Fase final da Copa Sul-Americana de 2021

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A fase final da Copa Sul-Americana de 2021 será disputada entre 13 de julho e 6 de novembro, compreendendo as disputas de oitavas de final, quartas de final, semifinal e final.

Critérios de desempate[editar | editar código-fonte]

As equipes se enfrentam em jogos eliminatórios de ida e volta, classificando-se a que somar o maior número de pontos. Em caso de igualdade em pontos, a regra do gol marcado como visitante será utilizada para o desempate. Persistindo o empate, a vaga será definida em disputa por pênaltis.[1]

Na final, caso ocorrer igualdade no saldo de gols será disputada uma prorrogação. Se ainda assim não houver definição, haverá disputa por pênaltis.[1]

Esquema[editar | editar código-fonte]

As equipes que estão na parte superior do confronto possuem o mando de campo no primeiro jogo e em negrito as equipes classificadas.

Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
 13 a 22 de julho  10 a 19 de agosto  21 a 30 de setembro  6 de novembro
                                         
 Peru Sporting Cristal 2 1 3  
 Argentina Arsenal de Sarandí 1 1 2  
   Peru Sporting Cristal  
   Uruguai Peñarol  
 Uruguai Nacional 1 1 2
 Uruguai Peñarol (gf) 2 0 2  
   Flag of None.svg  
   Flag of None.svg  
 Equador LDU Quito (gf) 0 2 2  
 Brasil Grêmio 1 1 2  
   Equador LDU Quito
   Brasil Athletico Paranaense  
 Colômbia América de Cali 0 1 1
 Brasil Athletico Paranaense 1 4 5  
   Flag of None.svg
   Flag of None.svg
 Venezuela Deportivo Táchira 2 0 2  
 Argentina Rosário Central 2 1 3  
   Argentina Rosário Central
   Brasil Red Bull Bragantino  
 Equador Independiente del Valle 0 1 1
 Brasil Red Bull Bragantino 2 1 3  
   Flag of None.svg
   Flag of None.svg  
 Brasil Santos 1 1 2  
 Argentina Independiente 0 1 1  
   Brasil Santos
   Paraguai Libertad  
 Colômbia Junior Barranquilla 3 1 4
 Paraguai Libertad (gf) 4 0 4  

Oitavas de final[editar | editar código-fonte]

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
A Nacional Uruguai 2–2 (gf) Uruguai Peñarol 1–2 1–0
B Independiente del Valle Equador 1–3 Brasil Red Bull Bragantino 0–2 1–1
C Santos Brasil 2–1 Argentina Independiente 1–0 1–1
D América de Cali Colômbia 1–5 Brasil Athletico Paranaense 0–1 1–4
E LDU Quito Equador 2–2 (gf) Brasil Grêmio 0–1 2–1
F Junior Barranquilla Colômbia 4–4 (gf) Paraguai Libertad 3–4 0–1
G Deportivo Táchira Venezuela 2–3 Argentina Rosário Central 2–2 0–1
H Sporting Cristal Peru 3–2 Argentina Arsenal de Sarandí 2–1 1–1

Chave A[editar | editar código-fonte]

15 de julho Nacional Uruguai 1 – 2 Uruguai Peñarol Estádio Gran Parque Central, Montevidéu
21:30 (UTC−3)
Bergessio Gol marcado aos 90+5 minutos de jogo 90+5' Relatório Canobbio Gol marcado aos 45+2 minutos de jogo 45+2'
Rodríguez Gol marcado aos 90+2 minutos de jogo 90+2'
Árbitro: ArgentinaARG Néstor Pitana

22 de julho Peñarol Uruguai 0 – 1 Uruguai Nacional Estádio Campeón del Siglo, Montevidéu
21:30 (UTC−3)
Relatório Corujo Gol marcado aos 90+11 minutos de jogo 90+11' Árbitro: BrasilBRA Anderson Daronco

2–2 no placar agregado, Peñarol avançou pela regra do gol fora de casa.

