Filetas de Cos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Filetas de Cos
Nascimento Século IV a.C.
Cós
Morte Século IV a.C.
Cós
Cidadania Egito ptolemaico
Etnia gregos
Ocupação lexicógrafo, linguista, escritor, epigramatista, poeta, gramático
A narração de Filectas de Rodolfo Amoedo, 1882

Filetas de Cos (Φιλήτας, Philētas) ou Filitas de Cos (em grego: Φιλίτας, Philītas; c. 340), foi um acadêmico e poeta durante o início do período helenista na Grécia Antiga.[1] Associado aAlexandria, ele floresceu na segunda metade do século 4 a.C. e foi nomeado tutor de um herdeiro do trono do Egito ptolomaico. Magro e frágil, Ateneu depois o caricaturou como um acadêmico tão consumido por seus estudos que definhou.[2]

Vida[editar | editar código-fonte]

Pouco se sabe da vida Philitas '. As fontes antigas se referem a ele como um habitante nativo ou de longa data de Cos, uma das ilhas Dodecaneso no Mar Egeu ao largo da costa da Ásia. Seu aluno Teócrito escreveu que o pai Filetas se chamava Telefos (Τήλεφος, Tḗlephos) e sua mãe, assumindo o manuscrito esteja correto, se chamava, Euctione (Εὐκτιόνη, Euktiónē).[3] De um comentário sobre Filetas na Suda, estima-se que tenha nascido em 340 a.C. e que poderia ter estabelecido uma reputação em Cos por volta de 309/8 a.C.

Segundo Ateneu, o epitáfio de sua tumba dizia:[2]

Oh! Estrangeiro: eu sou Filetas de Cos
Foi o Mentiroso
E as péssimas noites causadas por ele
Que me fizeram morrer.

Referências

  1. Kathryn Gutzwiller (15 de abril de 2008). A Guide to Hellenistic Literature. John Wiley & Sons. p. 30. ISBN 978-0-470-76608-8.
  2. a b Anthony Gottlieb (1999). Sócrates]. UNESP. pp. 54 – 55. ISBN 978-85-7139-242-7.
  3. J. L. Lightfoot (2009). Hellenistic Collection: Philitas, Alexander of Aetolia, Hermesianax, Euphorion, Parthenius. Harvard University Press. pp. 9. ISBN 978-0-674-99636-6.