Festival Internacional da Canção 1966

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O Festival Internacional da Canção de 1966 foi a primeira edição do FIC. Aconteceu entre os dias 22 e 30 de outubro de 1966, no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. Foi organizado pelo governo do estado da Guanabara e transmitido pela TV Rio.[1]

A fase nacional foi vencida pela canção "Saveiros" de Dori Caymmi e Nelson Motta interpretada por Nana Caymmi, ficando em segundo lugar "O Cavaleiro" de Geraldo Vandré e Tuca cantada pela última e, em terceiro lugar, "Dia das rosas" de Luiz Bonfá e Maria Helena Toledo defendida por Maysa. A etapa internacional foi ganhada por "Frag Den Wind" de Helmut Zacharias e Carl J. Schauber interpretada por Inge Brück, representando a Alemanha. O Brasil, representado por Nana Caymmi terminou a competição no segundo lugar.[1]

Fase Nacional[editar | editar código-fonte]

Seleção[editar | editar código-fonte]

Se inscreveram para a fase nacional do festival um total de 1956 canções. As 36 selecionadas foram anunciadas em 31 de agosto, enquanto os intérpretes foram anunciados em 22 de setembro de 1966.[1]

Formato[editar | editar código-fonte]

As 36 canções selecionadas foram divididas em duas eliminatórias (22 e 23 de outubro) com 18 canções cada. Após a conclusão da segunda eliminatória, foram anunciadas as 14 finalistas.[1][2]

Final Nacional[editar | editar código-fonte]

A final nacional aconteceu em 24 de outubro de 1966, no Maracanãzinho, Rio de Janeiro. O Resultado foi o seguinte:[1]

Fase Internacional[editar | editar código-fonte]

Formato[editar | editar código-fonte]

A fase internacional tinha representantes de 27 países diferentes[3] divididas em duas eliminatórias (27 e 28 de outubro), avançando um total de 14 canções para a final. Vale ressaltar que nesta edição o Brasil também participou da fase eliminatória.[1][4]

Primeira Eliminatória[editar | editar código-fonte]

Ordem País Interprete(s) Canção Resultado
1  Venezuela German Rivas "El Banco del Amor" Eliminada
2 Iugoslávia Anica Zubovic "Diga-me Querida" Eliminada
3 Flag of Spain.svg Espanha Dúo Dinamico "Un Día LLegará" Finalista
4 Suíça Bob Azzan "Appelle-Moi" Eliminada
5  Itália Lucia Altieri "Se Potessi Amare Te" Finalista
6  Colômbia Los Tolimenses "Me LLevarás en Ti" Eliminada
7  Hungria Joszef Nemeth "A Stranger in my Hometown" Finalista
8  Peru Betty Misiego "Maria Sueños" Finalista
9  União Soviética Eduard Khil "A Lyudi Ukhodyat V More" Finalista
10  México Roberto Cantoral "La Piel" Eliminada
11  França Guy Mardel "L'Amour Toujours L'Amour" Finalista
12  Chile Glória Simonetti "Rosa Triste" Eliminada
13 Portugal Portugal Simone de Oliveira "Começar de Novo" Finalista
14  Áustria Udo Jurgens "Geh' Vorbei" Finalista

Segunda Eliminatória[editar | editar código-fonte]

A canção que representaria Trinidad e Tobago, que seria a antepenúltima canção a ser apresentada na segunda eliminatória, foi desclassificada, pois o intérprete ainda não havia chegado a tempo ao Rio de Janeiro.[5]

Ordem País Interprete(s) Canção Resultado
1  Bélgica Chanteclair "Le Danseur de Corde" Eliminada
2  Argentina Juan Ramón "No sé dicie adiós" Eliminada
3  Polónia Irene Santor "We Are Alredy So Far Each Other" Eliminada
4  Canadá Allan Blye "It Never Came To Be" Eliminada
5  Paraguai Amabay "En Una Noche Azul" Eliminada
6  Alemanha Inge Brück "Frag Den Wind" Finalista
7  Brasil Nana Caymmi "Saveiros" Finalista
8  Israel Rivka Raz "Raprida" Finalista
9  Japão Chiemi Eri "Watashi Dake No Anata" Finalista
10  Suécia Lill Lindfords "Hey Tyste Man, Hey!" Eliminada
11  Reino Unido Wayne Fontana "Gina" Finalista
12 Trindade e Tobago Mighty Sparrow "No Money, No Love" Desclassificada
13  Grécia Yovanna "Fire" Eliminada
14  Estados Unidos Goggi Grant "Song of Nostalgia" Finalista

Final Internacional[editar | editar código-fonte]

A final internacional aconteceu em 30 de outubro de 1966, no Maracanãzinho, Rio de Janeiro. O Resultado foi o seguinte:[1][5][6]

Ordem País Interprete(s) Canção Resultado
1 Flag of Spain.svg Espanha Dúo Dinamico "Un Día LLegará"
2  Itália Lucia Altieri "Se Potessi Amare Te"
3  Hungria Joszef Nemeth "A Stranger in my Hometown"
4  Peru Betty Misiego "Maria Sueños"
5  União Soviética Eduard Khil "A Lyudi Ukhodyat V More"
6  França Guy Mardel "L'Amour Toujours L'Amour"
7 Portugal Portugal Simone de Oliveira "Começar de Novo"
8  Áustria Udo Jurgens "Geh' Vorbei"
9  Alemanha Inge Brück "Frag Den Wind"
10  Brasil Nana Caymmi "Saveiros"
11  Israel Rivka Raz "Raprida"
12  Japão Chiemi Eri "Watashi Dake No Anata"
13  Reino Unido Wayne Fontana "Gina"
14  Estados Unidos Goggi Grant "Song of Nostalgia"

Referências

  1. a b c d e f g MELLO, Zuza Homem de. A ERA DOS FESTIVAIS: UMA PARÁBOLA. Editora 34. 2003
  2. «Brasileiros abriram Festival da Canção no Maracanãzinho». Jornal do Brasil. 23 de outubro de 1966. Consultado em 8 de março de 2018 
  3. «No próximo ano 32 países concorrerão». Jornal do Brasil. 1 de novembro de 1966. Consultado em 8 de março de 2018 
  4. «Aberta a segunda parte do festival com 14 estrangeiros». Jornal do Brasil. 29 de outubro de 1966. Consultado em 5 de fevereiro de 2021 
  5. a b «Festival da Canção escolhe as finalistas para esta noite». Jornal do Brasil. 30 de outubro de 1966. Consultado em 8 de março de 2018 
  6. «Encerrado o Festival da Canção com música do Brasil em 2º lugar». O Jornal. 1 de novembro de 1966. Consultado em 5 de fevereiro de 2021 
Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.