Fiódor Emelianenko

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde janeiro de 2016). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Fedor Emelianenko
Fedor Emelianenko 2012.jpg
Fedor no Nippon Budokan
Informações
Nascimento 28 de setembro de 1976 (40 anos)
Rubizhne, Oblast de Lugansk, República Socialista Soviética da Ucrânia,  União Soviética
Nacionalidade Russos russo
Outros nomes The Last Emperor (O Último Imperador)
Parentes notáveis Aleksander Emelianenko (irmão)
Altura 1,83 m
Peso 102 kg
Modalidade sambo, judô, boxe
Equipe Red Devil Sport Club
Cartel nas artes marciais mistas
Total 41
Vitórias 36
Por nocaute 11
Por finalização 16
Por decisão 9
Derrotas 4
Por nocaute 3
Por finalização 1
Sem resultado 1
Ligações externas
Página oficial:
fedoremelianenko.tv
Recorde de MMA no Sherdog

Fedor Vladimirovitch Emelianenko (em russo: Фёдор Владимирович Емельяненко, transl. Fedor Vladimirovitch Emelianenko; Rubizhne, 28 de setembro de 1976) é um lutador de artes marciais mistas (MMA) da Rússia. É o irmão mais velho de Aleksandr e Ivan Emelianenko. Muitos fãs, críticos e lutadores o consideram o maior lutador de MMA da história, entre eles, Anderson Silva, Jose Aldo, Cain Velasquez, B.J. Penn, Mauricio Shogun, Georges St. Pierre, Ronda Rousey, Jon Jones entre outros.[1][2][3][4][5][6][7][8] Em uma votação recente, Emilianenko foi eleito o melhor peso por peso de todos os tempos.[9][10] Ficou invicto por quase uma década, incluindo vitórias sobre cinco ex-campeões do UFC, cinco ex-campeões do K-1 e 3 medalhistas olímpicos.

Fedor durante uma sessão de treinamento.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Fedor Emelianenko é o segundo filho de Olga Fiodorovna e Vladimir Alexandrovitch Emelianenko. Nasceu na União Soviética mais precisamente na região da atual Ucrânia e aos dois anos de idade junto a seus pais e sua irmã mais velha, Marina, mudou-se para a cidade de Stary Oskol, no Oblast de Belgorod, cidade hoje pertencente a Rússia.

O seu interesse por esporte de combate começou com o judô e o sambo. Em 1991 terminou a escola e entrou na faculdade a qual termina em 1994. De 1995 até 1997 serviu ao Exército Russo, onde continuou o seu interesse pelo desporto de combate. Em 1999, casou-se com Oksana, e no mesmo ano nasceu sua primeira filha, Macha.[11] Em 2006, rompeu com sua esposa e começou uma nova família com sua namorada Marina. Em 29 de dezembro de 2007, sua segunda filha nasceu, Vassilissa.

Carreira no MMA[editar | editar código-fonte]

RINGS[editar | editar código-fonte]

Emelianenko fez sua estréia no MMA para a organização japonesa RINGS. Este evento tinha um conjunto diferente de regras que não permitiam que atingisse a cabeça no chão. No RINGS, Emelianenko sofreu sua primeira derrota no esporte, uma forma muito controversa contra Tsuyoshi Kohsaka, 22 de dezembro de 2000, por interrupção médica devido a um corte com 17 segundos de luta. O corte foi causado por uma cotovelada, golpe que é ilegal nas regras do evento. Emelianenko disse que essa cotovelada reabriu um corte sofrido em sua luta anterior contra Ricardo Arona.

Pride Fighting Championships[editar | editar código-fonte]

Emelianenko contra Mark Coleman no Pride 32.

Emelianenko estreou no Pride 21, 23 de junho de 2002, contra o holandês Semmy Schilt, um striker de 2,11 m, luta em que o russo venceu por decisão unânime. Em seguida, venceu Heath Hering, o que o credenciou a disputar o cinturão peso-pesado do Pride.

No dia 16 de março de 2003, no Pride 25, Emelianenko se tornou campeão dos pesados do Pride ao vencer o brasileiro Antônio Rodrigo Nogueira. Lutou três vezes no Pride, vencendo todas no primeiro assalto, antes participar do Pride Heavyweight Grand Prix 2004.

Pride Heavyweight Grand Prix 2004[editar | editar código-fonte]

Nesse GP, Emelianenko venceu respectivamente Mark Coleman, Kevin Randleman, Naoya Ogawa, e na final enfrentou novamente Rodrigo Minotauro. Esta luta foi dada como sem resultado, após o brasileiro desferir uma cabeçada acidental no russo, uma nova luta foi marcada meses depois, e assim como a primeira luta entre eles, Emelianenko venceu por decisão unânime.

Anos seguintes no Pride[editar | editar código-fonte]

Vídeo: Emelianenko demonstra sua técnica de ground and pound.

Após vencer o GP dos pesados do Pride, Emelianenko conseguiu a revanche contra o único lutador que tinha conseguido, até então, vencer o russo, o japonês Tsuyoshi Kohsaka. Emelianenko dominou a luta, e venceu a luta devido a intervenção médica.

Em seguida, no Pride Final Conflict 2005, Emelianenko conseguiu uma das maiores vitórias da carreira contra o kickboxer croata, Mirko Filipović por decisão unânime.

Affliction[editar | editar código-fonte]

No evento inaugural do Affliction, o Affliction: Banned, Emelianenko derrotou o duas vezes campeão peso-pesado do UFC, Tim Sylvia, por finalização em apenas 36 segundos do primeiro round e se tornou o primeiro campeão peso-pesado do World Alliance of Mixed Martial Arts (WAMMA).[12]

Em sua luta seguinte no Affliction, Emelianenko defendeu seu cinturão contra o ex-campeão peso-pesado do UFC, Andrei Arlovski, no Affliction: Day of Reckoning. Emelianenko nocauteou no primeiro assalto Arlovski, após o lutador bielorrusso tentar uma joelhada voadora.[13]

Strikeforce[editar | editar código-fonte]

Após o Affliction falir, Emelianenko foi para o Strikeforce. Em 7 de novembro de 2009, o lutador russo estreou com uma vitória por nocaute no segundo assalto contra o lutador norte-americano Brett Rogers.[14]

Após essa luta, Emelianenko enfrentou o brasileiro faixa-preta de jiu-jitsu brasileiro Fabrício Werdum. O lutador russo era o grande favorito, porém Werdum conseguiu finalizar Emelianenko no primeiro assalto com um triângulo, quebrando uma invencibilidade de 9 anos, 6 meses e 2 dias.[15]

Sete meses após a derrota para Werdum, Emelianenko voltou aos ringues da franquia em 13 de fevereiro de 2011, enfrentando outro brasileiro, Antônio Silva, o Pezão, em luta válida pela primeira fase do GP dos pesos-pesados do Strikeforce. Após um primeiro round equilibrado, em que dois dos árbitros marcaram 10 a 9 para o russo e outro marcou o mesmo placar para o brasileiro, Emelianenko foi amplamente dominado no segundo round. Pezão conseguiu derrubá-lo logo nos primeiros segundos do round e trabalhou a posição durante os cinco minutos, acertando dezenas de socos e tentando várias finalizações. Todos os árbitros pontuaram 10 a 8 para o brasileiro, tamanho o domínio. Com o olho direito completamente fechado, o médico impediu que Emelianenko voltasse para o terceiro round e Antônio Silva foi declarado vencedor por TKO.

Na entrevista após a luta, Emelianenko cogitou a aposentadoria. "Algo deu errado desde o início da luta e eu não consegui corrigir. Talvez seja a hora de partir. É, talvez esta tenha sido a última vez. Talvez seja a hora. Obrigado a todos por tudo. Tive uma grande, bela e longa carreira esportiva. Talvez seja a vontade de Deus que eu pare".[16] No entanto, seu contrato ainda previa mais uma luta e Emelianenko optou por cumpri-lo.

Essa segunda derrota seguida de Emelianenko agradou seu desafeto Dana White. O CEO do UFC, a maior franquia de MMA do mundo, não disfarçou a alegria em ver o russo ser derrotado novamente. Minutos após a derrota de Emelianenko, White postou em sua conta do Twitter apenas um smile, seguido de uma crítica direta ao M-1 Global, organização que gerencia a carreira do russo, ao falar "M-1 = M - acabada".[17][18] Os problemas entre os dois se devem ao fato de Emelianenko ser considerado o único grande lutador de MMA da história que nunca lutou no UFC, pois ele e White nunca chegaram a um acordo para que isso acontecesse.

Recentemente, o site Sherdog o elegeu como o maior peso-pesado de todos os tempos[19] e o maior lutador da década[20].

