Final da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1991–92

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Final da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1991–92
Evento Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1991–92 (Final)
O Barcelona venceu por 1-0 no prolongamento
Data 20 de Maio de 1992
Local Estádio de Wembley, Londres, Inglaterra Inglaterra
Árbitro Alemanha Aron Schmidhuber
Público 70 827

A Final da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1991–92 foi uma partida de futebol realizada em 20 de maio de 1992 no Estádio de Wembley, em Londres, entre a Sampdoria da Itália e o Barcelona da Espanha. O Barcelona venceu o jogo por 1–0 no prolongamento, graças a um livre de Ronald Koeman, conquistando o seu primeiro triunfo na competição.[1][2] Foi a primeira edição a ter uma fase de grupos envolvendo os oito vencedores da segunda fase divididos em dois grupos, sendo que o vencedor de cada um se defrontou na final. O Barcelona tornou-se o segundo clube Espanhol a vencer o torneio e o 19º no geral. Esta foi a última final com o nome de Taça dos Clubes Campeões Europeus antes de a competição ser rebatizada como Liga dos Campeões.

Equipas[editar | editar código-fonte]

Equipa Aparições em finais anteriores (negrito indica vencedores)
Itália Sampdoria Nenhuma
Espanha Barcelona 2 (1961, 1986)

Caminho para a final[editar | editar código-fonte]

Itália Sampdoria Fase Espanha Barcelona
Oponente Total. 1º jogo 2º jogo Oponente Total. 1º jogo 2º jogo
Noruega Rosenborg BK 7–1 5–0 (C) 2–1 (F) Primeira fase Alemanha Hansa Rostock 3–1 3–0 (C) 0–1 (F)
Hungria Honvéd 4–3 1–2 (F) 3–1 (C) Segunda fase Alemanha 1. FC Kaiserslautern 3–3 (f) 2–0 (C) 1–3 (F)
Oponente Resultado Fase de grupos Oponente Resultado
República Socialista Federativa da Iugoslávia Estrela Vermelha 2–0 (C) Dia 1 Checoslováquia Sparta de Praga 3–2 (C)
Grécia Panathinaikos 0–0 (F) Dia 2 Portugal Benfica 0–0 (F)
Bélgica Anderlecht 2–3 (F) Dia 3 União Soviética Dínamo de Kiev 2–0 (F)
Bélgica Anderlecht 2–0 (C) Dia 4 União Soviética Dínamo de Kiev 3–0 (C)
República Socialista Federativa da Iugoslávia Estrela Vermelha 3–1 (F) Dia 5 Checoslováquia Sparta de Praga 0–1 (F)
Grécia Panathinaikos 1–1 (C) Dia 6 Portugal Benfica 2–1 (C)
Grupo A vencedor
Equipe J V E D GP GC SG Pts
Itália Sampdoria 6 3 2 1 10 5 +5 8
Jugoslávia Estrela Vermelha 6 3 0 3 9 10 -1 6
Bélgica Anderlecht 6 2 2 2 8 9 -1 6
Grécia Panathinaikos 6 0 4 2 1 4 -3 4
Classificação Final Grupo B vencedor
Equipe J V E D GP GC SG Pts
Espanha Barcelona 6 4 1 1 10 4 +6 9
Tchecoslováquia Sparta de Praga 6 2 2 2 7 7 0 6
Portugal Benfica 6 1 3 2 8 5 +3 5
CIS-euro92-flag.png Dínamo de Kiev 6 2 0 4 3 12 -9 4

Detalhes da Partida[editar | editar código-fonte]

20 de maio de 1992 Sampdoria Itália 0 – 1 Espanha Barcelona Estádio de Wembley, Londres
19:15
Koeman Gol marcado aos 112 minutos de jogo 112' Público: 70 827
Árbitro: Alemanha Aron Schmidhuber
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Sampdoria
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Barcelona
SAMPDORIA:
G 1 Itália Gianluca Pagliuca
Z 2 Itália Moreno Mannini Penalizado com cartão amarelo após 39 minutos 39'
Z 3 Eslovénia Srečko Katanec
Z 4 Itália Fausto Pari
Z 5 Itália Pietro Vierchowod Penalizado com cartão amarelo após 66 minutos 66'
A 6 Itália Marco Lanna
M 7 Itália Attilio Lombardo
M 8 Brasil Toninho Cerezo
A 9 Itália Gianluca Vialli Substituído após 100 minutos de jogo 100'
A 10 Itália Roberto Mancini Capitão Penalizado com cartão amarelo após 118 minutos 118'
M 11 Itália Ivano Bonetti Substituído após 73 minutos de jogo 73'
Reservas:
G 12 Itália Giulino Nuciari
A 13 Itália Dario Bonetti
M 14 Itália Giovanni Invernizzi Entrou em campo após 73 minutos 73'
A 15 Brasil Paulo Silas
M 16 Itália Renato Buso Entrou em campo após 100 minutos 100'
Técnico:
Jugoslávia Vujadin Boškov
BARCELONA:
G 1 Espanha Andoni Zubizarreta Capitão
Z 2 Espanha Nando
Z 3 Espanha Albert Ferrer
A 4 Países Baixos Ronald Koeman
LD 5 Espanha Juan Carlos
A 6 Espanha José Mari Bakero Penalizado com cartão amarelo após 75 minutos 75'
A 7 Espanha Julio Salinas Substituído após 65 minutos de jogo 65'
A 8 Bulgária Hristo Stoichkov
M 9 Dinamarca Michael Laudrup
Z 10 Espanha Josep Guardiola Substituído após 112 minutos de jogo 112'
LE 11 Espanha Eusebio Sacristán
Reservas:
A 12 Espanha José Ramón Alexanko Entrou em campo após 112 minutos 112'
G 13 Espanha Carles Busquets
A 14 Espanha Txiki Begiristain
M 15 Espanha Miguel Ángel Nadal
M 16 Espanha Andoni Goikoetxea Entrou em campo após 65 minutos 65'
Técnico:
Países Baixos Johan Cruyff

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências