Fernando de Meneses Coutinho e Vasconcelos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fernando Vasconcelos
Arcebispo da Igreja Católica
Arcebispo de Lisboa
Atividade Eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Lisboa
Nomeação 16 de setembro de 1540
Entrada solene 8 de novembro de 1540
Predecessor Afonso de Portugal
Sucessor Henrique de Portugal
Mandato 1540 - 7 de janeiro de 1564
Ordenação e nomeação
Nomeação episcopal 26 de agosto de 1513
Ordenação episcopal novembro de 1513
Nomeado arcebispo 16 de setembro de 1540
Brasão arquiepiscopal
Archbishop CoA PioM.svg
Dados pessoais
Nascimento Lisboa[2]
cerca de 1480
Morte Lisboa
7 de janeiro de 1564 (84 anos)[1]
Nacionalidade PortugueseFlag1385.svg português
Funções exercidas Bispo de Lamego
dados em catholic-hierarchy.org
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Fernando de Meneses Coutinho e Vasconcelos (cerca de 1480[3] - 7 de janeiro de 1564) foi um arcebispo português, bispo de Lamego e arcebispo de Lisboa.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Era o segundo filho de Afonso de Vasconcelos e Meneses, 1.º Conde de Penela com Isabel da Silva[1]. Por laços familiares, era primo distante dos cardeais Afonso de Portugal e Henrique de Portugal[4].

Consta que teve três filhos ilegítimos, com Maria de Brito Alão:

  • Luís Fernandes de Vasconcelos, casado com Branca de Vilhena.
  • António de Vasconcelos, casado com Inácia do Tojal.
  • Antónia Fernandes de Vasconcelos, casada com Sebastião Gomes de Figueiredo.

Vida religiosa[editar | editar código-fonte]

Foi eleito bispo de Lamego em 1513, tendo seu nome confirmado pelo Papa Leão X em novembro daquele ano[1], onde ficou até 1540[3]. Durante sua prelazia, foi o organizador do Concílio realizado em 1521 em Coimbra. Era capelão-mór do rei Manuel I.

Em 16 de setembro de 1540, quando era capelão-mór do rei João III, foi elevado à Arquidiocese de Lisboa pelo Papa Paulo III[1], tomando posse da arquidiocese em 8 de novembro[1]. Durante a sua prelazia, mandou construir o Palácio da Mitra e a Igreja Matriz, em Santo Antão do Tojal[1]. Conduziu até Castela a princesa Maria Manuela para desposar o Príncipe das Astúrias, Filipe, em 1543[1].

Foi o consagrante dos bispos Pero Fernandes Sardinha, Pedro Leitão e Bartolomeu Fernandes dos Mártires[5].

Faleceu em Lisboa em 7 de janeiro de 1564, contando com 83 anos de idade e jaz sepultado na capela-mór da Sé de Lisboa[1].

Referências

  1. a b c d e f g h Castro, 81-82
  2. Machado e Farinha
  3. a b Rebello da Silva.
  4. Visconde de Santarém, 359
  5. Catholic Hierarchy.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
João Camelo de Madureira
Brasão episcopal
Bispo de Lamego

15131540
Sucedido por
Agostinho Ribeiro
Precedido por
Afonso de Portugal
Brasão arquiepiscopal
Arcebispo de Lisboa

15401564
Sucedido por
Henrique de Portugal