Federico Gastaldi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Federico Gastaldi é um empresário argentino. Ele foi chefe adjunto da Lotus F1 Team, nos anos de 2014 e 2015, Gastaldi ocupava o segundo cargo mais importante da Lotus, abaixo somente do diretor e coproprietário da equipe, o luxemburguês Gérard Lopez.[1]

Gastaldi foi promovido a chefe adjunto, em 14 de março de 2014, devido a necessidade da Lotus F1 Team em reorganizar sua direção após o chefe da equipe anterior Éric Boullier, sair para a McLaren. Antes de ser promovido, ele já trabalhava na Lotus desde o ano de 2010 como diretor de desenvolvimento de negócios como papel mais recente em uma longa relação com a equipe de Enstone. Anteriormente, na década de 1990, Gastaldi foi o responsável pelos interesses do grupo italiano Benetton na Argentina. Ele também esteve envolvido na realização do Grande Prêmio da Argentina entre 1995 e 1998.[1][2]

Referências

  1. a b «Quién es Federico Gastaldi, el argentino que llegó a ser jefe en Lotus» (em espanhol). La Voz. Consultado em 20 de janeiro de 2017 
  2. «Lotus nombra a Federico Gastaldi jefe adjunto del equipo en 2014» (em espanhol). f1aldia.com. Consultado em 20 de janeiro de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.