Fenikso Nigra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Fenikso standarto.png

Fenikso Nigra (Fênix Negra em esperanto, em alusão ao simbolo da cidade de Campinas que é uma fênix) é um coletivo aberto e que produz um jornal anarquista publicado em esperanto e português na cidade de Campinas, estado de São Paulo, foi iniciado em 2005. Seu coletivo editorial tinha como colaborador o historiador anarquista Edgar Rodrigues, falecido em 14 de maio 2009. A proposta é a difusão e ação anarquista e esperantista em diversas formas e de acordo com as possibilidades e compromissos dos participantes (veja mais abaixo sobre a organização). O grupo tem uma pagina na rede eletrônica: http://anarkio.net/fenikso/

Organização[editar | editar código-fonte]

Escrever sobre organizar em anarquismo pode soar estranho, mas é por falta de conhecimento que esta estranheza acontece. Todo anarquista entende que organizar é fundamental para uma sociedade livre, já que sem ela, estamos fadados ao gerenciamento do Estado. Se não organizarmos, o Estado, os partidos e as classes dominantes farão, como fazem atualmente o controle da sociedade e tornando-a favorável a seus interesses que não são os da sociedade como um todo, fazendo-a refém de suas arbitrariedades.

Organizar não é formar um partido, nem delegar autoridade e criar uma burocracia, porque isso é contrário a nossos princípios. Não há autoridade, por isso não há chefes, lideres, ou qualquer definição de controle. Ou todos participam ou não. O compromisso de cada um é intrínseco, está dentro de cada. Organizar é inerente aos anarquistas, já que com a participação de todos, é preciso combinar como isso acontecerá, como cada atividade será feita e quem assume a ação. Um ou vários, independente em cada vez que acontecer ou sempre. O importante é no conjunto todos manifestem-se da forma que melhor entender, mantendo o equilíbrio entre a liberdade individual e o compromisso coletivo.

Porque se considerarmos mais nossas prioridades, tenderemos ao egoísmo, parte essencial do pensamento liberal e muito útil a sociedade atual, ao modelo econômico e social do capitalismo.

Nossa Organização

Para deixarmos claro o que fazemos ou deixamos de fazer e estreitar nossas relações anarquistas, vamos estabelecer nossos princípios e linha de ação.

01-Que o Fenikso Nigra é uma união de anarquistas e simpatizantes em prol do desenvolvimento do anarquismo geral. Respeitamos e respeitaremos cada vertente anarquista afinadas com o item 05 desse documento, uma vez que entendemos a inexistência da “verdade”, o “certo” ou qualquer forma de dogma único;

02-Cada participante, dentro de suas possibilidades, assume as responsabilidades necessárias para o desenvolvimento da união. Todos respondem pela nossa união;

03-Nos reunimos de acordo com as necessidades da união. As deliberações serão por consenso de todos. Em caso de desacordo, prevalecerá o esforço de todos em chegar em consenso;

04-Os princípios básicos da união são liberdade plena com a responsabilidade correspondente e justiça igualitária anacionalista, já que não temos pátria ou nação. Respeitaremos todas as diversidades culturais e étnicas;

05-Em luta a favor dos seres explorados e oprimidos de todo o mundo;

06-A entrada de uma pessoa será por consenso. O convite será mediante interesse da pessoa e participação em nossas atividades. O ingresso será dado em nossa reunião. A saída de uma pessoa pela inatividade, quebra de princípios ou desinteresse consensuado em reunião.

Com as alterações feitas da reunião geral de 31 de agosto de 2014.

Banca fenikso.png

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Portal Anarkio sobre o anarquismo e noticias do grupo Fenikso Nigra

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal Portal da Anarquia
Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação ou jornalismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.