Ferreira do Alentejo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ferreira do Alentejo
Brasão de Ferreira do Alentejo Bandeira de Ferreira do Alentejo

Chapel of Calvario, Ferreira do alentejo.jpg
Capela do Calvário, ex-libris de Ferreira do Alentejo.
Localização de Ferreira do Alentejo
Gentílico Ferreirense
Área 648,25 km²
População 8 255 hab. (2011)
Densidade populacional 12,7  hab./km²
N.º de freguesias 4
Presidente da
câmara municipal
Aníbal Reis Costa (PS)
Fundação do município
(ou foral)
1516
Região (NUTS II) Alentejo
Sub-região (NUTS III) Baixo Alentejo
Distrito Beja
Província Baixo Alentejo
Orago Nossa Senhora da Assunção
Feriado municipal 5 de março
Código postal 7900
Sítio oficial ferreiradoalentejo.pt

geral@cm-ferreira-alentejo.pt

Municípios de Portugal Flag of Portugal.svg

Ferreira do Alentejo é uma vila portuguesa pertencente ao Distrito de Beja, região do Alentejo e sub-região do Baixo Alentejo, com cerca de 3 700 habitantes em 2013.[1]

É sede de um município com 648,25 km² de área[2] e 8 255 habitantes (2011),[3][4] subdividido em 4 freguesias.[5] O município é limitado a norte pelos municípios de Alcácer do Sal e de Alvito, a leste por Cuba e por Beja, a sul por Aljustrel, a sudoeste por Santiago do Cacém e a oeste por Grândola.

A povoação humana no concelho remonta à antiguidade, existindo vestígios pré-históricos e da Civilização romana.[6] A vila foi depois parte da Ordem de Santiago da Espada, tendo o seu primeiro foral sido passado em 5 de Março de 1516 por D. Manuel I.[7]

População[editar | editar código-fonte]

Número de habitantes [8]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
5 895 7 031 8 104 8 401 9 787 10 115 12 472 14 576 15 637 14 894 11 223 11 244 10 075 9 010 8 255

(Obs.: Número de habitantes que tinham a residência oficial neste concelho à data em que os censos se realizaram.)

Número de habitantes por Grupo Etário [9]
1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
0-14 Anos 2 670 3 477 3 473 4 005 4 673 4 603 3 806 2 580 2 352 1 841 1 156 1 012
15-24 Anos 1 582 1 576 2 057 2 541 2 598 2 863 2 520 1 550 1 615 1 336 1 179 777
25-64 Anos 3 684 4 148 4 025 5 156 6 297 7 124 7 464 5 840 5 443 4 938 4 430 4 256
= ou > 65 Anos 437 492 488 679 833 996 1 104 1 255 1 834 1 960 2 245 2 210
> Id. desconh 10 7 76 28 37

(Obs.: De 1900 a 1950 os dados referem-se à população presente no concelho à data em que eles se realizaram. Daí que se registem algumas diferenças relativamente à designada população residente.)

Freguesias[editar | editar código-fonte]

Freguesias do concelho de Ferreira do Alentejo.
O concelho de Ferreira do Alentejo é constituído por 4 freguesias:

0

0

Antes na união administrativa, as freguesias de Ferreira do Alentejo, Alfundão, Canhestros e Peroguarda existiam de forma autónoma umas das outras.[10]

Política[editar | editar código-fonte]

Eleições autárquicas[editar | editar código-fonte]

Data % V % V
APU/CDU PS
1976 47,33 3 46,84 2
1979 61,20 4 25,06 1
1982 52,59 3 34,47 2
1985 53,61 3 36,06 2
1989 46,35 3 38,99 2
1993 32,87 2 53,82 3
1997 38,07 2 52,65 3
2001 29,69 2 52,13 3
2005 37,10 2 50,72 3
2009 36,55 2 55,90 3
2013 32,44 2 53,35 3
2017 20,52 1 67,96 4

Eleições legislativas[editar | editar código-fonte]