Chave B[editar | editar código-fonte]

14 de julho Independiente del Valle Equador 0 – 2 Brasil Red Bull Bragantino Estádio Banco Guayaquil, Sangolquí
19:30 (UTC–5)
Relatório Fabrício Bruno Gol marcado aos 19 minutos de jogo 19'
Ramires Gol marcado aos 66 minutos de jogo 66'
Árbitro: ChileCHI Roberto Tobar

21 de julho Red Bull Bragantino Brasil 1 – 1 Equador Independiente del Valle Estádio Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista
21:30 (UTC−3)
Cuello Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52' Relatório Guerrero Gol marcado aos 4 minutos de jogo 4' Árbitro: ColômbiaCOL Carlos Betancur

Red Bull Bragantino venceu por 3–1 no placar agregado.

Chave C[editar | editar código-fonte]

15 de julho Santos Brasil 1 – 0 Argentina Independiente Estádio Vila Belmiro, Santos
19:15 (UTC−3)
Kaio Jorge Gol marcado aos 69 minutos de jogo 69' Relatório Árbitro: ColômbiaCOL Wilmar Roldán

22 de julho Independiente Argentina 1 – 1 Brasil Santos Estádio Libertadores de América, Avellaneda
19:15 (UTC−3)
González Gol marcado aos 68 minutos de jogo 68' Relatório Kaio Jorge Gol marcado aos 38 minutos de jogo 38' Árbitro: PeruPER Diego Haro

Santos venceu por 2–1 no placar agregado.

Chave D[editar | editar código-fonte]

13 de julho América de Cali Colômbia 0 – 1 Brasil Athletico Paranaense Estádio Hernán Ramírez Villegas, Pereira
19:30 (UTC−5)
Relatório Nikão Gol marcado aos 73 minutos de jogo 73' (pen) Árbitro: VenezuelaVEN José Argote

20 de julho Athletico Paranaense Brasil 4 – 1 Colômbia América de Cali Arena da Baixada, Curitiba
21:30 (UTC−3)
Vitinho Gol marcado aos 26 minutos de jogo 26', Gol marcado aos 71 minutos de jogo 71'
Nikão Gol marcado aos 79 minutos de jogo 79' (pen)
Fernando Canesin Gol marcado aos 90+7 minutos de jogo 90+7'
Relatório Ramos Gol marcado aos 70 minutos de jogo 70' (pen) Árbitro: ArgentinaARG Darío Herrera

Athletico Paranaense venceu por 5–1 no placar agregado.

Chave E[editar | editar código-fonte]

13 de julho LDU Quito Equador 0 – 1 Brasil Grêmio Estádio Casa Blanca, Quito
17:15 (UTC−5)
Relatório Léo Pereira Gol marcado aos 19 minutos de jogo 19' Árbitro: ChileCHI Christian Garay

20 de julho Grêmio Brasil 1 – 2 Equador LDU Quito Arena do Grêmio, Porto Alegre
19:15 (UTC−3)
Diego Souza Gol marcado aos 23 minutos de jogo 23' Relatório Alcívar Gol marcado aos 44 minutos de jogo 44', Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56' (pen) Árbitro: VenezuelaVEN José Argote

2–2 no placar agregado, LDU Quito avançou pela regra do gol fora de casa.

Chave F[editar | editar código-fonte]

14 de julho Junior Barranquilla Colômbia 3 – 4 Paraguai Libertad Estádio Metropolitano, Barranquilla
19:30 (UTC−5)
Valencia Gol marcado aos 4 minutos de jogo 4'
Piedrahita Gol marcado aos 36 minutos de jogo 36'
Hinestroza Gol marcado aos 39 minutos de jogo 39'
Relatório Villalba Gol marcado aos 12 minutos de jogo 12', Gol marcado aos 14 minutos de jogo 14'
Enciso Gol marcado aos 48 minutos de jogo 48'
H. Martínez Gol marcado aos 70 minutos de jogo 70'
Árbitro: BrasilBRA Wilton Sampaio

21 de julho Libertad Paraguai 0 – 1 Colômbia Junior Barranquilla Estádio Defensores del Chaco, Assunção
20:30 (UTC–4)
Relatório González Gol marcado aos 87 minutos de jogo 87' Árbitro: UruguaiURU Andrés Matonte

4–4 no placar agregado, Libertad avançou pela regra do gol fora de casa.

