Festival de Glastonbury

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Festival de Glastonbury
Glastonbury Festival of Contemporary Performing Arts
Área em frente ao palco principal.
Período de atividade 1970–presente
Local(is) Pilton, Inglaterra
 Reino Unido
Data(s) Três dias, no último fim de semana de junho
Página oficial glastonburyfestivals.co.uk

O Festival de Glastonbury (em inglês: Glastonbury Festival, também conhecido apenas como Glasto), oficialmente Glastonbury Festival of Contemporary Performing Arts, é o segundo maior[1] festival de música a céu aberto do mundo. Conhecido principalmente por suas apresentações musicais, também possui atrações de dança, humor, teatro, circo, cabaré e outras formas de arte. Em 2005, a área do festival cobria cerca de 3,6 quilômetros quadrados e teve por volta de 385 apresentações ao vivo.[2] Em 2007, Amy Winehouse apresentou-se naquele palco em um dia chuvoso e o maior público foi de aproximadamente 135.000 pessoas. Em 2009, com apresentação de Bruce Springsteen o festival aconteceu no sudoeste da Inglaterra, em Worthy Farm entre as pequenas aldeias de Pilton e Pylle em Somerset, a seis milhas a leste de Glastonbury. Tem a duração de aproximadamente três dias, no último fim de semana de junho.

Criado por Michael Eavis, como muitos dos festivais criados no mesmo período, Glastonbury foi influenciado pela cultura hippie e especialmente pelo Festival da Ilha de Wight. Eavis declarou que decidiu organizar o primeiro festival, chamado então de Pilton Festival, após assistir a uma apresentação a céu-aberto do Led Zeppelin em 1970.[3] O festival ainda mantém vestígios desta tradição, incluindo as áreas Green Futures/Healing Fields. Seu equivalente americano é o "Coachella Valley Music and Arts Festival", mais conhecido como "Coachella Festival", que acontece anualmente em abril, na Califórnia.

Referências

  1. Glastonbury Festival, 2006. "So, what is Glastonbury Festival?."
  2. Glastonbury Festival, 2005. "Glastonbury Festival Line-Up 2005."
  3. Smith, David, 2005. "Far-out Man." Em The Observer.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons