Filocália

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para a obra de Orígenes, veja Filocalia de Orígenes.

A Filocalia (em grego: φιλοκαλία; romaniz.: Philokalia , "amor ao belo, ao bom") é um livro clássico da literatura católica ortodoxa. Uma encontramos conselhos sobre o hesicasmo, como alcançar os três estados espirituais, katharsis (purificação), theoria (iluminação) e theosis (glorificação). Filocalia significa "amor à beleza", essa beleza que se confunde com o bem. Foi uma obra realizada originalmente pelo herege Católico Ortodoxo Orígenes. Em 1782 foi publicada em Veneza sob o nome de Filocalia. Em finais do século XIX foi publicado pela primeira vez em grego pelo Católico Ortodoxo São Nicodemos. Trata-se de uma grande compilação de correspondência entre anciões Católico Ortodoxos das mais variadas épocas e nacionalidades. Com textos de mais de trinta autores, desde Santos Padres do Deserto e Santos do século XIV. O sucesso recente da Filocalia deu-se por causa das publicações da mesma obra em língua inglesa em finais do século XX. As primeiras a serem realizadas na história para além do grego, e o mesmo para com o português, que aconteceu no século XXI. Os editores principais destas publicações em inglês foram coordenadas por Bispos e Presbíteros Católico Ortodoxos.


também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Pequena Filocalia - o livro clássico da Igreja Católica Ortodoxa. Coleção "Oração dos Pobres". Editora Paulus. ISBN 85-349-1339-0
  • Relatos de um peregrino russo. Coleção "Oração dos Pobres". Editora Paulus. ISBN 85-34908-89-3
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço relacionado ao Projeto Literatura. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

</gallery> lia] (PDF)