O retorno do "Último Imperador"[editar | editar código-fonte]

Aposentado há três anos, Fedor fez um comunicado em julho de 2015, dizendo que decidiu voltar à ativa. "O Último Imperador", como é conhecido, não luta desde a vitória sobre o brasileiro Pedro Rizzo, em 2012, e estaria treinando novamente para pisar nos cages. Fedor disse através do comunicado:

"Durante o tempo que fiquei no Ministério, ajudei a desenvolver o esporte, trabalhei junto aos presidentes de federações, identifiquei os problemas no esporte e tentei resolvê-los dentro do possível. Agora, sinto que é hora de voltar ao ringue. Pude me recuperar e curar antigas lesões. Nos últimos três anos, mantive a forma física em um nível que não é o suficiente para lutar, então, recentemente, comecei a treinar intensamente. Juntamos técnicos e atletas versáteis para me ajudar. Ainda tenho muito trabalho a fazer para entrar no ringue. Negociações com eventos estão em andamento. Quando os acordos acontecerem, teremos informações sobre data e adversário."

Os fãs do MMA comemoraram quando Scott Coker, CEO do Bellator, oficializou o retorno de Fedor Emelianenko em um evento a ser realizado no Japão na véspera do Ano Novo. Jaideep Singh, de 28 anos, foi o escolhido para encarar o russo na luta histórica na Saitama Super Arena.[21]

Imagens[editar | editar código-fonte]

Os irmãos Emelianenko: Ivan, Fedor e Aleksandr.
Treinando (2009).
Numa entrevista coletiva em Moscou, 15 de Novembro de 2009.
Vitória de Emelianenko em uma competição de sambô em 2010.

Cartel no MMA[editar | editar código-fonte]

