Fernando Wood

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Fernando Wood
Prefeito de Nova York
Período 1 de janeiro de 1860 - 31 de dezembro de 1862
Antecessor Daniel F. Tiemann
Sucessor George Opdyke
Período 1 de janeiro de 1855 - 31 de janeiro de 1858
Antecessor Jacob Aaron Westervelt
Sucessor Daniel F. Tiemann
Congressista por Nova Iorque
Período 4 de março de 1875 - 14 de fevereiro de 1881
Período 4 de março de 1873 - 3 de março de 1875
Período 4 de março de 1867 - 3 de março de 1873
Período 4 de março de 1863 - 3 de março de 1865
Período 4 de março de 1841 - 3 de março de 1843
Dados pessoais
Nascimento 14 de junho de 1812
Filadélfia, Pensilvânia
Flag of the United States (1795–1818).svg Estados Unidos
Morte 14 de fevereiro de 1881 (68 anos)
Hot Springs, Arkansas
Flag of the United States (1877–1890).svg Estados Unidos
Partido Democrata

Fernando Wood (14 de junho de 1812 – 14 de fevereiro de 1881) foi um político americano, membro do Partido Democrata, que serviu como prefeito da cidade de Nova Iorque (duas vezes) e também representou o seu estado na Câmara dos Representantes dos Estados Unidos (1841–1843, 1863–1865 e 1867–1881).[1]

Um mercador muito bem sucedido, tomou parte da máquina política (conhecida como Tammany Hall) que dominou por décadas a vida pública do estado de Nova Iorque. Wood entrou para o Congresso em 1841. Em 1854 serviu seu primeiro mandado como prefeito de Nova Iorque. Conservador e fervoroso defensor da ideia de nacionalismo e superioridade da raça branca, Wood se opôs vigorosamente a aprovação da Décima Terceira Emenda à Constituição dos Estados Unidos (que aboliu a escravidão) e também era aberto a respeito do seu apoio aos Estados Confederados durante a Guerra Civil Americana, e chegou até a sugerir a legislatura de Nova Iorque que a cidade se declarasse "livre" para que eles pudessem continuar com os negócios de algodão com o sul.[1][2]

Conhecido por seu estilo agressivo de debater e uso de palavras de baixo calão, Wood foi um dos líderes dos Copperheads, grupo dentro do Partido Democrata que apoiava os Confederados na guerra civil, em contraste com os War Democrats (congressistas democratas que apoiavam a União).[1]

Referências

  1. a b c Jerome Mushkat (1990). Fernando Wood: A Political Biography. [S.l.]: Kent State University Press. 978-0873384131 
  2. Oakes, James. Freedom National: The Destruction of Slavery in the United States (1861-1865). W.W. Norton & Company, 2013.