Fernando Krelling

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Fernando Kreling, o jogador de voleibol brasileiro.
Fernando Krelling
Deputado estadual de Santa Catarina
Período 1 de fevereiro de 2019
a atualidade
Vereador de Joinville
Período 1 de janeiro de 2017
a 31 de janeiro de 2019
Presidente da câmara municipal de Joinville
Período 1 de janeiro de 2017
a 31 de dezembro de 2018
Antecessor Rodrigo Fachini
Sucessor Claudio Aragão
Presidente da Fundação de Esportes, Lazer e Eventos de Joinville (FELEJ)
Período 1 de janeiro de 2013
a 31 de março de 2016
Prefeito Udo Döhler
Antecessor Flávio Pscheidt
Sucessor Marco Aurélio Braga
Dados pessoais
Nascimento 27 de junho de 1982 (38 anos)
Joinville, Santa Catarina
Nacionalidade brasileiro
Partido MDB (2012–presente)
Profissão atleta
empresário
político
professor

Fernando Krelling (Joinville, 27 de junho de 1982) é um atleta, empresário, político e professor brasileiro.[1][2] Foi presidente da Fundação de Esportes, Lazer e Eventos de Joinville (FELEJ), vereador e presidente da câmara municipal de Joinville, Santa Catarina. Desde 2018, é deputado estadual por Santa Catarina. Em 2020, foi candidato a prefeito de Joinville.[3]

Família, formação e início de carreira[editar | editar código-fonte]

Nascido em Joinville, Santa Catarina, Krelling é neto de Arno Krelling, vereador de Joinville pela 8.ª (1973–1977) e 10.ª legislatura (1983–1989); e sobrinho de Décio Krelling, também vereador de Joinville, pela 11.ª legislatura (1989–1992).[1][4]

Krelling já foi atleta e disputou os Joguinhos e Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC), além de campeonatos estaduais e futsal amador.[5]

Krelling é formado em educação física e tem pós-graduação em treinamento desportivo e também em gestão pública.[2][1]

Empresário no ramo de academias, Krelling também já foi professor de educação física.[2]

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Krelling iniciou a vida política em 2012, quando se candidatou a vereador de Joinville pelo MDB. Krelling recebeu 1.828 votos e não conseguiu ser eleito. Ficando como suplente.[6]

Entre janeiro de 2013 e março de 2016, durante a gestão de Udo Döhler, foi presidente da Fundação de Esportes, Lazer e Eventos de Joinville (FELEJ), atual Secretaria de Esportes do município.[7]

Nas eleições de 2016, Krelling concorreu novamente à uma vaga na câmara municipal de Joinville. Foi eleito com 10.523 votos, se tornando o vereador mais votado da história de Joinville.[2] Assumiu o mandato no dia 1 de janeiro de 2017 e no mesmo dia foi eleito presidente da câmara de vereadores de Joinville, por 18 votos a 1.[8] Krelling permaneceu no cargo até 31 de janeiro de 2019.[9]

Nas eleições de 2018, Krelling foi candidato a deputado estadual de Santa Catarina, eleito com 44.356 votos.[10] Assumiu o mandato em 1 de fevereiro de 2019 para a 19.ª legislatura e ocupa o cargo até a atualidade.[1]

Em outubro de 2019, Krelling assumiu a presidência do MDB em Joinville.[11]

No dia 15 de setembro de 2020, Krelling foi oficializado como o nome do partido na disputa pela prefeitura da cidade nas eleições de 2020.[3] Em 6 de outubro, ele se licenciou do cargo de deputado estadual para se dedicar à campanha eleitoral.[12] Krelling não conseguiu passar para o 2.º turno, terminando a disputa em 3.º lugar, com 48.886 votos (18,5% dos votos válidos), atrás dos candidatos Darci de Matos (PSD) e Adriano Silva (Novo).[13]

Desempenho eleitoral[editar | editar código-fonte]

Desempenho eleitoral de Fernando Krelling
Ano Cargo Votos Partido Resultado Ref.
2012 Vereador de Joinville 1.828 PMDB Suplente [6]
2016 Vereador de Joinville 10.523 PMDB Eleito [2]
2018 Deputado estadual de Santa Catarina 44.356 MDB Eleito [10]
2020 Prefeito de Joinville 48.886 MDB Não eleito [13]

Referências

  1. a b c d «Fernando Krelling». Memória Política de Santa Catarina. ALESC. 30 de abril de 2019. Consultado em 13 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  2. a b c d e Munhoz, Leo (2 de outubro de 2016). «Krelling é o vereador mais votado da história de Joinville». A Notícia. NSC Comunicação. Agência RBS. Consultado em 13 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 – via NSC Total. (pede registo (ajuda)) 
  3. a b «MDB oficializa candidatura de Fernando Krelling à Prefeitura de Joinville». G1. Grupo Globo. 16 de setembro de 2020. Consultado em 13 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  4. «História». Câmara de Vereadores de Joinville. 2020. Consultado em 13 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  5. «Fernando Krelling: Educação e esporte como instrumento de transformação social». MDB Santa Catarina. 26 de novembro de 2018. Consultado em 13 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  6. a b «Eleição Municipal 2012 - 1º Turno - Resultado da totalização: Joinville» (PDF). Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina. 7 de outubro de 2012. Consultado em 13 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada (PDF) em 13 de fevereiro de 2021 
  7. Silveira, Renan Dias (31 de março de 2016). «Fernando Krelling deixa Felej com sensação de dever cumprido». ND+. Grupo ND. Consultado em 13 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  8. Santos, Jeferson Luis (2 de janeiro de 2017). «Vereadores definem Mesa Diretora; Krelling é eleito presidente da Câmara». Câmara de Vereadores de Joinville. Consultado em 13 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  9. Silveira, Felipe (31 de janeiro de 2019). «Krelling visita São José em último dia como vereador». O Mirante Joinville. Consultado em 13 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  10. a b «Confira a composição da Assembleia Legislativa de SC». G1. Grupo Globo. 7 de outubro de 2018. Consultado em 13 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  11. Silveira, Felipe (21 de outubro de 2019). «Fernando Krelling assume presidência do MDB de Joinville». O Mirante Joinville. Consultado em 13 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  12. Silveira, Felipe (1 de outubro de 2020). «Fernando Krelling anuncia licença da Alesc para se dedicar à campanha». O Mirante Joinville. Consultado em 13 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  13. a b «Eleições Municipais 2020 - Resultado da totalização: Joinville - SC» (PDF). Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina. 15 de novembro de 2020. Consultado em 13 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada (PDF) em 13 de fevereiro de 2021 
Ícone de esboço Este artigo sobre políticos ou política de Santa Catarina é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.