Felipe Melo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Felipe Melo
Felipe Melo
Felipe Melo no Galatasaray
Informações pessoais
Nome completo Felipe Melo de Carvalho
Data de nasc. 26 de junho de 1983 (33 anos)
Local de nasc. Volta Redonda (RJ), Brasil
Nacionalidade  brasileiro,  espanhol
Altura 1,83 m
Destro
Apelido Pitbull[1], Coração de Leão
Informações profissionais
Período em atividade 2001–presente (15 anos)
Clube atual Itália Internazionale
Número 5
Posição Volante
Clubes de juventude
1991–2001 Brasil Flamengo[2]
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2001–2003
2003–2004
2004
2005
2005–2007
2007–2008
2008–2009
2009–2010
2011–2013
2013–2015
2015–
Brasil Flamengo
Brasil Cruzeiro
Brasil Grêmio
Espanha Mallorca
Espanha Racing Santander
Espanha Almería
Itália Fiorentina
Itália Juventus
Turquia Galatasaray (emp.)
Turquia Galatasaray
Itália Internazionale
0071 000(11)
0044 0000(3)
0021 0000(3)
0007 0000(0)
0048 0000(6)
0034 0000(7)
0040 0000(2)
0078 0000(4)
0071 000(13)
0083 0000(5)
0035 0000(1)
Seleção nacional3
2009–2010 Brasil Brasil 0022 0000(2)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 28 de novembro de 2016.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 2 de julho de 2010.

Felipe Melo de Carvalho, mais conhecido como Felipe Melo, (São Gonçalo, 26 de junho de 1983), é um futebolista brasileiro que atua como zagueiro ou volante. Atualmente, joga pelo Football Club Internazionale Milano.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Volta Redonda e Flamengo[editar | editar código-fonte]

Felipe Melo foi revelado pelo Volta Redonda Futebol Clube, mas começou sua carreira profissional no Flamengo, em 2001, tendo participado, naquele mesmo ano, das conquistas do Campeonato Carioca e da Copa dos Campeões, realizada em Maceió.

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Em 2003, foi vendido ao Cruzeiro. Com a equipe, Felipe conquistou a 'Tríplice Coroa', que consiste na conquista de 3 campeonatos em uma mesma temporada. Primeiramente do Campeonato Mineiro, posteriormente conquistou o título da Copa do Brasil de 2003, numa final contra o seu ex-clube e, mais adiante, conquistou o Campeonato Brasileiro de 2003.

Grêmio[editar | editar código-fonte]

No ano de 2004 foi contratado pelo Grêmio. Com a crise cada vez maior se instalando no clube e o rebaixamento inevitável, o rendimento de Felipe foi péssimo, assim como o restante dos jogadores. Foi dispensado após um escândalo, onde se envolveu com prostitutas e briga de facas no Rio de Janeiro, após uma folga dada pela direção.

Mallorca[editar | editar código-fonte]

Comprado pelo Mallorca no início de 2005, Felipe passaria os três anos seguintes de sua carreira jogando em clubes de menor expressão do futebol espanhol, que além do Mallorca, também incluíam o Racing Santander e o Almería.

ACF Fiorentina[editar | editar código-fonte]

Finalmente, em meados de 2008, a chance de atuar por um clube de maior expressão surgiu, quando Felipe foi contratado pela Fiorentina, da Itália.[3][4][5]

Juventus[editar | editar código-fonte]

Na janela de verão de 2009, Felipe Melo renovou com a Fiorentina inserindo uma cláusula de rescisão em seu contrato. Uma prova de que Felipe iria continuar por mais algumas temporadas a serviço da Viola, porém era exatamente o contrário.[6]Após semanas de especulações, em um negócio envolvendo valor em dinheiro mais o jogador Marco Marchionni, a Juventus pagou uma multa rescisória no valor de 25 milhões de euros, equivalente a 70 milhões de reais, tornando-se um dos jogadores brasileiros mais caros da história.[7][8]

