Final da Copa Libertadores da América de Futebol Feminino de 2019

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Final da Copa Libertadores da América Futebol Feminino de 2019
Evento Copa Libertadores da América de Futebol Feminino de 2019
Data 28 de outubro
Local Estádio Olímpico Atahualpa, Quito

A Final da Copa Libertadores da América de Futebol Feminino de 2019 foi a decisão da 11ª edição da Copa Libertadores da América de Futebol Feminino. Foi disputada entre o Sport Club Corinthians Paulista e a Associação Ferroviária de Esportes, ambos times do Brasil em 28 de outubro no Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito, capital do Equador.[1][2][3][4]

Caminho até a final[editar | editar código-fonte]

Os finalistas iniciaram a competição na fase do torneio, a fase de grupos, disputando quatro jogos até chegar à grande final.

Equipe Pts J V E D GP GC SG
1 Equador Deportivo Cuenca 9 3 3 0 0 10 3 +7
2 Brasil Ferroviária 6 3 2 0 1 15 4 +11
3 Venezuela Estudiantes de Caracas 3 3 1 0 2 4 7 –3
4 Bolívia Mundo Futuro 0 3 0 0 3 2 17 –15
Equipe Pts J V E D GP GC SG
1 Brasil Corinthians 7 3 2 1 0 8 4 +4
2 Colômbia América de Cali 6 3 2 0 1 8 4 +4
3 Paraguai Libertad 4 3 1 1 1 5 3 +2
4 Equador Ñañas 0 3 0 0 3 2 12 –10

Fase final[editar | editar código-fonte]

Brasil Corinthians Libertadores Feminina 2019 Brasil Ferroviária
Time Resultado Time Resultado
Chile Santiago Morning 2 – 0
Quartas-de-final
Colômbia Atlético Huila 3 – 2
Colômbia América de Cali 4 – 0
Semifinais
Paraguai Cerro Porteño 2 – 1

Referências

  1. «Corinthians golea y enfrentará en la final a Ferroviária | CONMEBOL». conmebol.com. Consultado em 30 de outubro de 2019 
  2. «Ferroviária, finalista de Libertadores femenina | CONMEBOL». conmebol.com. Consultado em 30 de outubro de 2019 
  3. «Final da Liberta: Corinthians x Ferroviária. Veja no DAZN hoje!». Lance!. Consultado em 30 de outubro de 2019 
  4. «A ritmo brasileño se conocerá al campeón 2019 | CONMEBOL». conmebol.com. Consultado em 30 de outubro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]