Chave G[editar | editar código-fonte]

15 de julho Deportivo Táchira Venezuela 2 – 2 Argentina Rosário Central Polideportivo de Pueblo Nuevo, San Cristóbal
20:30 (UTC-4)
Granados Gol marcado aos 59 minutos de jogo 59'
Angarita Gol marcado aos 90+4 minutos de jogo 90+4'
Relatório Ferreyra Gol marcado aos 26 minutos de jogo 26'
Marinelli Gol marcado aos 90 minutos de jogo 90'
Árbitro: BrasilBRA Flávio Souza

22 de julho Rosário Central Argentina 1 – 0 Venezuela Deportivo Táchira Estádio Gigante de Arroyito, Rosário
21:30 (UTC−3)
Vecchio Gol marcado aos 42 minutos de jogo 42' Relatório Árbitro: UruguaiURU Daniel Fedorczuk

Rosário Central venceu por 3–2 no placar agregado.

Chave H[editar | editar código-fonte]

14 de julho Sporting Cristal Peru 2 – 1 Argentina Arsenal de Sarandí Estádio Nacional, Lima
17:15 (UTC−5)
Hohberg Gol marcado aos 90 minutos de jogo 90' (pen), Gol marcado aos 90+8 minutos de jogo 90+8' Relatório Mazzola Gol marcado aos 70 minutos de jogo 70' Árbitro: EquadorECU Guillermo Guerrero

21 de julho Arsenal de Sarandí Argentina 1 – 1 Peru Sporting Cristal Estádio Julio Humberto Grondona, Sarandí
19:15 (UTC−3)
Albertengo Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52' Relatório Gonzáles Gol marcado aos 85 minutos de jogo 85' Árbitro: BrasilBRA Raphael Claus

Sporting Cristal venceu por 3–2 no placar agregado.

Quartas de final[editar | editar código-fonte]

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
S1 Sporting Cristal Peru Uruguai Peñarol
S2 Rosário Central Argentina Brasil Red Bull Bragantino
S3 Santos Brasil Paraguai Libertad
S4 LDU Quito Equador Brasil Athletico Paranaense

Chave S1[editar | editar código-fonte]

11 de agosto Sporting Cristal Peru Uruguai Peñarol Estádio Nacional, Lima
17:15 (UTC−5)

18 de agosto Peñarol Uruguai Peru Sporting Cristal Estádio Campeón del Siglo, Montevidéu
19:15 (UTC−3)

Chave S2[editar | editar código-fonte]

10 de agosto Rosário Central Argentina Brasil Red Bull Bragantino Estádio Gigante de Arroyito, Rosário
19:15 (UTC−3)

17 de agosto Red Bull Bragantino Brasil Argentina Rosário Central Estádio Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista
19:15 (UTC−3)

Chave S3[editar | editar código-fonte]

12 de agosto Santos Brasil Paraguai Libertad Estádio Vila Belmiro, Santos
21:30 (UTC−3)

19 de agosto Libertad Paraguai Brasil Santos Estádio Defensores del Chaco, Assunção
20:30 (UTC−4)

Chave S4[editar | editar código-fonte]

12 de agosto LDU Quito Equador Brasil Athletico Paranaense Estádio Casa Blanca, Quito
17:15 (UTC−5)

19 de agosto Athletico Paranaense Brasil Equador LDU Quito Arena da Baixada, Curitiba
19:15 (UTC−3)

Semifinais[editar | editar código-fonte]

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
F1 Vencedor S4 Flag of None.svg Flag of None.svg Vencedor S1
F2 Vencedor S3 Flag of None.svg Flag of None.svg Vencedor S2

Chave F1[editar | editar código-fonte]

Vencedor S4 Flag of None.svg Flag of None.svg Vencedor S1


Vencedor S1 Flag of None.svg Flag of None.svg Vencedor S4

Chave F2[editar | editar código-fonte]

Vencedor S3 Flag of None.svg Flag of None.svg Vencedor S2


Vencedor S2 Flag of None.svg Flag of None.svg Vencedor S3

Final[editar | editar código-fonte]

O campeão terá o direito de participar da Copa Libertadores da América de 2022, além de disputar a Recopa Sul-Americana e a Levain Cup do ano seguinte.[1]

6 de novembro de 2021 Vencedor F2 Flag of None.svg Flag of None.svg Vencedor F1 Estádio Centenario, Montevidéu

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Manual de Clubes / Reglamento Sudamericana» (em espanhol). CONMEBOL. Consultado em 13 de julho de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]