Final da Copa do Mundo FIFA de 1986

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Final da Copa do Mundo FIFA de 1986
As equipas entram em campo para a final
Evento Copa do Mundo FIFA de 1986
Data 29 de Junho de 1986
Local Estadio Azteca, Cidade do México, México
Árbitro Brasil Romualdo Arppi Filho
Público 114,600

A final da Copa do Mundo FIFA de 1986 foi disputada em 29 de junho no Estádio Azteca, na Cidade do México. A Argentina venceu a Alemanha Ocidental por 3–2 e se tornou bicampeã do mundo.

Performances dos finalistas[editar | editar código-fonte]

Argentina Argentina Fase Alemanha Alemanha Ocidental
Oponente Resultado Fase de grupos Oponente Resultado
Coreia do Sul Coreia do Sul 3-1 Rodada 1 Uruguai Uruguai 1-1
Itália Itália 1-1 Rodada 2 Escócia Escócia 2-1
Bulgária Bulgária 2-0 Rodada 3 Dinamarca Dinamarca 0-2
Grupo A J V E D GP GC SG Pts
Argentina Argentina 3 2 1 0 6 2 +4 5
Itália Itália 3 1 2 0 5 4 +1 4
Bulgária Bulgária 3 0 2 1 2 4 -2 2
Coreia do Sul 3 0 1 2 4 7 -3 1
Resultado final
Grupo E J V E D GP GC SG Pts
Dinamarca Dinamarca 3 3 0 0 9 1 +8 6
Alemanha Alemanha Ocidental 3 1 1 1 3 4 -1 3
Uruguai Uruguai 3 0 2 1 2 7 -5 2
Escócia Escócia 3 0 1 2 1 3 -2 1
Oponente Resultado Fase final Oponente Resultado
Uruguai Uruguai 1-0 Oitavas de final Marrocos Marrocos 1-0
Inglaterra Inglaterra 2-1 Quartas de final México México 0-0 (pro.) (4-1 pen.)
Bélgica Bélgica 2-0 Semifinais França França 2-0

O jogo[editar | editar código-fonte]

Resumo[editar | editar código-fonte]

Foi uma emocionante e memorável final da Copa do Mundo. José Luis Brown abriu o placar para a Argentina aos 23 minutos com um cabeceamento após cobrança de falta da direita e permaneceu por 1-0 até o intervalo. Aos 10 minutos do segundo tempo, Jorge Valdano dobrou a vantagem da Argentina com um remate rasteiro, depois de um passe vindo da esquerda após o goleiro avançar. Karl-Heinz Rummenigge marcou um golo aos 74 minutos para a Alemanha Ocidental, o seu primeiro golo no torneio. A Alemanha Ocidental empatou aos 83 minutos, com Rudi Völler marcando com um cabeceamento de perto após cobrança de escanteio. Embora Diego Maradona tenha sido fortemente marcado por Lothar Matthäus o jogo inteiro, o seu passe soberbo para Jorge Burruchaga aos 86 minutos, permitiu à Argentina recuperar a liderança aos 3–2, quando deslizou a bola passando pelo goleiro que avançava da direita para o canto da rede.[1][2]

Seis cartões amarelos foram emitidos nesta partida, o que foi um número recorde até a final da Copa do Mundo de 2010. Dois deles foram emitidos por causa da perda de tempo de jogadores argentinos. Quando o relógio expirou, a Argentina comemorou sua segunda vitória na Copa do Mundo em três torneios, depois de vencer a Copa do Mundo de 1978 em casa.

Detalhes da partida[editar | editar código-fonte]

29 de junho de 1986 Argentina Argentina 3 - 2 Alemanha Alemanha Estádio Azteca, Cidade do México
12:00
Brown Gol marcado aos 21 minutos de jogo 21'
Valdano Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56'
Burruchaga Gol marcado aos 84 minutos de jogo 84'
Relatório Rummenigge Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74'
Völler Gol marcado aos 81 minutos de jogo 81'
Público: 114 600
Árbitro: BrasilBRA Romualdo Arppi Filho (CBF)
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Argentina
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Alemanha Ocidental
GK 18 Nery Pumpido Penalizado com cartão amarelo após 85 minutos 85'
SW 5 José Luis Brown
CB 9 José Luis Cuciuffo
CB 19 Oscar Ruggeri
RWB 14 Ricardo Giusti
LWB 16 Julio Olarticoechea Penalizado com cartão amarelo após 77 minutos 77'
DM 2 Sergio Batista
AM 10 Diego Maradona Penalizado com cartão amarelo após 17 minutos 17'
CM 12 Héctor Enrique Penalizado com cartão amarelo após 81 minutos 81'
SA 7 Jorge Burruchaga Substituído após 90 minutos de jogo 90'
CF 11 Jorge Valdano
Substitutos:
MF 21 Marcelo Trobbiani Entrou em campo após 90 minutos 90'
Treinador:
Carlos Bilardo
GK 1 Harald Schumacher
SW 17 Ditmar Jakobs
CB 4 Karlheinz Förster
CB 2 Hans-Peter Briegel Penalizado com cartão amarelo após 62 minutos 62'
RWB 14 Thomas Berthold
LWB 3 Andreas Brehme
CM 6 Norbert Eder
CM 8 Lothar Matthäus Penalizado com cartão amarelo após 21 minutos 21'
AM 10 Felix Magath Substituído após 62 minutos de jogo 62'
LW 11 Karl-Heinz Rummenigge (c)
CF 19 Klaus Allofs Substituído após 46 minutos de jogo 46'
Substitutos:
FW 9 Rudi Völler Entrou em campo após 46 minutos 46'
FW 20 Dieter Hoeneß Entrou em campo após 62 minutos 62'
Treinador:
Franz Beckenbauer

Árbitros assistentes:
Suécia Erik Fredriksson (SvFF)
Costa Rica Berny Ulloa Morera (FCF)

Regras de jogo:

  • 90 minutos
  • 30 minutos de tempo extra se necessário
  • Cinco substitutos mencionados, dos quais dois podem ser usados

Referências

  1. En la cima del mundo by Pablo Ibaldi on Diario Publicable, 29 Jun 2016
  2. México 1986: Dios y diez más levantaron la segunda y última Copa by Federico Cristofanelli, Infobae, 30 Apr 2014