Ferrovia Bandeirantes S/A

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ferrovia Bandeirantes S/A
Info/Ferrovia
Locomotiva da Ferroban 7812 (GE U20C), em Bauru-SP.
Informações principais
Área de operação São Paulo, Mato Grosso do Sul
Tempo de operação 1998–2002
Extensão 4.186 km
Sede Brasil São Paulo, Brasil
Ferrovia(s) antecessora(s)
Ferrovia(s) sucessora(s)

FEPASA
RFFSA
Brasil Ferrovias
Especificações da ferrovia
Bitola Métrica, larga e mista.

Ferrovias Bandeirantes S/A ( ou Simplesmente Ferroban), empresa de transição que arrematou a Malha Paulista da Rede Ferroviária Federal em 1998, em processo de privatização, após a transferência da FEPASA pelo Estado de São Paulo para a Rede Ferroviária Federal. O grupo privado foi liderado pela PREVI, do estatal Banco do Brasil, e pelo Banco Chase Manhattan. Foram adquiridos 4.186 km, das quais 1.463 km em bitola larga, 2.427 km em bitola métrica e 296 km em bitola mista.[1] Possui ligações aos portos marítimos de Santos, COSIPA, e de portos fluviais nos rios Tietê e Paraná.[1]

Originalmente da Malha Paulista (ex Fepasa) da Rede Ferroviária Federal, no processo de privatização sofreu duas cisões: O trecho de Vale Fértil a Uberlândia ficou sob o controle da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), e os trechos de Iperó a Apiaí e Rubião Junior a Presidente Epitácio, ficou sob o controle da Ferrovia Sul Atlântico S/A (FSA); que posteriormente passou a ser denominada América Latina Logística (ALL).

Em 2002 foi fundida com a Ferronorte S/A (Ferronorte) e a Ferrovia Novoeste S/A, formando o Grupo Brasil Ferrovias S/A.

Em 2004 foi cindido do grupo a Novoeste, que passou a ser denominado Nova Novoeste; nesta cisão o trecho de Mairinque a Bauru passou a fazer parte da Nova Novoeste.

Em 2006 os controladores da Brasil Ferrovias e da Novoeste Brasil trocaram suas ações com os controladores da ALL e estas passaram a fazer parte do Grupo América Latina Logística.

Referências

  1. a b RODRIGUES, Paulo Roberto Ambrosio - Introdução aos Sistemas de Transporte no Brasil e à Logística Internacional - Edições Aduaneiras Ltda - 2000 - São Paulo - Pg. 44 - ISBN 85-7129-239-6
Ícone de esboço Este artigo sobre transporte ferroviário é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.