Fefiso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


A Faculdade de Educação Física da Associação Cristã de Moços de Sorocaba, Autorizada e Reconhecida pelo Decreto Federal n° 73452 de 14-01-74, pg. 408, é um Estabelecimento isolado de Ensino Superior mantido pela Associação Cristã de Moços com sede em Sorocaba.

História[editar | editar código-fonte]

A Faculdade de Educação Física existe em Sorocaba desde 1971 e tinha como mantenedora a ASEC (Associação Sorocabana de Ensino e Cultura).

Os alunos enfrentavam inúmeras dificuldades para assistir as aulas teóricas e práticas que eram ministradas em locais alugados ou cedidos e aulas eram realizadas em diferentes pontos da cidade. Em 1978, seus dirigentes cogitaram a transferência ou extinção do curso.

Nesta ocasião, o Secretário Geral da Associação Cristã de Moços de Sorocaba era o Sr. Romeu Pires Osório.

Interessado pelo destino da Faculdade, verificou junto a Diretoria da ACM. Os membros da Diretoria apoiaram a proposta e as formalidades legais foram encaminhadas sem quaisquer obstáculos. Em setembro do mesmo ano efetivou-se a transferência da Faculdade para a ACM, autorizada pelo Ministério da Educação e da Cultura. A ACM recebeu a Faculdade com o corpo discente com 134 alunos, seus documentos e registros acadêmicos, um corpo docente de 19 professores e uma biblioteca de aproximadamente 300 livros.

Em janeiro de 1979, ao ser publicado pela imprensa local que a ACM passava a administrar  a Faculdade de Educação Física, o número de candidatos ao Vestibular quase dobrou o número de alunos  que estavam matriculados no curso. A estrutura física do prédio da ACM de Sorocaba, na Rua da Penha, passou por algumas adaptações para receber a Faculdade e os horários das aulas teóricas e práticas do corpo discente foi adequada de maneira a se harmonizar com os horários de atividade dos sócios.

Para o cargo de direção foi nomeado o Professor Antonio Carlos Bramante, que era docente da Faculdade e também desde pequeno acemista. Foi um período de grandes mudanças, os alunos que já estavam no curso adaptaram-se à nova estrutura administrativa, que enaltecia conceitos de disciplina e humanismo. As normas regimentais foram rigorosamente cumpridas e o sistema de departamentos (de Educação, Gímnico Desportivo e de Ciências Médicas) foi reativado com reuniões periódicas de avaliação e planejamento.

A Faculdade tornou-se conhecida nos meios acadêmicos. Muitos professores e alunos participaram de Congressos, apresentando trabalhos e colaborando para divulgar a FEFISO/ACM. A particularidade de ter como mantedora uma ACM ofereceu respaldo e confiabilidade ao trabalho de formação de profissionais da Educação Física, realizado pela Faculdade.

A partir de 1992  foi implantada a nova grade curricular, com 3156 horas aulas para o curso de Licenciatura Plena em Educação Física, passando a ser realizada em 8 semestres letivos. Também foram implantados Cursos de Pós Graduação na FEFISO/ACM, em nível de Especialização Lato Senso em Treinamento Desportivo (janeiro de 1997) e Atividade Física e Saúde no Ciclo Vital (maio de 2000).

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Página oficial da Fefiso

Ícone de esboço Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.