A primeira metade da temporada 2009-10 foi uma para esquecer apesar de um início brilhante para sua carreira Juve. Ele marcou seu primeiro gol pela Juve contra a Roma na vitória por 3-1. No dezembro d'Italia Derby elétrico em casa, ele foi expulso por uma cotovelada no atacante Mario Balotelli da Internazionale.[9]O incidente provocou um argumento de fogo entre seu companheiro de equipe Gianluigi Buffon eo meia da Inter Thiago Motta e ambos tiveram de ser separados por jogadores do Inter e Juve. Ele foi fundamental na vitória sobre os seus lados de Milão no San Siro, em 2010-11 temporada, e mais tarde foi eleito homem do jogo.[10][11]

Galatasaray[editar | editar código-fonte]

2011-12[editar | editar código-fonte]

Felipe Melo atuando com 10 do Galatasaray.

Com a má fase vivida, a Juventus admitiu estar interessada em emprestar o jogador para qualquer outro time, para esvaziar mais o elenco, depois de semanas de negociações, em 22 de julho de 2011 Felipe foi emprestado por uma temporada ao Galatasaray.[12][13]Ele concordou com um contrato com a um salário anual de 3.300.000 € mais um bônus por aparência de € 30.000,[14]substituino partiu Lorik Cana como o meia nova central. Ele foi atribuído ao apelido de "Pitbull" pelos torcedores da equipe por causa de seu estilo de jogo apaixonante, o que também ajudou a se tornar rapidamente um favorito dos torcedores, diz-se que ele mostrou o respeito mútuo de volta com sua tatuagem do mascote do clube, um leão, em seu braço.[15] Mas isso não é verdade, porque, em sua própria declaração, ele afirma que esta é uma coincidência, e que ele fez a tatuagem devido ao fato de que, no Brasil, um leão representa Jesus Cristo.[16] Ele usava o número 10 Monumental Jersey, que foi usado pelo ex-capitão do Galatasaray Arda Turan e lendas como Metin Oktay e Gheorghe Hagi.

Ele marcou seu primeiro gol em 18 de setembro 2011 a partir de um tiro de 35 metros contra Samsunspor. Ele marcou 12 gols em 36 jogos do campeonato, e no final da temporada, ele estava entre o plantel campeão.

Em abril de 2012, Melo começou em um campo de treinamento busto-up com o colega Albert Riera, os dois entraram em uma briga sobre a contestação de Melo e Riera foi forçado a ir para o médico Bahcelievler Parque hospital. Depois de ambos os jogadores foram chamados de volta à equipe com uma multa dinheiro dado a ambos os jogadores.

2012-13[editar | editar código-fonte]

Felipe Melo na temporada de 2011-12.

Melo era esperado para fazer uma mudança permanente para o Galatasaray, porém, em 24 de julho negociações de transferência de taxas entre o clube e Juventus quebrou devido ao clube turco solicitando uma taxa mais baixa para o jogador.[17] Em 14 de agosto, os dois clubes foram capazes de concordar outro acordo de empréstimo enviando Melo para a Turquia para a temporada de 2012-13, para 1.750.000 €, com o acordo, incluindo "a opção, a ser exercida pelo Galatasaray até 30 de Abril de 2013, para a aquisição permanente do jogador por um preço de 6,5 milhões de euros".[18] Melo também teve um corte de salário para 2.900.000 € com um bônus baseado em aparências de € 25.000.[19]

Em 24 de novembro, depois da expulsão do goleiro Muslera, que cometeu um pênalti aos 44 minutos do segundo tempo, Felipe Melo foi para a meta substituir o uruguaio e acabou bem-sucedido, ao defender a cobrança, que daria ao Elazığspor o empate. Dessa maneira, o Galatasaray saiu vitorioso da partida.[20][21][22]Após esse "feito", o clube lançou uma camisa de goleiro personalizada para o volante: com o número um e o seu nome, o traje ainda tem um pitbull, apelido do brasileiro no país, na frente. Além do novo "uniforme", o brasileiro ainda ganhou luvas personalizadas[23].

