Federación Peruana de Fútbol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Federação Peruana de Futebol
Federación Peruana de Fútbol (em castelhano)

FPF.svg

Fundação 23 de agosto de 1922 (100 anos)
Sede Av. Aviación 2085 San Luis
Lima 30[1]
Filiação à FIFA em 1924[1]
Filiação à CONMEBOL em 1926
Presidente Agustín Lozano
Website fpf.com.pe

Seleção Masculina principal
Treinador Argentina Ricardo Gareca
Seleção Feminina principal
Treinador Peru Lorena Bosmans

A Federación Peruana de Fútbol (FPF) é a entidade máxima do futebol no Peru. Foi fundada em 23 de agosto de 1922.[2] Se encontra inscrita na Federação Internacional de Futebol (FIFA) desde de 1924 e Confederação Sul-americana de Futebol (CONMEBOL) desde 1925 e está sujeita ao controle do Instituto Peruano del Deporte (IPD). É responsável pela organização de campeonatos de alcance nacional, como o Campeonato Peruano de Futebol. Também administra a Seleção Peruana de Futebol e a Seleção Peruana de Futebol Feminino.

A Federação é integrada por todas as federações regionais do país e pelos representantes dos clubes que participam da Liga peruana de futebol e segunda divisão local.

O objetivo da Federação é promover, dirigir, gerir e controlar a prática do futebol amador e profissional, de acordo com o seu estatuto, os regulamentos que regem esta disciplina e os regulamentos desportivos internacionais.[3]

O atual presidente da Federação Peruana de Futebol é Agustín Lozano, acompanhado pela diretoria composta por Franklin Chuquizuta (vice-presidente), Lucio Alva Ochoa, Juan Francisco Quispe, Severo Salazar e Cirila Haydée Paitán e Genaro Miñán e José Carlos Isla. A secretaria geral é composta por Juan Matute Quiroga (Secretário Geral) e Víctor Villavicencio Mantilla (Secretário Geral Adjunto).[4][5][6]

História[editar | editar código-fonte]

Em 27 de fevereiro de 1912, foi criada a "Liga Peruana de Futebol" como a primeira entidade que procurou organizar o futebol nacional, embora inicialmente limitado a agrupar equipes de Lima e do porto de Callao. De 1912 a 1921 esta Liga foi desenvolvida como o Campeonato Peruano. Em 1922, o torneio gerou polêmica e como consequência, em 23 de agosto daquele ano, foi criada a Federação Peruana de Futebol (FPF). Seu primeiro presidente foi o ex-jogador de futebol do Atlético Chalaco e então presidente daquele clube, Claudio Martínez Bodero, que esteve no cargo até 1926.[7] Atualmente o presidente é Agustín Lozano.[8]

Referências

  1. a b FIFA.com. «Peru» (em inglês). Consultado em 21 de março de 2010 
  2. https://fpf.org.pe/la-fpf-cumple-98-anos-de-vida-institucional/
  3. «FPF institucional» 
  4. IUSPORT, EFE /. «Agustín Lozano, reelegido presidente de la Federación peruana». IUSPORT: EL OTRO LADO DEL DEPORTE (em espanhol). Consultado em 13 de abril de 2022 
  5. Lerner, Dan (20 de dezembro de 2021). «Agustín Lozano seguirá a cargo de la FPF hasta el 2025». Diario AS (em espanhol). Consultado em 13 de abril de 2022 
  6. https://fpf.org.pe/presidente-agustin-lozano-y-su-directorio-colocaron-la-primera-piedra-para-la-construccion-de-la-videna-de-puno/
  7. «FÚTBOL PERUANO: LA HISTORIA - Historias del Fútbol Peruano». historiasdelfutbolperuano.com (em espanhol). Consultado em 25 de março de 2022 
  8. Lerner, Dan (20 de dezembro de 2021). «Agustín Lozano seguirá a cargo de la FPF hasta el 2025». Diario AS (em espanhol). Consultado em 25 de março de 2022 
Ícone de esboço Este artigo sobre futebol peruano é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.