Flávia Delaroli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Flávia Delaroli Swimming pictogram.svg
Swimming pictogram.svg Natação Swimming pictogram.svg
Nome completo Flávia Renata Delaroli Cazziolato
Estilo nado livre
Nascimento 28 de novembro de 1983 (33 anos)
Ipatinga,  Minas Gerais
Nacionalidade  brasileira
Compleição Peso: 62 kg Altura: 1,76 m
Clube Esporte Clube Pinheiros
Medalhas
Pan-Pacífico
Bronze Victoria 2006 50 metros livre
Jogos Pan-Americanos
Prata Santo Domingo 2003 50 metros livre
Prata Rio de Janeiro 2007 100 metros livre
Prata Guadalajara 2011 4x100 metros livre
Bronze Winnipeg 1999 4x100 metros livre
Bronze Santo Domingo 2003 4x100 metros livre
Bronze Rio de Janeiro 2007 50 metros livre

Flávia Renata Delaroli Cazziolato (Ipatinga, 28 de novembro de 1983) é uma nadadora brasileira. [1]

Afastou-se da natação em 2012 e começou a estudar nutrição em 2014.[2]

Trajetória esportiva[editar | editar código-fonte]

Irmã caçula de dois nadadores campeões sul-americanos, começou a nadar aos cinco anos na Usipa, clube de sua cidade.[2] Ganhou seu primeiro campeonato aos 12 anos e, no ano seguinte, conquistou o campeonato brasileiro.[2] Aos 15 anos, foi treinar em Corel Spring, na Flórida, onde permaneceu por dois anos.[2]

Aos 15 anos de idade participou dos Jogos Pan-americanos de 1999, realizados em Winnipeg, onde ganhou a medalha de bronze na prova dos 4x100 metros livres.[3]

Ela esteve no Campeonato Mundial de Natação em Piscina Curta de 2002 em Moscou, onde foi à final dos 4x100 metros livre, ficando em oitavo lugar.[4] Também ficou em 19ª nos 50 metros livre,[5] e em 33º nos 100 metros livre.[6]

No Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2003 em Barcelona, ficou em 18º lugar nos 50 metros livre,[7] em 24º nos 100 metros livre,[8] em 14º nos 4x100 metros livre[9] e em 14º nos 4x100 metros medley.[10]

Nos Jogos Pan-americanos de 2003, realizados em Santo Domingo, ganhou a medalha de prata nos 50 metros livre, e o bronze nos 4x100 metros livre.[11] Também ficou em 4º lugar nos 100 metros livres.[12]

Participou dos Jogos Olímpicos de Verão de 2004 em Atenas, onde foi à final da prova dos 50 metros livre, terminando em oitavo lugar com o tempo de 25s17.[13][14] Obteve também o 12º lugar nos 4x100 metros livre.[1]

Se tornou recordista sul-americana no revezamento 4x100 medley medley, com a marca de 4m09s26, obtida em 11 de setembro de 2004 com Talita Ribeiro, Mariana Katsuno e Júlia Leão.[15]

No Campeonato Mundial de Natação em Piscina Curta de 2004, Flávia Delaroli quase conseguiu uma histórica medalha, terminando em 4º lugar nos 50 metros livre, a dois centésimos do bronze.[16] Também chegou em 4º lugar nos 4x100m livres.[17] Neste revezamento, de 10 de outubro de 2004, Flávia Delaroli bateu o recorde sul-americano, com 3m41s52, nadando com Flávia de Jesus, Rebeca Gusmão e Tatiana Lemos.[18]

Esteve no Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2005, onde ficou em 12º nos 50 metros livre.[19]

Bateu o recorde sul-americano dos 50 metros livre em piscina curta em 16 de dezembro de 2005, com a marca de 24s36.[20]

Participou do Campeonato Mundial de Natação em Piscina Curta de 2006, e ficou em 12º nos 50 metros livre.[21]

No Campeonato Pan-Pacífico de Natação de 2006, realizado no Canadá, Flávia obteve uma histórica medalha de bronze na prova dos 50 metros livres.[22]

No Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2007 ficou em 23º nos 50 metros livre,[23] e em 32º nos 100 metros livre.[24]