Data %
PCP PS PSD CDS UDP APU/CDU AD FRS PRD PSN B.E. PAN PàF
1976 44,97 33,78 6,14 3,74 1,04
1979 APU 25,02 AD AD 0,76 50,54 16,97
1980 FRS 0,77 47,41 24,50 19,96
1983 31,45 10,15 2,80 0,32 50,02
1985 23,32 10,82 1,59 0,72 45,15 12,12
1987 CDU 23,15 20,42 2,12 0,85 39,96 6,23
1991 30,75 26,41 2,01 31,84 0,85 1,03
1995 53,37 11,56 2,73 0,72 27,31
1999 48,95 12,49 3,63 28,69 0,25 1,53
2002 48,03 18,90 3,78 22,96 1,87
2005 55,13 9,96 2,92 22,95 4,08
2009 41,73 11,35 4,88 29,16 7,82
2011 35,24 20,40 7,10 25,43 4,75 0,64
2015 41,32 PàF PàF 23,80 8,03 0,80 17,47

Caracterização[editar | editar código-fonte]

Geografia[editar | editar código-fonte]

A vila de Ferreira do Alentejo está situada a cerca de 24 Km da cidade de Beja, capital do Distrito.[7] Localiza-se numa pequena elevação, a cerca de 141 m de altitude,[10] na zona do Planalto das Naves, uma região de vastas planícies.[11] Situa-se na margem direita da Ribeira de Safrino, um afluente da Ribeira da Figueira, que por sua vez desagua no Rio Sado.[10] Os solos são principalmente do Período terciário.[10]

Na freguesia de Odivelas, existe uma Barragem hidroagrícola.[10]

Economia[editar | editar código-fonte]

A região de Ferreira do Alentejo é essencialmente agrícola, produzindo principalmente cereais, azeite, cortiça, vinho e gado lanígero.[10] Possui uma indústria baseada na lã, em lagares e nos lacticínios, destacando-se a sua produção queijeira.[10]

Vegetação junto à Barragem de Odivelas.

Fauna e Flora[editar | editar código-fonte]

A região de Ferreira do Alentejo é um local de transições e contrastes: dos barros às areias, do montado aos pinhais... Assim, nesta zona não faltam espécies bem típicas de árvores e plantas, como os sobreiros, as azinheiras e as oliveiras, bem como a esteva, a giesta, o rosmaninho e a urze.[carece de fontes?] As principais espécies florestais no concelho são o sobro e o azinho.[10]

Por aqui, podem observar-se cerca de 215 espécies de aves, das quais se podem destacar a carriça, a tarambola-dourada, o pisco-de-peito-azul, a galinha-de-água, o falcão-pequeno, a garça-real, a cegonha-branca, entre outras que visitam e nidificam neste território.[carece de fontes?]

Nas ribeiras, albufeiras, barragens e canais fervilham inúmeras espécies de peixe, tais como: achigãs, carpas, bordalos, lúcios e sável, fazendo os encantos de qualquer pescador.[carece de fontes?]

Este é, também, o território do javali, do coelho, da lebre, do texugo, da raposa, que aguçam e predispõem para a caça.[12]

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima em Ferreira do Alentejo é quente e temperado. Segundo a classificação climática de Köppen-Geiger, a classificação do clima é Csa. A temperatura média anual é de 16.7 °C. A pluviosidade média anual é de 557 mm.