Em 27 de janeiro de 2013, nas estreias de Dentinho pelo Beşiktaş e, principalmente, de Sneijder pelo Galatasaray, Felipe Melo cuspiu em Oğuzhan Özyakup, jogador dos Kara Kartallar, o que causou sua expulsão no clássico. Apesar disso, por 2 a 1, seu time saiu vencedor de campo.[24]

2013-14[editar | editar código-fonte]

Em julho de 2013, o Galatasaray adquiriu seu passe em definitivo, o clube pagou 4,5 milhões de euros (R$ 11 milhões) para a Juventus.[25]

Internazionale de Milão[editar | editar código-fonte]

Após passar quatro anos na Turquia, Felipe assinou contrato com a Internazionale.

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Felipe Melo em Brasília, pouco antes do embarque para a Copa do Mundo de 2010.

Graças ao seu destaque na Fiorentina, foi convocado por Dunga para o amistoso da Seleção Brasileira diante da Itália, no dia 10 de fevereiro de 2009.[26][27]

Foi novamente convocado por Dunga para defender o Brasil nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010, nos jogos contra Equador e Peru, onde marcou seu primeiro gol com a camisa da Seleção Brasileira.[28]

Disputou a Copa das Confederações de 2009 na África do Sul como titular absoluto.

Foi um dos convocados para a Copa do Mundo FIFA de 2010. Após a convocação, durante uma entrevista à ESPN, entrou numa discussão com o jornalista Paulo Vinícius Coelho quando perguntado sobre sua má atuação pela Juventus na temporada 2009-10.[29] Já na disputa do mundial, após um bom começo, foi considerado um dos principais culpados[30][31] pela eliminação da Seleção Brasileira da Copa do Mundo, sendo expulso no jogo contra a Holanda nas quartas de final, em que o Brasil saiu derrotado por 2 a 1. Apesar das críticas, Felipe Melo fechou a primeira fase como o jogador que acertou mais passes em toda a copa (com 97% de aproveitamento)[32].

Polêmicas[editar | editar código-fonte]

Em 18 de junho de 2013, Felipe Melo, via Twitter, atacou o jornalista Renato Maurício Prado, do canal fechado Fox Sports. Respondendo à acusação de Prado, de que estaria "cavando" seu retorno ao Flamengo, o volante publicou as seguintes palavras:

"Cansei de ser sacaneado por esse corno do Renato Maurício Prado. Deixei na minha Fan Page um recado para esse idiota."[33]

No texto completo, publicado em sua página do Facebook, o atleta se referiu ao comentarista, entre outras palavras, como "babaca" e "covarde", além de tê-lo chamado de "corno mais famoso que existe na imprensa esportiva."[34]

Em agosto, Prado entrou com um processo, na 32ª Vara Cível do Rio de Janeiro, contra o atleta, pedindo indenização por danos morais.[35]

Ainda quando jogava pelo Juventus,desentendeu-se com o jornalista Paulo Vinicius Coelho na (na época na ESPN) em um programa ao vivo via telefone.

Em 23 de setembro de 2013, no clássico istambulita contra o Beşiktaş, mandante da partida, Felipe Melo, após ser expulso, provocou os torcedores do rival, os únicos presentes no Estádio Beşiktaş İnönü. Tal fato causou uma invasão de campo pelos fãs dos Águias Negras, que chegaram a invadir o vestiário do Gala. Após o incidente, a Federação Turca de Futebol, por sua vez, estuda a possibilidade de punir o dono do estádio ou de o time de Melo ficará com os três pontos da vitória.[36]

