Fernández Racing

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde maio de 2018). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
México Fernández Racing
Informações gerais
Nome completo Fernández Racing
Chefe de equipe México Adrián Fernández
Site [1]
Pilotos CART:
Itália Max Papis
Japão Shinji Nakano
México Luis Díaz
México Adrián Fernández
IRL:
Estados Unidos Scott Sharp
Japão Kosuke Matsuura
México Adrián Fernández
Motor Honda, Ford
Chassis G-Force, Panoz, Dallara
CART/IndyCar Series
Estreia CART: México GP de Monterrey, 2001
IRL:
Estados Unidos GP de Homestead, 2004
Corridas concluídas CART: 57
IRL: 47
Campeã de pilotos 0 (5º com Adrián Fernández em 2004 e Scott Sharp em 2005,
ambos na IRL)
Vitórias CART: 1
IRL: 4
Pole Positions CART: 3
IRL: 0
Volta mais rápida CART: 3
IRL: 2
Última corrida CART: Austrália GP de Surfers Paradise, 2003
IRL:
Estados Unidos GP de Chicago, 2006
Outras categorias
Grand-Am/ALMS
O carro da Super Aguri-Fernández Racing pilotado pelo japonês Kosuke Matsuura entre 2004 e 2006.

Fernández Racing foi uma equipe mexicana de automobilismo fundada pelo piloto Adrián Fernández para disputar a temporada 2001 da CART. Além dele, o japonês Shinji Nakano pilotaria o segundo carro.

Em 57 provas disputadas, obteve 3 poles-positions, 3 voltas mais rápidas, 4 pódios e uma vitória, no GP de Portland de 2003. Outros 2 pilotos guiaram o carro da Fernández Racing: o italiano Max Papis (2 corridas) e o também mexicano Luis Díaz (também 2 GPs).

Migração para a IRL[editar | editar código-fonte]

Em 2004, Adrián Fernández surpreendeu ao transferir sua equipe para a Indy Racing League, depois de ter participado da apresentação dos pilotos para a temporada da Champ Car, tendo perdido a etapa de Homestead. Outro japonês, Kosuke Matsuura, disputou a temporada completa, em associação com o ex-piloto Aguri Suzuki. O experiente mexicano destacou-se ao vencer 3 provas e ficando em quinto lugar, com 445 pontos, apenas um atrás do brasileiro Hélio Castroneves. Matsuura, 14º no campeonato, venceu o prêmio de Rookie do ano, superando o norte-americano Ed Carpenter (280 pontos, contra 245 do piloto da Cheever Racing).

Para 2005, Kosuke Matsuura passa a ter Scott Sharp como novo companheiro de equipe, já que Adrián Fernández optou em disputar apenas as 500 Milhas de Indianápolis, onde chegou em 14º lugar. Na temporada regular, o norte-americano venceu a disputa interna contra o japonês, ficando em quinto lugar com 444 pontos, enquanto Matsuura conquistou 320, repetindo as colocações da temporada anterior. A dupla de pilotos permaneceu a mesma em 2006, novamente com Sharp derrotando seu companheiro de equipes, desta vez por apenas 14 pontos.

Encerramento das atividades[editar | editar código-fonte]

O time encerrou suas atividades na IRL em 2007, quando Adrián Fernández passou a dedicar-se à American Le Mans Series, onde competiria até 2009, ano de sua aposentadoria como piloto. No mesmo ano, a Fernández Racing fechou as portas.

Pilotos[editar | editar código-fonte]

CART[editar | editar código-fonte]

IRL[editar | editar código-fonte]

Links[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.