No mês de julho, que é o mês mais seco, a precipitação é de 2 mm. A maioria da precipitação cai em dezembro, com uma média de 82 mm. A temperatura média no mês de agosto é de 24.0 °C, sendo o mês mais quente do ano. Em janeiro, a temperatura média é 10.5 °C. Esta é a temperatura média mais baixa de todo o ano.[13]

Cultura[editar | editar código-fonte]

Música e artesanato[editar | editar código-fonte]

No concelho de Ferreira do Alentejo, uma das principais tradições culturais é a do cante alentejano, tanto na sede do concelho como nas várias freguesias.[10]

Na transição para o século XXI, existia uma indústria de artesanato, baseada principalmente nas miniaturas de carroças e em brinquedos de madeira.[10]

O feriado municipal é em 5 de Março, e a feira anual é realizada entre 16 e 17 de Dezembro.[10] Também existe uma importante festa religiosa em 8 de Dezembro, em honra de Nossa Senhora da Conceição.[10]

Orago[editar | editar código-fonte]

O orago de Ferreira do Alentejo é Nossa Senhora da Assunção.[7]

Gastronomia[editar | editar código-fonte]

Ferreirenses

Em Ferreira do Alentejo, pratica-se a boa e típica cozinha alentejana, onde predominam as seguintes iguarias:[14]

Associações culturais, desportivas e recreativas[editar | editar código-fonte]

  • Casa do Povo de Ferreira do Alentejo
  • Corpo Nacional de Escutas - Agrupamento 1071
  • APVG - Associação Portuguesa dos Veteranos de Guerra
  • Associação Cultural Desportiva e Recreativa de Canhestros
  • Clube Os Falcões da Planície
  • Associação Cultural de Caça e Pesca de Ferreira do Alentejo
  • Associação Sócio-Cultural dos Gasparões e Aldeia do Rouquenho
  • Centro de Recreio e Convívio de Olhas
  • Clube Corricão do Sul Alentejo
  • Sociedade Filarmónica Recreativa de Ferreira do Alentejo
  • Ginásio Clube Ferreirense
  • Sporting Clube Ferreirense
  • Velo Clube Os Leões de Ferreira do Alentejo
  • Núcleo Motard 5ª Velocidade
  • Grupo Desportivo de Odivelas

História[editar | editar código-fonte]

Ara funerária romana, encontrada em Alfundão.

Fundação[editar | editar código-fonte]

As origens da ocupação humana no território do concelho de Ferreira do Alentejo são muito antigas, existindo vestígios desde a pré-história.[6] Foi encontrado espólio remontando ao final do período Neolítico, ao longo das margens da ribeira de Vale d'Ouro e no povoado de Porto Torrão.[carece de fontes?]

A tradição popular indica que existia uma importante cidade romana perto de Ferreira do Alentejo, denominada de Singa.[7] Restam ainda alguns vestígios do domínio romano no concelho.[10]

Época medieval e moderna[editar | editar código-fonte]

O concelho foi doado, em 1233[carece de fontes?], à Ordem de Santiago da Espada,[7] que construiu um castelo[7], na zona mais alta e estratégica de Ferreira do Alentejo.[carece de fontes?] Porém, segundo a tradição popular, este castelo terá sido fundado por D. Gualdim Pais, da Ordem dos Templários.[7] A vila foi depois passada para a jurisdição dos Duques de Aveiro, tendo depois passado para a coroa quando os bens desta casa foram confiscados.[7]

Em termos religiosos, está dependente da arquidiocese de Évora. Só em época mais tardia se definiu a circunscrição administrativa autónoma pelo foral da Leitura Nova, concedido em Lisboa[carece de fontes?] a 5 de março de 1516 por D. Manuel I.[7] Este foral terá depois desaparecido, pelo que o rei D.Sebastião ordenou a elaboração de um novo documento, que foi preservado na Câmara Municipal.[10]

Também no Século XVI foram construídas as igrejas Matriz, do Espírito Santo e da Misericórdia, tendo esta última sido concluída em 1595.[7]

Em 1740, foi construído um cruzeiro em Alfundão, no âmbito do centenário da Restauração da Independência.[10]

Em 1838, por deliberação da Junta de Paróquia, o castelo, já arruinado, foi demolido e, no seu lugar, construiu-se o cemitério público.[carece de fontes?]

