Fed Cup

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Fed Cup
Fed Cup 2013 Germany vs Serbia - team presentation 01 (cropped).jpg
Detalhes
Local vários
Organização Federação Internacional de Tênis (ITF)
Direção Katrina Adams (2018–19)[1]
Categoria Disputa por equipes
Piso vários
Premiação US$ 18.000.000 (2020)[2]
Participantes Equipes de cada país com até quatro jogadoras convocadas, sendo:
8 equipes (Grupo Mundial)
8 equipes (Grupo Mundial II)
Número variável de equipes em grupos regionais (zonais), com até três divisões cada
Página oficial fedcup.com
Tennisball current event.svg Edição atual
Atualizado em: 16 de março de 2020

Fed Cup é a principal competição de equipe no tênis feminino lançado em 1963 para comemorar o 50º aniversário da Federação Internacional de Tênis (ITF). A competição era conhecida como Federation Cup até 1994.

O equivalente dos homens à Fed Cup é a Copa Davis.

História[editar | editar código-fonte]

A ideia para o evento pode ser traçada em 1919, quando Hazel Hotchkiss Wightman surgiu com o conceito para a competição de mulheres em equipe. Quando esta foi rejeitada, ela por sua vez apresentou um troféu em 1923 para um concurso anual entre os Estados Unidos e a Grã-Bretanha, que eram naquele tempo as mais fortes nações a jogar ténis. Nell Hopman, esposa do lendário australiano na Copa Davis capitão Harry Hopman, mais tarde assumiu a ideia original da senhora Wightman.

Em 1962, quando um residente britânico dos Estados Unidos, Mary Hardwick Hare, apresentou um dossiê comprovando que o apoio a um evento como esse foi esmagadora, a ITF estava convencida de que um campeonato por equipes sendo jogoda em mais de uma semana em um local diferente a cada ano era um "boa ideia". Levou 40 anos para Wightman realizar a ideia de uma mulher jogar um torneio equivalente a Copa Davis se tornar uma realidade. Finalmente, em 1963, a ITF lançou a Federation Cup para celebrar seu 50º aniversário. Aberto a todas as nações e não apenas para os EUA e Grã-Bretanha, a competição muito esperada se tornou um sucesso estrondoso.

Jogado mais de uma semana em um local diferente a cada ano, o evento inaugural atraiu 16 países. A competição foi apoiada pelos melhores jogadores desde o início. Realizado no Clube da Rainha, em Londres, a primeira disputa entre a Austrália e os Estados Unidos deram o tom com campeãs de Grand Slam como Darlene Hard, Billie Jean King, Margaret Smith e Turner Lesley todos com orgulho representar seu país em quadra. Os Estados Unidos emergiram da nação campeã e, desde então, colocar sua marca na competição, coletando um recorde de 17 títulos ao longo dos anos.

Aquele primeiro Federation Cup atraiu inscrições de 16 equipes, um número respeitável considerando que não havia dinheiro do prêmio e as equipes tiveram que satisfazer as suas próprias despesas. Patrocínio viria permitir esse número para expandir dramaticamente, primeiro pelo Grupo Colgate em 1976, e, de 1981 a 1994, pelos Japanese communications e pela gigante da informática NEC. Em 1994, 73 nações competiram, e os anfitriões da semana da Federation Cup foi agora obrigado a construir um complexo de ténis especial, dando origem ao que ficou conhecido como o "legado" Federation Cup. Além dos elogios de mostrar a competição premier internacional de equipe feminina, as nações viram sua participação como uma oportunidade sem precedentes para o desenvolvimento nacional do esporte.

O aumento de entradas levou à criação de competições regionais de qualificação em 1992 e, posteriormente, em 1995, a Federation Cup adaptou um novo formato e encurtou seu nome para Fed Cup. Tendo visto o grande sucesso que o formato de casa e outro fora tinha alcançado na Copa Davis, o formato para a Fed Cup foi mudado em 1995 para que as mulheres, assim como os homens, poderia jogar por seu país em seu país. Embora o formato foi ajustado várias vezes desde 1995, o formato atual, introduzido em 2005, incorpora oito nações no Grupo Mundial I e ​​oito nações no Grupo Mundial II jogando tanto em casa comoe outro fora ao longo de três fins de semana ao longo do ano.

Formato[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Lista de formatos da Fed Cup

A partir de 2020, o torneio se aproximou mais do formato da Copa Davis, especialmente das primeiras e últimas divisões. O caminho para as Finais, de sede única, começa no Qualificatório, onde 16 equipes disputam 8 vagas. As 4 restantes vêm de finalistas do ano anterior, convite (WC) e país-sede.

