Fernanda Seno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Fernanda Seno Cardeira Alves Valente (Canha (Montijo), 23 de fevereiro de 1942Lisboa, 19 de maio de 1996) foi uma poetisa, escritora, jornalista e professora portuguesa.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Fernanda Seno concluiu o ensino secundário em Évora e licenciou-se em Filologia Germânica na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Abraçou a carreira do ensino com estações em escolas de Almada, Reguengos de Monsaraz e Évora.

Como jornalista Fernanda Seno foi colaboradora da imprensa regional e local, contribuindo para os jornais "Mouranense", "Palavra", e "A Defesa". Foi chefe de redação no "Jornal de S. Brás" e redatora principal do Boletim "Igreja Eborense". Colaborou ainda - entre outros - na revista "Ao Largo" (Lisboa).

Em 1998 a Câmara Municipal de Évora homenageou-a atribuindo o nome da poetisa Fernanda Seno a uma rua do Bairro da Horta das Figueiras - a Rua Fernanda Seno.[1].

Obras[editar | editar código-fonte]

  • As Palavras Às Vezes (1984)
  • Trilho de Pó (1991)
  • Cântico Vertical (1992)
  • Na Fronteira da Luz (1997 - póstumo)

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Fernanda Seno no (coração) dos amigos, ed. lit.: Centro Social e Cultural de S. Brás (Évora), 1996, ISBN 9 72 964022 X

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre um poeta ou uma poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) jornalista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.