Feldspato alcalino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Feldspatos alcalinos é a designação dada em geoquímica e mineralogia a um grupo diversificados de feldspatos em cuja composição química predominam os silicatos de sódio e de potássio, tradicionalmente referidos como elementos alcalinos. Entre os minerais incluídos neste grupo destacam-se pela sua abundância a albite, a anortoclase, a microclina, a ortoclase e sanidina.[1] A albite é considerada como um dos feldspatos alcalinos, de acordo com a sua composição química, e é também o membro terminal alcalino da série das plagioclases.[2]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Os feldspatos de potássio e de sódio não são perfeitamente miscíveis nos materiais em fusão a baixas temperaturas, pelo que composições intermédias de feldspatos alcalinos ocorrem apenas em ambientes de cristalização a altas temperaturas.[2]

Notas

  1. «Alkali Feldspar». mindat.org. Consultado em 4 de dezembro de 2011 
  2. a b Klein, Cornelis and Cornelius S. Hurlbut, Jr. Handbook of Mineralogy, Wiley, pp. 446-449 (Fig. 11-95 ISBN 0-471-80580-7
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.