As equipes derrotadas disputam os play-offs com as que subiram do Zonal I para definir suas posições na temporada seguinte. Quem vence vai para o Qualificatório, quem perde volta para a divisão regional.[3]

Data 1 Data 2
Finais
12 equipes 7 dias Sede única Fase de grupos e
eliminatórias
Até 3 jogos
por confronto
Qualificatório
16 equipes 2 dias 8 confrontos
mandantes x visitantes
Até 5 jogos
por confronto
———8 vencedoras———
———8 derrotadas———
/———8 vencedoras———→ Play-offs
16 equipes 2 dias 8 confrontos
mandantes x visitantes
Até 5 jogos
por confronto
Grupo I
Nº de equipes
variável
Até 5 dias Sedes Fase de grupos e
eliminatórias
Datas variam
conforme continente
Até 3 jogos
por confronto
Américas Ásia/Oceania Europa/África
Grupo II
Nº de equipes
variável
Até 5 dias Sedes Fase de grupos
e/ou eliminatórias
Datas variam
conforme continente
Até 3 jogos
por confronto
Américas Ásia/Oceania Europa/África
Grupo III
Nº de equipes
variável
Até 5 dias Sedes Fase de grupos
e/ou eliminatórias
Datas variam
conforme continente
Até 3 jogos
por confronto
Europa/África

Equipes campeãs[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Lista de finais da Fed Cup
País Campeonatos Vice-campeonatos
 Estados Unidos 2017, 2000, 1999, 1996, 1990, 1989, 1986, 1982, 1981, 1980, 1979, 1978, 1977, 1976, 1969, 1967, 1966, 1963 (18) 2018, 2010, 2009, 2003, 1995, 1994, 1991, 1987, 1985, 1974, 1965, 1964 (12)
 Chéquia
(inclui Tchecoslováquia*)
2018, 2016, 2015, 2014, 2012, 2011, 1988*, 1985*, 1984*, 1983*, 1975* (11) 1986* (1)
 Austrália 1974, 1973, 1971, 1970, 1968, 1965, 1964 (7) 2019, 1993, 1984, 1980, 1979, 1978, 1977, 1976, 1975, 1969, 1963 (11)
 Espanha 1991, 1993, 1994, 1995, 1998 (5) 1989, 1992, 1996, 2000, 2002, 2008 (6)
 Rússia
(inclui União Soviética*)
2008, 2007, 2005, 2004 (4) 2015, 2013, 2011, 2001, 1999, 1990*, 1988* (7)
 Itália 2013, 2010, 2009, 2006 (4) 2007 (1)
 França 2019, 2003, 1997 (4) 2016, 2005, 2004 (3)
 Alemanha
(inclui Alemanha Ocidental*)
1992, 1987* (2) 2014, 1983*, 1982*, 1970*, 1966* (5)
 África do Sul 1972 (1) 1973 (1)
 Bélgica 2001 (1) 2006 (1)
 Eslováquia 2002 (1) (0)
 Grã-Bretanha (0) 1981, 1972, 1971, 1967 (4)
 Países Baixos (0) 1997, 1968 (2)
 Bielorrússia (0) 2017 (1)
 Suíça (0) 1998 (1)
 Sérvia (0) 2012 (1)

Recordes e Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Mais títulos consecutivos:

Mais aparições consecutivas em finais:

Maior número de games em uma partida:

Individuais:

Heart Award[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Heart Award

Ele tem como objetivo reconhecer as jogadoras que representaram o seu país com distinção, demonstrou coragem excepcional na quadra e demonstrou notável compromisso com a equipe durante a Fed Cup pelo BNP Paribas.

Ranking[editar | editar código-fonte]

Em 10 de fevereiro de 2029.[4]

Pos. País Pontos Confrontos Variação
 França 1.038,17 7 Estável
 Austrália 965,5 7 Aumento2
 Estados Unidos 908,84 9 Estável
 Chéquia 873,05 7 Baixa2
 Bielorrússia 872,08 8 Estável
 Alemanha 825,04 7 Aumento1
 Rússia 775,74 9 Aumento9
 Roménia 747,77 7 Baixa2
 Espanha 741,43 7 Baixa1
10º  Eslováquia 676,46 7 Aumento5
11º  Suíça 630,78 7 Baixa2
12º  Bélgica 627,56 7 Baixa2
13º  Letónia 626,76 12 Baixa1
14º  Grã-Bretanha 623,30 15 Baixa3
15º  Hungria 611,49 11 Aumento12
16º  Canadá 606,01 10 Baixa3
17º  Japão 596,12 12 Baixa3
18º  Cazaquistão 558,66 13 Baixa1
19ª  Sérvia 558,39 15 Aumento2
20º  Brasil 548,09 15 Baixa2
59º  Portugal 196,24 15 Aumento3

Referências

  1. «Fed Cup Committee» (em inglês). fedcup.com. Consultado em 23 de julho de 2018 
  2. «Fed Cup gets revamp with 12-nation Finals in Budapest in 2020» (em inglês). reuters.com. 27 de junho de 2019 
  3. «Fed Cup format» (em inglês). fedcup.com. Consultado em 16 de março de 2020 
  4. «Nations Ranking» (em inglês). fedcup.com. Consultado em 16 de março de 2020 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]