História da Fotografia. Lisboa: Edições 70, 2007.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

AMAR, Jean-Pierre (2007). História da Fotografia. Lisboa: Edições 70.

MARIEN, Mary Warner (2006). Photography: A Cultural History. Great Britain: Laurence King Publishing. Second Edition.

SOUGEZ, Marie-Loup (1996). História da Fotografia. Lisboa: Dinalivro.