O topónimo da vila está intimamente ligado a uma tradição popular, a lenda da cidade de Singa, que afirma que, por volta do século V, uma valorosa mulher, esposa de um ferreiro, defendeu o povoado dos invasores bárbaros.[15]

Século XX[editar | editar código-fonte]

Em 1911, foi demolida a Igreja do Espírito Santo.[10]

Em meados do Século XX, o concelho tinha uma economia essencialmente agrícola, com uma rica produção de cereais, azeite, cortiça e vinho, e uma grande exploração pecuária, especialmente de gado lanígero.[7] Possuía fábricas de lacticínios e de tecidos, baseadas principalmente no gado criado no concelho, uma moagem e um lagar.[7] Também existia uma mina de manganésio, denominada de Lagoas-do-Paço.[7] Nessa altura, a vila tinha uma estação telefónica e de telégrafo postal, escola primária, tutoria de infância, Casa da Misericórdia, hospital, posto da Guarda Nacional Republicana, Caixa de Crédito Agrícola, sindicato agrícola, filarmónica, cine-teatro.[7]

Até finais do Século, a vila de Ferreira do Alentejo era um ponto de passagem entre o Algarve e o Norte do país, vantagem que perdeu devido à construção de novos eixos viários que procuravam os percursos mais curtos e fáceis entre os principais pontos, afastando-se da vila.[11] Desta forma, Ferreira do Alentejo, como sucedeu com outras localidades nesta região do Alentejo, ficou isolada das principais rotas comerciais.[11]

Património[editar | editar código-fonte]

Capela do Calvário
  • Igreja Paroquial de Ferreira do Alentejo
  • Capela do Calvário ou Capela de Santa Maria Madalena ou Igreja das Pedras
  • Igreja Paroquial de Vilas Boas
  • Igreja Paroquial de São Sebastião ou Igreja Paroquial de Nossa Senhora da Luz
  • Paços do Concelho
  • Igreja Paroquial de Santa Margarida do Sado
  • Igreja Paroquial de Santo Estevão

Personalidades históricas[editar | editar código-fonte]

  • Comendador Luís António Infante Passanha (Ferreira do Alentejo, 1829-1892)
  • Visconde de Ferreira do Alentejo (Ferreira do Alentejo, 1844-1925)
  • Luís Maldonado Vivião Passanha
  • Júlio Marques de Vilhena (Ferreira do Alentejo, 1845 - Lisboa, 1928)
  • Padre José Mendes Alcobia (Pias-Ferreira do Zêzere, 1914 - Beja, 2003)
  • Mariano Feio (Beja, 1914 - Ferreira do Alentejo, 2001)
  • Michel Giacometti (Zicavo, 1929 - Faro, 1990)
  • Aníbal Coelho da Costa (Boliqueime, 1930 - Ferreira do Alentejo, 2011)

Geminações[editar | editar código-fonte]

O concelho de Ferreira do Alentejo é geminado com os seguintes municípios:[16]

Heráldica[editar | editar código-fonte]

FAL.png
Armas: Escudo de prata, com uma torre torreada a negro, aberta e iluminada do campo, entre a cruz da Ordem de Santiago a vermelho, carregado por uma vieira de ouro sobre o cruzamento e por um ferreiro de carnação com avental a negro, sustendo nas mãos um martelo e uma tenaz, também a negro. Em chefe, quatro espigas de trigo de ouro folhadas a verde, em pala. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco com legenda a negro: "VILA DE FERREIRA DO ALENTEJO".[17]
Pt-fal1.png
Bandeira: Fundo a verde. Cordões e borlas de prata e verde. Haste e lança de ouro.[17]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Bibliografia recomendada[editar | editar código-fonte]

  • VALERA, António; et al. (2018). Ferreira, 5000 anos de história: comemorações dos 500 anos do foral manuelino de Ferreira do Alentejo. Ferreira do Alentejo: Câmara Municipal de Ferreira do Alentejo. 177 páginas. ISBN 978-989-95743-7-3 
  • PINA, Maria João Augusto (2016). Ferreira e as suas cartas de foral. Ferreira do Alentejo: Câmara Municipal de Ferreira do Alentejo. 70 páginas. ISBN 978-989-95743-6-6 
  • PINA, Maria João (2013). Receitas da agenda: Ferreira do Alentejo, receitas tradicionais. Ferreira do Alentejo: Câmara Municipal de Ferreira do Alentejo. 57 páginas 
  • Região Alentejo em números 2014. Lisboa: Instituto Nacional de Estatística. 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ferreira do Alentejo

