Ferrari F2003GA

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ferrari F2003GA
Formula one car.jpg
Visão Geral
Produção 2003
Fabricante Ferrari
Modelo
Carroceria Monoposto de corrida
Designer Ross Brawn
Rory Byrne
Ficha técnica
Motor Ferrari 052 V10
Transmissão Ferrari semi-auto 7 velocidades
Dimensões
Comprimento 4545 mm
Entre-eixos 3100 mm
Largura 1796 mm
Altura 959 mm
Peso 600 kg
Cronologia
Último
Ferrari F2002
Ferrari F2004
Próximo

O F2003-GA é o modelo da Ferrari da temporada de 2003 da F-1. Condutores: Michael Schumacher e Rubens Barrichello. Os pilotos utilizaram esse chassi a partir do GP da Espanha até o final da temporada. O "GA"[1] que aparece no chassi, é em homenagem a Gianni Agnelli, que faleceu em janeiro de 2003.[2] Com o chassi F2003-GA, a equipe conquistou o campeonato de pilotos com Schumacher e o de construtores em 2003.

Resumo da temporada com o F2003GA[editar | editar código-fonte]

No início da temporada foi utilizado o F2002, que foi um carro impressionante por seu domínio na temporada de 2002, vencendo 14 dos 15 GPs que foi utilizado. O F2003GA foi baseado no anterior com linhas parecidas. Porém o desempenho não era o mesmo, até por isso atrasaram a sua estreia, que foi no quinto GP da temporada, o da Espanha.

A equipe vinha mais ou menos no campeonato, Schumacher estava com 18 pontos, 14 a menos que o líder, e Barrichello estava com 14 pontos. Na estreia do carro, Schumacher conquista a sua segunda vitória e fica próximo de Kimi Räikkönen, então líder do campeonato e que não completou a corrida. Três GPs mais tarde, Schumacher assumia a liderança pela primeira vez no ano com quatro vitórias conquistadas. A Ferrari não chegava nem perto do desempenho do ano anterior mas era, pelo menos, eficiente. Após a vitória no Canadá, Schumacher só foi vence nos GPs que acabaram sendo decisivos, o da Itália, e o dos EUA que acabou deixando-o em ótimo estado para conquistar o título. Mas nesses cinco GPs, o máximo que conquistou foi um terceiro lugar na França e teve um péssimo desempenho na Hungria, chegando em oitavo, uma volta atrás do vencedor que foi o jovem Fernando Alonso. Barrichello havia conquistado quatro terceiros lugares, além da brilhante vitória no GP da Inglaterra. Porém teve os três únicos abandonos com F2003GA, na Alemanha e EUA por acidente, e na Hungria por uma quebra da suspensão traseira na reta.

No último GP do ano, só Schumacher e Räikkönen tinham chances de título, mas Räikkönen estava em situação muito difícil, pois Schumacher só precisava chegar em oitavo, mesmo ele vencendo. A situação de Räikkönen piorou no treino qualificativo, mesmo Schumacher tendo problemas e tendo que largar em 14º lugar, Kimi conseguiu apenas a oitava posição. O GP que parecia estar fácil para o título de Schumacher, ficou emocionante quando Räikkönen estava em segundo e Schumacher teve que trocar o bico, por ter colidido em Takuma Sato. Mas no fim não adiantou os esforços de Kimi, pois Barrichello venceu a prova e Schumacher chegou em oitavo. Os títulos de construtores e pilotos vieram, o quinto consecutivo de equipes e o quarto de pilotos, inclusive com a quebra do recorde de títulos de Juan Manuel Fangio por Schumacher, que nesse ano mesmo não sendo brilhante, conquistou o seu hexacampeonato.

Resultados[3][editar | editar código-fonte]

(legenda) (em negrito indica pole position e itálico volta mais rápida)

Ano Chassi Motor Pneus Pilotos 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 Pontos Posição
AUS MAL BRA SMR ESP AUT MON CAN EUR FRA GBR GER HUN ITA USA JAP
2003 F2003-GA Ferrari 052
V10
B 1 Alemanha Michael Schumacher* 1 1 3 1 5 3 4 7 8 1 1 8 126*1
(158)
2 Brasil Rubens Barrichello 3 3 8 5 3 7 1 Ret Ret 3 Ret 1

* Campeão da temporada.

↑1 Até a quarta prova do campeonato utilizou o chassi F2002 marcando 32 pontos.

Referências

  1. «Ferrari apresenta novo carro, dedicado ao ex-presidente da Fiat». Folha UOL. Consultado em 7 de fevereiro de 2003. 
  2. «Giovanni Agnelli, da Fiat, morre aos 81». Folha UOL. Consultado em 25 de janeiro de 2003. 
  3. «Ferrari F2003-GA» (em inglês). STATS F1.