Feira Tecnópolis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Logotipo oficial de Tecnópolis.

Tecnópolis é uma megamostra de ciência, tecnologia, indústria e arte, a maior da América Latina.[1] Localizada em Villa Martelli, no partido de Vicente López, foi inaugurada em 14 de julho de 2011, pela presidenta Cristina Fernández de Kirchner.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Entrada da Tecnópolis, se observa a Pirâmide e o foguete espacial Tronador II.

Inicialmente, Tecnópolis estava planejada para realizar-se na Cidade de Buenos Aires, pelos festejos do Bicentenário da Argentina.

A megamostra foi planejada para ser o final das celebrações do Bicentenário que organizou o governo nacional durante 2010, e inaugurar-se em 19 de novembro de 2011 na Cidade de Buenos Aires, na zona de parques da avenida Figueroa Alcorta.

Mas, em novembro de 2010, o Chefe de Governo da Cidade de Buenos Aires, Mauricio Macri negou a execução das obras de armação da exibição, com o argumento de que afetaria o trânsito.[3]

Logo, o governo nacional tomou a decisão de localizar a megamostra em um prédio de 50 hectares na província de Buenos Aires, localizado em Vicente López, em donde se iniciaram os trabalhos. No lugar funcionou o Batalhão 601 durante a última ditadura militar, logo foi sede de um manifesto carapintada pela democracia, e hoje é um espaço educativo y didático para gente de todas as idades, pelo que foi totalmente reconvertido pela Unidade Bicentenário.[4]

Continentes[editar | editar código-fonte]

A exibição está organizada em cinco continentes: Água, Terra, Ar, Fogo e Imaginação. Estes levam os visitantes para diferentes vertentes y práticas do passado, presente e futuro científico argentino. Para fazer mais educativo este repasso histórico, há uma linha de tempo expressada em cartéis com hitos[necessário esclarecer] das conquistas locais no mundo da ciência.

Finalização[editar | editar código-fonte]

Continuará aberta até 22 de agosto de 2011, dia no qual suas portas se cerrarão, para dar passo a construção definitiva de um centro de exposições e mostras, que albergará uma mostra permanente do que é Tecnópolis.
Se estima que sua construção definitiva estará finalizada em meados de 2012.[5]

Referências

  1. La Nación. «Como é Tecnópolis, a megafeira de ciência e tecnologia que arranca hoy» (em espanhol). Consultado em 16 de julho de 2011. Arquivado do original em 29 de novembro de 2015 
  2. Página/12. «A presidenta inaugurou Tecnópolis» (em espanhol). Consultado em 16 de julho de 2011 
  3. Página 12 (20 de novembro de 2011). «Página/12 :: Sociedade :: Villa Martelli será Tecnópolis». Consultado em 16 de julho de 2011 
  4. Página/12. «Cinco semanas para el asombro» (em espanhol). Consultado em 16 de julho de 2011 
  5. Página/12. «O público, a partir de Amanhã» (em espanhol). Consultado em 16 de julho de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]