Filha do Mar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2015). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Filha do Mar
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 60 minutos
Criador(es) Manuel Arouca e Tomás Múrias
País de origem  Portugal
Idioma original Português
Produção
Produtor(es) NBP
Elenco Dalila Carmo
Diana Marquês Guerra
Daniela Ruah
Marcantónio Del Carlo
Vera Kolodzig
Ana Nave
Maya Booth
Hugo Sequeira
Custódia Galego
Fernanda Serrano
Tema de abertura "Que é De Ti" - Dina
Exibição
Emissora de
televisão original
Portugal TVI
Transmissão original 3 de Setembro de 2001 a 12 de Abril de 2002
N.º de temporadas 1
N.º de episódios 169
Cronologia
Último
Último
Sonhos Traídos
Próximo
Próximo

Filha do Mar foi uma telenovela portuguesa da TVI, transmitida entre 3 de Setembro de 2001 e 12 de Abril de 2002. É da autoria de Manuel Arouca e Tomás Múrias[1] . Foi reposta nas madrugadas da TVI entre o dia 23 de Maio e 31 de Julho de 2012 e TVI Ficção entre 16 de Outuro de 2012 e 31 de Março de 2013.

Está a ser reposta nas madrugadas da TVI desde março de 2015 substituindo Olhos nos Olhos

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Filha do Mar é uma história de amor e desencontro. Marta Barquinho (Dalila Carmo), recém formada em Medicina, vive com o seu pai, um pescador reformado, na Ilha do Faial, Açores.

Um dia, Marta apaixona-se por Salvador Silva Valadas (Marcantónio Del Carlo), um ribatejano que acabou o curso de Arquitectura e que, decide viajar para os Estados Unidos com dois amigos, num veleiro, passando pelos Açores, exactamente pelo Faial. Marta conhece Salvador quando esta é chamada para ir ao veleiro salvar um dos amigos de Salvador que, tinha entrado em coma alcoólico.

Vivem uma louca paixão, mas o veleiro acaba por zarpar, rumo ao seu destino final, os Estados Unidos. Quando regressa aos Açores, Marta está grávida de três meses. No cais, espera, em vão, Salvador. Um dos seus amigos diz-lhe que Salvador morreu.

Passados dez anos e após a morte do seu pai, Marta diz a Maria Barquinho Valadas (Diana Marquês Guerra), a filha daquela paixão, que nada mais as liga aos Açores. É com grande emoção que Maria se despede daquele mar imenso, pois a mãe sempre lhe disse que ela era Filha do Mar.

Marta é colocada em Santarém como médica. E é precisamente aí que vive Salvador, com a sua mulher Sofia Moreira de Campos Valadas (Fernanda Serrano) e o filho Tomás de Campos Valadas (Luís Simões). Salvador é de uma família abastada, conservadora e, tradicional, que tem a maior herdade da região, a "Lusitana".

Maria vai para a mesma turma de Tomás e entre eles nasce, desde logo, uma grande amizade. É assim que Marta vai acabar por saber que Salvador está vivo e que Maria e Tomás são meio irmãos. Tudo vai mudar nas vidas de Salvador e Marta.

Elenco[editar | editar código-fonte]


Participação Especial:


Elenco Infantil:


Participações:

Banda Sonora[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • Esta foi a primeira novela em Portugal em que o público teve a oportunidade de escolher o fim da mesma, já que existiam três finais alternativos à escolha.
  • A novela teve uma média final considerada muito boa e como a segunda melhor de sempre, com 16.8% de audiência média e 48% de share.

Referências

  1. Dulce Furtado (30 de Setembro de 2002). Uma telenovela portuguesa, com certeza (em português) Público, Comunicação Social SA. Visitado em 2 de junho de 2015. Cópia arquivada em 2 de junho de 2015.