Festival Termómetro Unplugged

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Festival Termómetro é um festival-concurso de música acústica criado pelo radialista e apresentador de televisão Fernando Alvim que teve lugar pela primeira vez na cidade do Porto, em 1994. O festival começa todos os anos no início do outono, por diversas cidades de Portugal. Tem como propósito divulgar novos artistas emergentes em Portugal.

De entre todas as submissões recebidas, a organização selecciona as 24 melhores bandas e divide-as por várias etapas, realizadas por todo o país (e até em Espanha, no caso das mais recentes edições). Daí, são escolhidas 5 bandas para actuar na Final, onde é consagrado o grande vencedor do Festival Termómetro.[1]

O Festival Termómetro foi a rampa de lançamento para artistas consagrados como os vencedores Silence 4, Mazgani ou Blind Zero. No entanto, pelo festival também participaram grandes nomes da música portuguesa, então em início de carreira. A lista inclui artistas como Ornatos Violeta, Ana Bacalhau, B Fachada, Capicua, Alex D’Alva Teixeira, DJ Ride, Linda Martini, Richie Campbell, Salto, Marta Ren, Tatanka, Terrakota, Noiserv ou You Can’t Win, Charlie Brown.

Em Janeiro de 2020, serão assinalados os 25 anos do Festival, com a final a acontecer no dia 25 de Janeiro, no Lisboa ao Vivo, em Lisboa[2].

História[editar | editar código-fonte]

Nas primeiras edições, designadas de Festival Termómetro Unplugged, o evento "premeia a originalidade em detrimento da imitação", ao impor como regra de participação "o uso obrigatório de instrumentos acústicos por parte de todas as bandas participantes"[3].

Os primeiros vencedores do Festival foram os portuenses Blind Zero, numa edição que também contou com a participação de conjuntos como os Alucina Eugénio ou Ornatos Violeta. Após a vitória no Festival, os Blind Zero assinam contrato com uma editora discográfica, lançam o seu primeiro álbum - 'Trigger', que chega a Disco de Ouro com 20 mil cópias vendidas. Nos anos seguintes, o número de participações duplica a cada edição e várias editoras associam-se ao Festival, através de colectâneas ou da promessa de um álbum editado ao vencedor.[4]

Adaptado aos tempos do mercado musical, o Festival Termómetro ofereceu nas primeiras edições ao seu vencedor a gravação de pequenos álbuns. Actualmente, o vencedor terá acesso a 20 horas de gravação em estúdio, um videoclipe e concertos agendados nas próximas edições dos festivais NOS Alive e BONS SONS.[5]

Edições Anteriores[editar | editar código-fonte]

Ano Vencedor
1994 Blind Zero
1995 Bad Legacy
1996 Silence 4
1997 Feed
1998 Big Fat Mamma
1999 Slamo
2000 Rita Cardoso
2001 Não houve edição.
2002 Stowaways
2003 Alla Polacca
2004 Sinapse
2005 Mazgani
2006 Yesterday
2007 Fábrica de Sonhos
2008 Bass-off
2009 Não houve edição.
2010 Black Taxi
2011 Iconoclasts
2012 Crisis
2013 Quelle Dead Gazelle
2014 Soldier's Heart
2015 Whales
2016 Eden Lewis II
2017 Quartoquarto
2018 Jaguar Jaguar
2019 A decorrer.


Ícone de esboço Este artigo sobre Festivais de Música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. «Festival Termómetro». www.facebook.com. Consultado em 19 de janeiro de 2020 
  2. «FINAL - Festival Termómetro». www.facebook.com. Consultado em 19 de janeiro de 2020 
  3. «Termometro Unplugged - FAQ'S». centroatl.pt. Consultado em 19 de janeiro de 2020 
  4. «Termometro Unplugged - Historial». centroatl.pt. Consultado em 19 de janeiro de 2020 
  5. «FINAL - Festival Termómetro». www.facebook.com. Consultado em 19 de janeiro de 2020