Fernando Alvim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o instrumentista português, veja Fernando Alvim (músico).
Fernando Alvim
Fernando Alvim
Nascimento 3 de maio de 1974 (42 anos)
Vila Nova de Gaia,  Portugal
Nacionalidade Português
Ocupação Humorista, Locutor, Apresentador

Fernando Alvim (Vila Nova de Gaia, Mafamude, 3 de Maio de 1974) é um humorista, locutor e apresentador de TV português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Fernando Alvim iniciou ainda adolescente a sua atividade de comunicador, ao colaborar no jornal e no clube de rádio da Escola Secundária de Gondomar. A partir daí continuou nas lides radiofónicas na extinta Rádio Prisma, em Rio Tinto, até se profissionalizar como locutor, tinha apenas 17 anos, na Rádio Press. Da Press passou para a Nova Era, no Porto, apresentando o programa Terminal de Engate. Em 1998 estreava-se numa antena nacional, ao ser convidado para a Rádio Comercial. Depois ingressou na rádio pública, mantendo-se há mais de uma década na Antena 3, onde conduz um programa de entrevistas, chamado Prova Oral; colaborando também na Antena 1 Fado, onde apresenta Viva a Música.

Na televisão estreou-se na apresentação de Top-Rock (1998), para a TVI, ao lado de Vanda Miranda, Mariana Amaral e Pedro Marques, fazendo-se notar em seguida no painel de apresentadores do Curto-Circuito (1999), com Rui Unas e Rita Mendes, no extinto CNL. A CNL transformar-se-ia em SIC Notícias e o Curto-Circuito teria a sua continuidade assegurada na SIC Radical, juntando-se a ele outros jovens apresentadores como Pedro Ribeiro, Teresa Tavares ou Bruno Nogueira. Alvim esteve no projecto até 2002, voltando por curto-período em 2006. Em simultâneo colaborou em projectos como Cine-XL (2001), ao lado de Nuno Markl, a que se seguiu O Perfeito Anormal (2002), O Homem da Conspiração (2003) e Boa Noite Alvim (2007).

Publicou em 2008 o livro Alvim - 50 Anos de Carreira (Esfera dos Livros), o seu terceiro livro após No Dia em Que Fugimos Tu Não Estavas em Casa (Edições Quasi, 2003) e Quatro Homens para Tantas Mulheres (Tarso Edições, 2005) de que foi co-autor. Criou a Revista 365, de publicação bimestral e lançou o Festival Termómetro Unplugged, o Festival da Canção Alternativo, e a televisão online Speaky.TV.

Actualmente, além de se manter na Proval Oral, tornou à televisão, onde às terças-feiras apresenta o programa 5 Para a Meia-Noite na RTP2, que é antecedido por uma curta entrevista na Antena 3, durante a tarde, onde uma sinopse do programa é esboçada. Também na Antena 3 faz o programa 5 Para o Meio-Dia, emitido em diferido aos sábados às 12h00, juntamente aos outros apresentadores do 5 Para a Meia-Noite. Também em relação ao 5 Para a Meia-Noite, fez o programa de rádio 5 Para a Uma. Em 2011 deixou a equipa do 5 Para a Meia-Noite, para se concentrar em dois novos projectos, o regresso da Speaky.TV e a Zero, uma revista cujo primeiro número está previsto para Outubro de 2011[1]. Colabora desde 2008 com a revista Maxmen.

Grande apreciador de arroz branco soltinho na caçarola e largos passeios na praia.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Fernando Alvim (8 de Junho de 2011). «A Saída do 5 Para a Meia-Noite. A Entrada da Speaky.TV e da Revista Zero.». Blog oficial de Fernando Alvim. Consultado em 3 de Julho de 2011. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]