Filme épico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Épico, no sentido cinematográfico, é um gênero que retrata contos de grandes heróis, onde todo seu centro se baseia em apenas um personagem principal ou de um povo. Contam tipicamente com grande produção, temas dramáticos sendo um grande espetáculo. O uso do termo mudou ao longo do tempo, às vezes, designa um gênero de filme e outras vezes é simplesmente sinônimo de filme de grande orçamento.

Os filmes seguem o sentido clássico da literatura sendo focado em um personagem heroico. A natureza ambiciosa de um épico ajuda a definir e o diferenciar de outros tipos de filme, tais como filmes de épocas ou aventuras. Filmes épicos normalmente contam um evento histórico ou mítico, adicionados a cenários extravagantes e trajes luxuosos, acompanhado de uma marcante trilha sonora e grande elenco, que iria torna-lo um dos mais caros filmes produzidos. Os temas mais comuns de filmes épicos são guerreiros, gladiadores e / ou figuras de vários períodos da história mundial. Além de filmes históricos, filmes de fantasia como O Senhor dos Anéis e Star Wars, também incorporam os elementos acima citados do cinema épico. [1]

Subgêneros e exemplos[editar | editar código-fonte]

Ben-Hur, vencedor de 11 Óscars, é um dos mais notáveis épicos de todos os tempos.

Épicos de guerra[editar | editar código-fonte]

São geralmente focados em batalhas especificas, campos de concentração ou as consequências de viver na guerra ou no país ocupado.

Épicos históricos[editar | editar código-fonte]

Forma mais comum de épicos, geralmente se focam num evento e pessoa que mudou os rumos da História, frequentemente se passando nas antigas, Roma, Grécia ou Egito.

Épicos bíblicos[editar | editar código-fonte]

São super produções que contam histórias bíblicas, geralmente envolvem Jesus, Moisés e demais patriarcas ou se passam nos primeiros anos da era cristã.

Romances épicos[editar | editar código-fonte]

O romance em si é muitas vezes retratado em um contraponto à guerra, conflito ou eventos políticos no fundo da história. Nesses filmes, o romance e relacionamentos do personagem principal são a peça central da história, ao invés de uma subtrama. Gone With The Wind é considerado o arquétipo dos romances épicos.[2]

Fantasia e ficção científica épicas[editar | editar código-fonte]

Esse subgênero após o sucesso de Star Wars em 1977, virou um protótipo comum para franquias com teor mitológico que se inspiram na Jornada do Herói do Joseph Campbell.

Referências

  1. Tim Dirks (12 de Julho de 2008). Epic Films. Filmsite.
  2. Mccookgazette
Ícone de esboço Este artigo sobre cinema é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.