Em maio de 2014, de férias em Las Vegas nos EUA, Melo e amigos foram alvo de uma piada pelo ex-jogador turco Coskun Birdal e amigos enquanto ambos jantavam no mesmo restaurante na cidade norte-americana. Birdal e amigos passaram um bilhete escrito em turco dizendo "Fenerbahche campeão", em referência a equipe rival que havia ganhado o campeonato turco da última temporada e arqui-rival do Galatasaray, onde Melo atuava na época. Melo supostamente foi tirar satisfação com o grupo por não ter gostado da brincadeira. O caso acabou com um boletim de ocorrência feito pela polícia local.[37]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 28 de novembro de 2016.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Flamengo 2001 3 1 1 3 1 1
2002 21 2 0 6 4 0 31 4 0 58 10 0
2003 2 0 0 2 0 0 6 0 0 10 0 0
Total 26 3 1 2 0 0 6 4 0 37 4 0 71 11 1
Cruzeiro 2003 31 2 0 2 0 0 33 2 0
2004 3 1 0 8 0 0 11 1 0
Total 31 2 0 0 0 0 5 1 0 8 0 0 44 3 0
Grêmio 2004 19 3 0 2 0 0 21 3 0
Total 19 3 0 0 0 0 2 0 0 0 0 0 21 3 0
Mallorca 2004–05 7 0 0 7 0 0
Total 7 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 7 0 0
Racing de Santander 2005–06 33 3 1 33 3 1
2006–07 15 3 0 15 3 0
Total 48 6 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 48 6 1
Almería 2007–08 33 7 1 1 0 0 34 7 1
Total 33 7 1 1 0 0 0 0 0 0 0 0 34 7 1
Fiorentina 2008–09 29 2 1 1 0 0 10 0 0 40 2 1
Total 29 2 1 1 0 0 10 0 0 0 0 0 40 2 1
Juventus 2009–10 29 3 0 2 0 0 9 0 0 40 3 0
2010–11 29 1 1 2 0 0 7 0 0 38 1 1
Total 58 4 1 4 0 0 16 0 0 0 0 0 78 4 1
Galatasaray 2011–12 36 12 1 0 0 0 36 12 1
2012–13 26 1 5 9 0 1 35 1 6
2013–14 30 1 4 8 1 0 8 1 0 1 0 0 47 3 4
2014–15 20 1 1 7 1 0 6 0 0 1 0 0 34 2 1
2015–16 2 0 0 0 0 0 2 0 0
Total 114 15 11 15 1 0 23 1 1 2 0 0 154 18 12
Internazionale 2015–16 26 1 1 2 0 0 28 1 1
2016–17 3 0 0 0 0 0 4 0 0 7 0 0
Total 29 1 1 2 0 0 4 0 0 0 0 0 35 1 1
Total na carreira 394 43 17 25 1 0 66 6 1 47 4 0 532 54 18

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Abaixo estão listados todos jogos e gols do futebolista pela Seleção Brasileira. Abaixo da tabela, clique em expandir para ver a lista detalhada dos jogos de acordo com a categoria selecionada.

Seleção principal

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2009 15 2 0 0,13
2010 7 0 1 0
Total 22 2 1 0,09
Gol Data Estádio Adversário Placar Resultado Competição
1. 1 de Abril de 2009 Porto Alegre, Brasil Flag of Peru.svg Peru 3–0 3–0 Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2010
2. 18 de Junho de 2009 Pretória, África do Sul Flag of the United States.svg Estados Unidos 1–2 3–2 Copa das Confederações de 2009

Títulos[editar | editar código-fonte]

Flamengo
Cruzeiro
Galatasaray
Seleção Brasileira

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Cruzeiro

  • Parte do time base do campeonato brasileiro de futebol de 2003 [38] (Brasileirão)

Fiorentina

  • Seleção ideal da temporada no campeonato italiano de futebol de 2008-09 [39] (Liga Calcio)
  • Melhor meio-campista do campeonato italiano de futebol de 2008-09 [40] (Liga Calcio)

Galatasaray

  • Sambafoot - 4º melhor futebolista brasileiro do ano: 2012
  • Sambafoot - 4º melhor futebolista brasileiro do ano: 2013
  • Sambafoot - 3º melhor futebolista brasileiro do ano: 2014
  • Seleção ideal da temporada no campeonato turco de futebol de 2011-12, 2012-13 e 2013-14 (Super Liga Turca)

