Fazenda Vila Brandina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2015). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde julho de 2014).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.

(Engenho-Fazenda Mato Dentro de Baixo). Em Campinas, em terras destacadas do Engenho do Mato Dentro, fundado em 1806, pelo tenente-coronel Joaquim Aranha Barreto de Camargo, depois sendo proprietária sua filha a viscondessa de Campinas, Maria Luzia de Sousa Aranha, e, pela titular doadas à filha Maria Brandina, casada em 1836 com Álvaro Xavier de Camargo e Silva, que fundou a fazenda naquele mesmo ano.

Em 1885 a fazenda pertencia à viúva Maria Brandina de Sousa Aranha, com 230 mil pés de café em terra massapé, dispondo de máquina de benefício a água e terreiros atijolados.

Em 1900, falecida Maria Brandina, pertencia a Cândido Álvaro & Irmão (Antônio Álvaro de Sousa Camargo), com produção de 9 mil arrobas de café.

Em 1914, pertencia a Antônio Álvaro, sob a razão de Antônio Álvaro & Bueno, ficando depois só na propriedade do primeiro, que, falecido, deixando para os filhos a fazenda, ela se tornou de um adquirente das partes dos demais, Lafayette Álvaro de Sousa Camargo, prefeito de Campinas, casado com sua prima, Odila Egídio de Sousa Santos[1].

O casal Lafayette e Odila, sem descendência e proprietário de três fazendas, transformou-a em fazenda de criar gado puro holandês, e de produzir leite o qual era distribuído gratuitamente às crianças carentes, dando ao imóvel o nome de Vila Brandina.

Na partilha dos bens o casal destinou a fazenda Santa Luzia aos herdeiros dele; a fazenda Santa Odila, aos herdeiros dela; e a fazenda Vila Brandina à "Fundação Odila e Lafayette Álvaro", para que ela continuasse na distribuição de leite às crianças necessitadas.

Em terras da antiga fazenda vila Brandina, no bairro do mesmo nome, Vila Brandina, o primeiro shopping center de Campinas, o Shopping Iguatemi.

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. Pró-Memória Campinas-SP, em 25 de março de 2007

Fonte[editar | editar código-fonte]

  • PUPO, Celso Maria de Mello – Campinas, Município do Império, Imprensa Oficial do Estado S.A., São Paulo, pg.184.