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Estados Unidos Matt Mitrione Bellator NYC: Sonnen vs. Silva 24/06/2017 Estados Unidos Nova Iorque Estreia no Bellator.
Vitória 36-4 (1) Brasil Fábio Maldonado Decisão (majoritária) Fight Nights Global 50: Emelianenko vs. Maldonado 17/06/2016 3 5:00 Rússia São Petersburgo
Vitória 35-4 (1) Índia Jaideep Singh Nocaute Técnico (socos) Rizin Fighting Federation 30/12/2015 1 3:02 Japão Saitama Retorno da aposentadoria.
Vitória 34-4 (1) Brasil Pedro Rizzo Nocaute (socos) M1-Global: Fedor vs. Rizzo 21/07/2012 1 1:14 Japão Saitama
Vitória 33-4 (1) Japão Satoshi Ishii Nocaute (socos) Fight For Japan: Genki Desu Ka Omisoka 2011 31/12/2011 1 2:29 Japão Saitama
Vitória 32-4 (1) Estados Unidos Jeff Monson Decisão (unânime) M-1 Global: Fedor vs. Monson 20/11/2011 3 5:00 Rússia Moscou
Derrota 31-4 (1) Estados Unidos Dan Henderson Nocaute Técnico (socos) Strikeforce: Fedor vs. Henderson 31/07/2011 1 4:12 Estados Unidos Hoffman Estates, Illinois
Derrota 31-3 (1) Brasil Antônio Silva Nocaute Técnico (interrupção médica) Strikeforce: Fedor vs. Silva 13/02/2011 2 5:00 Estados Unidos East Rutherford, New Jersey
Derrota 31-2 (1) Brasil Fabrício Werdum Finalização (triângulo com chave de braço) Strikeforce: Fedor vs. Werdum 26/06/2010 1 1:09 Estados Unidos San Jose, California
Vitória 31-1 (1) Estados Unidos Brett Rogers Nocaute (soco) Strikeforce: Fedor vs. Rogers 07/11/2009 2 3:12 Estados Unidos Hoffman Estates, Illinois
Vitória 30-1 (1) Bielorrússia Andrei Arlovski Nocaute (soco) Affliction: Day of Reckoning 24/01/2009 1 1:50 Estados Unidos Anaheim, California Defendeu o Cinturão Peso Pesado do WAMMA.
Vitória 29-1 (1) Estados Unidos Tim Sylvia Finalização (mata leão) Affliction: Banned 19/07/2008 1 0:36 Estados Unidos Anaheim, Califórnia Ganhou o Cinturão Peso Pesado do WAMMA.
Vitória 28-1 (1) Coreia do Sul Hong-Man Choi Finalização (chave de braço) Yarennoka! 31/12/2007 1 1:54 Japão Saitama
Vitória 27-1 (1) Estados Unidos Matt Lindland Finalização (chave de braço) BodogFight: Clash of the Nations 14/04/2007 1 2:58 Rússia São Petersburgo
Vitória 26-1 (1) Nova Zelândia Mark Hunt Finalização (kimura) Pride Shockwave 2006 31/12/2006 1 8:16 Japão Saitama Defendeu o Cinturão Peso Pesado do Pride.
Vitória 25-1 (1) Estados Unidos Mark Coleman Finalização (chave de braço) Pride 32: The Real Deal 21/10/2006 2 1:15 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Vitória 24-1 (1) Brasil Zuluzinho Nocaute Técnico (socos) Pride Shockwave 2005 31/12/2005 1 0:26 Japão Saitama
Vitória 23-1 (1) Croácia Mirko Filipović Decisão (unânime) Pride Final Conflict 2005 28/08/2005 3 5:00 Japão Saitama Defendeu o Cinturão Peso Pesado do Pride.
Vitória 22-1 (1) Japão Tsuyoshi Kohsaka Nocaute Técnico (interrupção médica) Pride Bushido 6 03/04/2005 1 10:00 Japão Yokohama
Vitória 21-1 (1) Brasil Rodrigo Minotauro Decisão (unânime) Pride Shockwave 2004 31/12/2004 3 5:00 Japão Saitama Defendeu o Cinturão Peso Pesado do Pride.
NC 20-1 (1) Brasil Rodrigo Minotauro Sem Resultado (cabeçada acidental) Pride Final Conflict 2004 15/08/2004 1 3:52 Japão Saitama Final do GP de Pesados de 2004 do Pride; Uma cabeçada acidental abriu um corte.
Vitória 20-1 Japão Naoya Ogawa Finalização (chave de braço) Pride Final Conflict 2004 15/08/2004 1 0:54 Japão Saitinokiama Semifinal do GP de Pesados de 2004 do Pride.
Vitória 19-1 Estados Unidos Kevin Randleman Finalização (kimura) Pride Critical Countdown 2004 20/06/2004 1 1:33 Japão Saitama Quartas de final do GP de Pesados de 2004 do Pride.
Vitória 18-1 Estados Unidos Mark Coleman Finalização (chave de braço) Pride Total Elimination 2004 25/04/2004 1 2:11 Japão Saitama Primeiro Round do GP de Pesados de 2004 do Pride.
Vitória 17-1 Japão Yuji Nagata Nocaute Técnico (socos e chutes no corpo) Inoki Bom-Ba-Ye 2003 31/12/2003 1 1:02 Japão Kobe
Vitória 16-1 Trinidad e Tobago Gary Goodridge Nocaute Técnico (socos e tiros de meta) Pride Total Elimination 2003 10/08/2003 1 1:09 Japão Saitama
Vitória 15-1 Japão Kazuyuki Fujita Finalização (mata leão) Pride 26: Bad to the Bone 08/06/2003 1 4:17 Japão Yokohama
Vitória 14-1 Lituânia Egidijus Valavicius Finalização (kimura) Rings: Bushido Rings 7 - Adrenaline 15/04/2003 2 1:11 Lituânia Vilnius
Vitória 13-1 Brasil Rodrigo Minotauro Decisão (unânime) Pride 25: Body Blow 16/03/2003 3 5:00 Japão Yokohama Ganhou o Cinturão Peso Pesado do Pride.
Vitória 12-1 Estados Unidos Heath Herring Nocaute Técnico (interrupção médica) Pride 23: Championship Chaos 2 24/11/2002 1 10:00 Japão Tóquio
Vitória 11-1 Países Baixos Semmy Schilt Decisão (unânime) Pride 21: Demolition 23/06/2002 3 5:00 Japão Saitama
Vitória 10-1 Austrália Chris Haseman Nocaute (socos) Rings - World Title Series Grand Final 15/02/2002 1 2:50 Japão Yokohama Final do Torneio pelo Título Peso Aberto do RINGS de 2001.
Vitória 9-1 Reino Unido Lee Hasdell Finalização (guilhotina) Rings: World Title Series 5 21/12/2001 1 4:10 Japão Yokohama Semifinal do Torneio pelo Título Peso Aberto do RINGS de 2001.
Vitória 8-1 Japão Ryushi Yanagisawa Decisão (unânime) Rings: World Title Series 4 20/10/2001 3 5:00 Japão Tóquio Quartas de Final do Torneio pelo Título Peso Aberto do RINGS de 2001.
Vitória 7-1 Brasil Renato Sobral Decisão (unânime) Rings: 10th Anniversary 11/08/2001 2 5:00 Japão Tóquio Semifinal do Torneio pelo Título Peso Aberto do RINGS de 2001.
Vitória 6-1 Estados Unidos Kerry Schall Finalização (chave de braço) Rings: World Title Series 1 20/04/2001 1 1:47 Japão Tóquio Quartas de Final do Torneio pelo Título Peso Aberto do RINGS de 2001.
Vitória 5-1 Bulgária Mihail Apostolov Finalização (mata leão) Rings: Rússia vs. Bulgária 06/04/2001 1 1:03 Rússia Yekaterinburg
Derrota 4-1 Japão Tsuyoshi Kohsaka Nocaute Técnico (interrupção médica) Rings: King of Kings 2000 Block B 22/12/2000 1 0:17 Japão Osaka Segundo Round do Torneio do RINGS King of Kings de 2000.
Vitória 4-0 Brasil Ricardo Arona Decisão (unânime) Rings: King of Kings 2000 Block B 22/12/2000 3 5:00 Japão Osaka Primeiro Round do Torneio do RINGS King of Kings de 2000.
Vitória 3-0 Japão Hiroya Takada Nocaute (socos) Rings: Battle Genesis Vol. 6 05/09/2000 1 0:12 Japão Tóquio
Vitória 2-0 Geórgia Levon Lagvilava Finalização (mata leão) Rings Russia: Rússia vs. Geórgia 16/08/2000 1 7:24 Rússia Tula
Vitória 1-0 Bulgária Martin Lazarov Finalização (guilhotina) Rings Russia: Russia vs. Bulgaria 21/05/2000 1 2:24 Rússia Ekaterinburg
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Fiódor Emelianenko