Referências

  1. INE (2013). Anuário Estatístico da Região Alentejo 2012 (PDF). Lisboa: Instituto Nacional de Estatística. p. 31. ISBN 978-989-25-0214-4. ISSN 0872-5063. Consultado em 5 de maio de 2014 
  2. Instituto Geográfico Português (2013). «Áreas das freguesias, municípios e distritos/ilhas da CAOP 2013» (XLS-ZIP). Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2013. Direção-Geral do Território. Consultado em 28 de novembro de 2013 
  3. INE (2012). Censos 2011 Resultados Definitivos – Região Alentejo (PDF). Lisboa: Instituto Nacional de Estatística. p. 100. ISBN 978-989-25-0182-6. ISSN 0872-6493. Consultado em 27 de julho de 2013 
  4. INE (2012). «Quadros de apuramento por freguesia» (XLSX-ZIP). Censos 2011 (resultados definitivos). Tabelas anexas à publicação oficial; informação no separador "Q101_ALENTEJO". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 27 de julho de 2013 
  5. Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro: Reorganização administrativa do território das freguesias. Anexo I. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Suplemento, de 28/01/2013.
  6. a b Dicionário Enciclopédio Koogan Larousse Selecções. Volume 2 de 3 5.ª ed. Lisboa: Selecções do Reader's Digest. 1981 [1977]. p. 1208. 1678 páginas 
  7. a b c d e f g h i j k l m n Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira. Volume 11 de 37. Lisboa: Editorial Enciclopédica, Lda. p. 195. 1027 páginas 
  8. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  9. INE - http://censos.ine.pt/xportal/xmain?xpid=CENSOS&xpgid=censos_quadros
  10. a b c d e f g h i j k l m n o p Enciclopédia Verbo Luso-Brasileira de Cultura. Volume 11. Lisboa e São Paulo: Editorial Verbo. 1999. p. 1197-1199. 1407 páginas. ISBN 972-22-1963-4 
  11. a b c Portugal Monumental: Inventário Ilustrado. Volume 7 de 12. Lisboa: Edições NovaGesta. 1994. p. 184-187. 287 páginas 
  12. «Património Natural - Município de Ferreira do Alentejo». www.ferreiradoalentejo.pt. Consultado em 6 de julho de 2017 
  13. «Clima: Ferreira do Alentejo - Gráfico climático, Gráfico de temperatura, Tabela climática - Climate-Data.org». pt.climate-data.org. Consultado em 6 de julho de 2017 
  14. «Gastronomia - Município de Ferreira do Alentejo». www.ferreiradoalentejo.pt. Consultado em 6 de julho de 2017 
  15. «Historia Social e Política - Município de Ferreira do Alentejo». www.ferreiradoalentejo.pt. Consultado em 6 de julho de 2017 
  16. «Geminações de Cidades e Vilas - Ferreira do Alentejo». www.anmp.pt. Consultado em 6 de julho de 2017 
  17. a b «Ordenação heráldica do brasão e bandeira de Ferreira do Alentejo». www.ngw.nl. Consultado em 6 de julho de 2017 


Concelhos do Distrito de Beja Mapa do distrito de Beja
Aljustrel
Almodôvar
Alvito
Barrancos
Beja
Castro Verde
Cuba
Ferreira do Alentejo
Mértola
Moura
Odemira
Ourique
Serpa
]Vidigueira
Aljustrel
Almodôvar
Alvito
Barrancos
Beja
Castro Verde
Cuba
Ferreira do Alentejo
Mértola
Moura
Odemira
Ourique
Serpa
Vidigueira

0

0