Referências

  1. Casa de Pitbull
  2. infoesportes.com.br
  3. «Felipe Melo ficha por la Fiorentina». Consultado em 13 de Março de 2008. 
  4. «Arsenal target Felipe Melo». Consultado em 2 de Julho de 2009. 
  5. «Fútbol Sala Paragrafo Terminar». Consultado em 3 de Julho de 2009. 
  6. «COMUNICATO STAMPA». Consultado em 19 de Julho de 2009. 
  7. «Media ufficiale ACF Fiorentina VIOLA CHANNEL». Consultado em 4 de Julho de 2011. 
  8. «Serie A Sparkurs auf - Nur" Juve "kauft kräftig ein"». Consultado em 15 de Junho de 2010. 
  9. «Oficial: Felipe Melo se junta a Juventus». Consultado em 14 de Julho de 2010. 
  10. «Oficial: JUVENTUS FC» (PDF). Consultado em 15 de Maio de 2010. 
  11. «A Acordo com a ACF Fiorentina SpA Pará Um eliminação fazer Jogador C. Zanetti» (PDF). Consultado em 10 de Agosto de 2009. 
  12. «Felipe Melo Galatasaray’da». Consultado em 31 de Agosto de 2012. 
  13. «Agreement With Galatasaray for the Disposal of the player Felipe Melo» (PDF). Consultado em 29 de Julho de 2011. 
  14. «GALATASARAY SPORTİF SINAİ VE TİCARİ YATIRIMLAR A.Ş». Consultado em 28 de Julho de 2011. 
  15. «Felipe Melo unveils new Lion tattoo». Consultado em 29 de Maio de 2010. 
  16. «Explained the mystery of aslan». Consultado em 24 de Maio de 2010. 
  17. «Felipe Melo talks break down». Consultado em 24 de julho de 2012. 
  18. «Melo rejoins Galatasaray on loan». Consultado em 14 de agosto de 2012. 
  19. «temporada 2012-13». Consultado em 15 de agosto de 2012. 
  20. Felipe Melo vira goleiro, pega pênalti no último minuto e salva Galatasaray na Turquia
  21. «Felipe Melo pega pênalti no final e garante vitória do Galatasaray». Consultado em 20 de Maio de 2004. 
  22. «Felipe Melo defende pênalti e garante vitória na Turquia». Consultado em 26 de Maio de 2004. 
  23. espn.estadao.com.br/ Após defender pênalti, Felipe Melo lança camisa de goleiro com Taffarel no Galatasaray
  24. Felipe Melo é expulso por cuspida e ofusca estreias de Sneijder e Dentinho
  25. Galatasaray oficializa compra de Felipe Melo junto ao Juventus
  26. «Melo abused by fans as Brazil return». Consultado em 2 de Julho de 2010. 
  27. «World Cup 2010: Brazil star Melo names his son Lineker». Consultado em 30 de Março de 2007. 
  28. «Brazil's Felipe Melo sent off for stamping». Consultado em 13 de Janeiro de 2012. 
  29. odia.terra.com.br (11/05). «Irritado, Felipe Melo troca farpas com PVC em entrevista». Consultado em 3 de julho de 2010.  Texto "2010 " ignorado (Ajuda)
  30. globoesporte.globo.com (02/07). «Felipe Melo vai de herói a vilão na eliminação brasileira». Consultado em 3 de julho de 2010.  Texto "2010 " ignorado (Ajuda)
  31. gazetaesportiva.net (02/07). «Félix culpa Felipe Melo no primeiro gol holandês». Consultado em 3 de julho de 2010.  Texto "2010 " ignorado (Ajuda)
  32. uol.com.br (02/07). «Alvo de críticas, Felipe Melo se destaca por passes eficientes e velocidade». Consultado em 8 de julho de 2010.  Texto "2010 " ignorado (Ajuda)
  33. Felipe Melo desabafa contra jornalista: "corno mais famoso da imprensa"
  34. Felipe Melo critica Renato Maurício Prado em seu Facebook
  35. Chamado de "corno", comentarista entra com processo contra Felipe Melo
  36. Felipe Melo provoca rivais, e torcida do Besiktas invade o campo na Turquia
  37. «Melo'nun Las Vegas'ta 'şampiyon Fener' kavgası». www.hurriyet.com.tr. Consultado em 2015-12-01. 
  38. http://placar.abril.com.br/materia/bola-de-prata-placar-2003
  39. http://www.goal.com/en/news/1717/editorial/2009/05/18/1272143/calcio-debate-serie-a-team-of-the-season-2008-09
  40. http://www.goal.com/en/news/1717/editorial/2010/10/04/2149968/calcio-debate-juventus-are-improving-inter-miss-last-seasons

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.