Farol da Ponta do Carapacho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Farol da Ponta do Carapacho
Farol da Ponta do Carapacho, Açores (Portugal): ao fundo, a vigia da baleia da Restinga, um vestígio dos tempos da baleação.
Localização Ponta da Restinga, Carapacho
Coordenadas 39° 1' 8" N 27° 57' 4" O
Inauguração 26 de Maio de 1956
Altitude 191 m

O Farol da Ponta do Carapacho, também denominado como Farol da Ponta da Restinga, localiza-se na Ponta da Restinga, Carapacho, no extremo sueste da ilha Graciosa, nos Açores. Foi inaugurado a 26 de Maio de 1956.

Características[editar | editar código-fonte]

Está implantado a 191 metros acima do nível médio do mar sobre a Ponta da Restinga, o extremo sueste da ilha Graciosa, dentro da Zona Especial de Conservação do Ilhéu de Baixo e Ponta da Restinga (Graciosa).

Com o número nacional 792 e o número internacional D-2670, é constituído por um pequeno edifício encimado por uma torre cilíndrica, de 14 metros de altura, com cúpula vermelha. Tem em anexo uma residência destinada ao faroleiro. As suas características técnicas são: Fl (2) W 10s 191m 15M, ou seja, os seus relâmpagos são brancos, em grupos de dois, e com período de 10 segundos, visíveis até 15 milhas náuticas. Dada a sua grande altitude, é comum ser avistado nas noites claras a partir da ilha Terceira, a mais de 50 milhas de distância.

O projecto é uma variante, reduzida, daquele que foi utilizado no hoje extinto Farol da Ponta dos Rosais, na ilha de São Jorge.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • FURTADO, Eduardo Carvalho Vieira. Guardiães do Mar dos Açores: uma viagem pelas ilhas do Atlântico. s.l.: s.e., 2005. 298p. mapas, fotos. ISBN 972-9060-47-9

Ligações externas[editar | editar código-fonte]