Fatou Diome

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Fatou Diome
Nascimento 1968 (53 anos)
Residência Estrasburgo
Cidadania Senegal, França
Alma mater Universidade de Estrasburgo, Universidade Cheikh Anta Diop
Ocupação escritora
Empregador Universidade de Estrasburgo

Fatou Diome (Niodior, 1968) é uma escritora senegalesa.[1]

Nascida numa ilha no Delta do Saloum, no sudoeste do Senegal, foi criada por sua avó. Contrariando as tradições locais, conseguiu ir à escola, inicialmente às escondidas, e aprender o idioma francês. Deixou Niodior aos 13 anos de idade, trabalhando para pagar seus estudos em cidades maiores. Foi para a universidade em Dacar, com os planos de se tornar professora.

Casada com um francês, mudou-se com ele para a França. Lá, enfrentou a rejeição da família do marido e acabou se separando ao fim de dois anos. Em 1994, retomou os estudos de letras, desta vez na Universidade de Estrasburgo. Escreveu uma tese sobre a obra de Sembène Ousmane. Lecionou na Universidade de Estrasburgo e no Instituto Superior de Pedagogia de Karlsruhe, na Alemanha.[2]

Publicou em 2001 o seu primeiro livro, a coletânea de novelas La Préférence nationale.[3]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • La Préférence nationale, novelas, Présence Africaine, 2001
  • Le Ventre de l'Atlantique, romance, Anne Carrière, 2003
  • Les Loups de l’Atlantique, novelas, Nouvelles Voix d’Afrique, 2002
  • Kétala, romance, Flammarion, 2006
  • Inassouvies, nos vies, romance, Flammarion
  • Le vieil homme sur la barque, Naïve, 2010
  • Celles qui attendent, romance, Flammarion, 2010
  • Mauve, Flammarion, 2010
  • Impossible de grandir, romance, Flammarion, 2013

Referências

  1. Fatou Diome. Femmes écrivains et les littératures africaines (em francês)
  2. Diome. Parcours Littéraires Francophones (em francês)
  3. Interview de Fatou Diome, auteur de "Le Ventre de l'atlantique". Grioo, 25 de novembro de 2003 (em francês