Fernando Chalana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Fernando Chalana
Informações pessoais
Nome completo Fernando Albino de Sousa Chalana
Data de nasc. 10 de fevereiro de 1959 (59 anos)
Local de nasc. Barreiro, Barreiro, Portugal Portugal
Altura 1,65 m
Apelido Chalanix
Informações profissionais
Equipa atual Retirado
Posição avançado
Clubes de juventude
1973–1974
1974–1976
Portugal Barreirense
Portugal Benfica
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1976–1984
1984–1987
1987–1990
1990–1991
1991–1992
Portugal Benfica
França Bordeaux
Portugal Benfica
Portugal Belenenses
Portugal Estrela da Amadora
0262 00(39)
0016 00(1)
0048 00(8)
0014 00(0)
00-- 000(-)
Seleção nacional
1976–1988 Portugal Portugal 0027 00(2)
Times/Equipas que treinou
2003–2004
2004–2005
2005–2009
2008
Portugal Paços de Ferreira (assistente)
Portugal Oriental
Portugal Benfica (assistente)
Portugal Benfica
00000--
0000079
0000--
0000010
Última atualização: 8 de maio de 2016

Fernando Albino Sousa Chalana (Barreiro, Barreiro, 10 de fevereiro de 1959) é um ex-futebolista português. Actuou no Sport Lisboa e Benfica entre 1975 e 1984, e depois novamente entre 1988 e 1990. Ficou sempre conhecido pelas suas parecenças físicas com a personagem de banda desenhada Asterix, sendo algumas vezes chamado de "Chalanix".

Carreira como jogador[editar | editar código-fonte]

O seu pé esquerdo fez furor no Euro 1984 em França; em seguida, o pequeno genial, como era conhecido, assinou pelo Bordéus. O dinheiro da transferência permitiu ao seu clube do coração concluir o fecho do estádio com o término do seu 3.º anel. [1]

Chalana pertenceu à equipa do Futebol Clube Barreirense, escola de grandes jogadores da década de 1970 e princípios de 1980.

Jogou ainda no Belenenses e no Estrela da Amadora, treinou o Oriental de Lisboa as camadas jovens do Benfica. Sendo sempre campeão. Acabou a carreira em 1990.

Para os Benfiquistas o pequeno Chalana será sempre Grande e jamais esquecerão o seu pé esquerdo, bem como adeptos de outros clubes.

Carreira como treinador[editar | editar código-fonte]

Na época 2002/2003, entrou na equipa técnica do Benfica como treinador adjunto de Jesualdo Ferreira,os maus resultados ditaram o despedimento de Jesualdo em Novembro de 2002.Como forma de transição, até encontrar um novo técnico,Chalana assumiu por 1 jogo (Benfica 3 -Sporting Clube de Braga 0), o cargo de Técnico principal do Sport Lisboa e Benfica,para além do fantástico resultado obtido na partida que dirigiu, também teve como mérito,de apostar no jogador Miguel (hoje atleta do Valência) como lateral direito, uma função (que ainda hoje desempenha),após essa partida o espanhol José António Camacho, foi apresentado como novo técnico principal,Chalana voltou ao cargo de adjunto Na época de 2006/2007 entrou na equipa técnica do Benfica como treinador adjunto de Fernando Santos. Na época de 2008 regressa ao cargo de Treinador Principal logo depois de José António Camacho demitir-se do clube de Lisboa, na sua primeira meia época acabou o campeonato em 4 lugar.

Em Maio de 2008 foi apresentado como treinador adjunto do Benfica, sendo o técnico principal Quique Flores.[2]

Dados[editar | editar código-fonte]

  • Número de jogos na selecção: 29
  • Número de golos na selecção: 2
  • Primeira participação na selecção: 17 de novembro de 1976
  • Última participação na selecção: 12 de novembro de 1988

Referências

  1. «Elenco POR'84 na Sports Reference». Consultado em 13 de fevereiro de 2016. 
  2. «Seis técnicos… um conceito». Sport Lisboa e Benfica. 29 de maio de 2008