Referências

  1. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2012/09/cigano-elege-fedor-emelianenko-o-melhor-lutador-de-todos-os-tempos.html
  2. http://www.mmaspace.net/jose-aldo-elege-fedor-emelianenko-maior-da-historia-55476/
  3. http://www.mmafighting.com/2008/09/19/georges-st-pierre-fedor-emelianenko-is-mmas-best-pound-for-po
  4. http://www.mma-core.com/videos/fights/BJ_Penn_calls_Fedor_Emelianenko_the_Best_Fighter_in_the_Worl/10006939
  5. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2012/02/mike-tyson-elege-seu-lutador-favorito-no-mma-fedor-emelianenko.html
  6. http://www.lowkickmma.com/UFC/Cain-Velasquez-Fedor-Emelianenko-is-the-greatest-fighter-of-all-time-11234
  7. http://www.mixedmartialarts.com/news/246287/Shogun-Fedor-is-the-best-fighter-pound-for-pound
  8. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2013/06/ronda-rousey-diz-que-se-inspira-em-fedor-emelianenko-para-lutar.html
  9. «Diário da Rússia» 
  10. Portal do Vale Tudo. «Com ampla margem, Fedor vence Anderson em enquete sobre melhor da história» 
  11. «Fedor Emelyanenko. Biography». Consultado em 8 de outubro de 2010 
  12. Brazil MMA. «Fedor segue imbatível». Consultado em 8 de outubro de 2010 
  13. Brazil MMA. «Fedor continua imbatível». Consultado em 8 de outubro de 2010 
  14. UOL. «Fedor Emelianenko nocauteia Rogers e conquista reinado no Strikeforce». Consultado em 8 de outubro de 2010 
  15. UOL. «Werdum choca e, em 1min, finaliza o lendário Fedor no Strikeforce». Consultado em 8 de outubro de 2010 
  16. D24am (13 de fevereiro de 2011). «No Strikeforce, Pezão massacra a lenda russa Fedor Emelianenko». Consultado em 13 de fevereiro de 2011 
  17. Dana White (13 de fevereiro de 2011). «Twitter / Dana White». Consultado em 13 de fevereiro de 2011 
  18. Dana White (13 de fevereiro de 2011). «Twitter / Dana White». Consultado em 13 de fevereiro de 2011 
  19. «Fedor Emelianenko supera Minotauro e é eleito o melhor peso-pesado da história do MMA» 
  20. «Федор Емельяненко признан лучшим бойцом десятилетия» (em russo) 
  21. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2015/10/com-uma-luta-no-mma-indiano-pode-ser-adversario-de-fedor-em-dezembro.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por:
Brasil Antônio Rodrigo Nogueira
campeão do peso-pesado do Pride FC
16 de março de 2003 – c. 2007
Pride FC terminou
Novo título campeão do torneio do peso-pesado do Pride FC
16 de março de 2003