Fava

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Grãos de Vicia faba cozidos

Fava ( não confundir com feijão-fava) é a denominação de um ou mais espécies de plantas da família das Fabaceae[1], em especial da espécie Vicia faba[2]. Ao contrário do feijão a fava tem como característica encontrar-se a sua radícula numa das pontas espalmadas e não ao centro.

As favas são originárias do Próximo-Oriente segundo os primeiros restos arqueológicos datados de seis a sete mil anos A.C.. A sua utilização como alimento foi entretanto disseminada pela região mediterrânica, tendo o Império Romano tido um papel importante no aumento do seu consumo. A expansão marítima dos Reinos Ibéricos terão feito chegar a fava à América. No presente o seu consumo é global.

Características[editar | editar código-fonte]

A vagem da fava é rasa, alongada e ligeiramente curvada, medindo em média sete centímetros de comprimento. No interior das vagens residem entre duas a quatro sementes rasas com forma de rim a que habitualmente nos referimos como favas. As sementes são geralmente de cor verde apesar de algumas variedades incluírem cores como branco, vermelho, roxo, castanho ou preto. As favas têm um sabor amidoso, semelhante ao da batata e uma textura granulada, mas ligeiramente amanteigada.


189 GRS / 217.12 CALORIAS
NUTRIENTES QUANT. DDR (%) DENSIDADE DO NUTRIENTE CLASS.
MOLIBDÉNIO 141.00 mcg 188.0 15.7 excelente
TRIPTOFANOS 0.17 g 53.1 4.4 muito bom
FIBRAS 13.16 g 52.6 4.4 muito bom
MANGANÉSIO 0.97 mg 48.5 4.0 muito bom
FOLATOS 156.23 mcg 39.1 3.3 bom
PROTEÍNAS 14.66 g 29.3 2.4 bom
POTÁSSIO 955.04 mg 27.3 2.3 bom
FERRO 4.49 mg 24.9 2.1 bom
COBRE 0.44 mg 22.0 1.8 bom
FÓSFORO 208.68 mg 20.9 1.7 bom
MAGNÉSIO 80.84 mg 20.2 1.7 bom
VITAMINA B1 (TIAMINA) 0.30 mg 20.0 1.7 bom

Referências

  1. Cândido de Figueiredo (2014). Novo dicionário da língua portuguesa. N.M.A. Mango. p. 6897.
  2. Julio Seabra Inglez Souza (1995). Enciclopédia agrícola brasileira: E-H. EdUSP. p. 201. ISBN 978-85-314-0584-6.