Fernando Augusto Cunha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde janeiro de 2011). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.


Fernando Cunha
Prefeito de Olímpia Bandeira olimpia.png
Período 1 de janeiro de 2017
até a atualidade
Vice-prefeito(a) Fábio Martinez
Antecessor Eugênio José Zuliani
Deputado Estadual por São Paulo Bandeira do estado de São Paulo.svg
Período 15 de março de 1995
15 de março de 1999
Dados pessoais
Nascimento 22 de agosto de 1956 (63 anos)
Olímpia, São Paulo
Profissão Engenheiro Civil

Fernando Augusto Cunha (Olímpia, 22 de agosto de 1956) é um político e engenheiro civil brasileiro, tendo sido eleito Deputado Estadual por São Paulo nos anos de 1995 a 1999.

Foi eleito Prefeito de Olímpia, cidade natal, nas eleições de 2016, com mais de 57 % dos votos válidos e um total de 16.017 votos, para cumprir o mandato de 2017-2020.

Atuação Política[editar | editar código-fonte]

Foi Diretor de Distribuição da Companhia de Gás de São Paulo (Comgás).

Foi presidente da Companhia Energética de São Paulo de 12 de abril de 1991 até 4 de junho de 1992. A CESP já foi presidida por outro olimpiense, advogado Henri Couri Aidar, falecido, sendo o primeiro presidente da Companhia entre 1966 e 1967 durante o governo de Laudo Natel.

Também exerceu o cargo de Secretário de Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo de 5 de junho de 1992 até 1 de abril de 1993, durante o mandato do Governador Luiz Antônio Fleury Filho. Foi Secretário Adjunto da Secretaria dos Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo de 8 de abril de 1993 até 2 de janeiro de 1994, enquanto a pasta era comandada por Aloysio Nunes Ferreira Filho.

Deputado Estadual[editar | editar código-fonte]

Foi membro efetivo de várias comissões na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo:

  • Comissão de Serviços e Obras Públicas (1995 - 1997)
  • Comissão de Finanças e Orçamento (1997 - 1999)
  • Comissão de Agricultura e Pecuária (1997 - 1999)

Foi presidente da Comissão de Finanças e Orçamento da ALESP.

Foi membro suplente da Comissão de Agricultura e Pecuária durante o biênio de 1995 a 1997.

Como deputado estadual, foi o autor do projeto de lei 764/1995 que se tornou Lei Estadual 9.428/1996, incluindo o Festival do Folclore de Olímpia no Calendário Turístico do Estado.

Também foi autor da Lei que instituiu a Campanha de Erradicação da Febre Aftosa, obrigando que os rebanhos sensíveis a febre aftosa sejam protegidos e que fosse desenvolvido um sistema eficaz de vigilância epidemiológica, estimulando a participação comunitária na defesa sanitária animal.

Através de um projeto de lei de sua autoria, foi instituido no Estado de São Paulo, o Dia de Prevenção do Câncer de Próstata, conscientizando o homem sobre diagnósticos preventivos.

Referências[editar | editar código-fonte]