Nos Jogos Pan-americanos de 2007, no Rio de Janeiro, ganhou a medalha de prata nos 100 metros livre, e o bronze nos 50 metros livre.[14] Nos 50 metros livre ela chegou em quarto lugar[25], mas Rebeca Gusmão perdeu o ouro por doping e Flávia herdou o bronze. Flávia também teria ganho a medalha de prata nos 4x100m livres, porém esta medalha também foi cassada pelo doping de Rebeca Gusmão.[26],

Nos Jogos Olímpicos de Verão de 2008 em Pequim, Flávia disputou vaga para a final dos 50 metros livre, mas ficou em 22º lugar e foi eliminada.[27] Também obteve o 13º lugar nos 4x100 metros livre. [1]

Em 9 de agosto de 2008 se tornou recordista sul-americana no revezamento 4x100 metros livre: 3m42s85, junto com Tatiana Lemos, Michelle Lenhardt e Monique Ferreira.[28]

Flávia obteve o índice para o Mundial de Roma nos 50 metros livre, com novo recorde sul-americano (25s06) obtido em Palhoça, em 12 de dezembro de 2008.[29]

No Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2009 em Roma, Flávia ficou em 25º nos 50 metros livre.[30]

Em 17 de dezembro de 2009 bateu o recorde brasileiro dos 50 metros livre em piscina olímpica, com a marca de 24s98.[31]

Participou do Campeonato Mundial de Natação em Piscina Curta de 2010, onde ficou em 12º nos 50 metros livre,[32] 22º nos 100 metros livre,[33] e foi à final dos 4x100 metros livre, terminando em 8º lugar.[34] Neste revezamento, bateu o recorde Sul-Americano, com o tempo 3m35s95, junto com Tatiana Lemos, Michelle Lenhardt e Julyana Kury[35]

No Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2011 em Xangai, obteve o 18º lugar nos 50 metros livre,[36] e o 13º nos 4x100 metros livre.[37]

Nos Jogos Pan-americanos de 2011 em Guadalajara, ganhou a medalha de prata nos 4x100 metros livre.[14][38] Também ficou em sexto lugar nos 50 metros livre.[39]

Encerrou a carreira no Campeonato Mundial de Natação em Piscina Curta de 2012,[14] onde ainda conseguiu ir à final dos 50 metros livre, terminando em oitavo lugar,[40] e à final dos 4x100 metros livre, ficando em sexto lugar.[41]

Suspensão[editar | editar código-fonte]

Em um teste anti-dopagem realizado durante as provas da Tentativa Olímpica para Londres em 2012, este acusou a presença da substância tuaminoheptano, proibida no esporte. Flávia alegou que a substância compõe um medicamento de uso frequente mas foi punida pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos com uma suspensão de três meses.[42]

Recordes[editar | editar código-fonte]

Flávia Delaroli é a atual detentora, ou ex-detentora, dos seguintes recordes:[43]

Piscina olímpica (50 metros)
Piscina semi-olímpica (25 metros)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Perfil no Sports Reference». Sports Reference. 2013. Consultado em 17 de março de 2013 
  2. a b c d Olimpianos - Atletas Olímpicos Brasileiros: FLÁVIA DELAROLI Acessado em 13 de fevereiro de 2017
  3. Medalhas no Pan de 1999
  4. «Resultados dos 4x100m livres femininos em Moscou 2002». OmegaTiming. 6 de abril de 2002. Consultado em 16 de março de 2013 
  5. «Resultados dos 50m livres femininos em Moscou 2002». OmegaTiming. 6 de abril de 2002. Consultado em 17 de março de 2013 
  6. «Resultados dos 100m livres femininos em Moscou 2002». OmegaTiming. 4 de abril de 2002. Consultado em 17 de março de 2013 
  7. «Resultados dos 50m livres femininos em Barcelona 2003». OmegaTiming. 26 de julho de 2003. Consultado em 17 de março de 2013 
  8. «Resultados dos 100m livres femininos em Barcelona 2003». OmegaTiming. 24 de julho de 2003. Consultado em 17 de março de 2013 
  9. «Resultados dos 4x100m livres femininos em Barcelona 2003». OmegaTiming. 20 de julho de 2003. Consultado em 17 de março de 2013 
  10. «Resultados dos 4x100m medley femininos em Barcelona 2003». OmegaTiming. 26 de julho de 2003. Consultado em 17 de março de 2013 
  11. Medalhas no Pan de 2003
  12. «Resultados do Pan 2003». UOL. 11 de agosto de 2003. Consultado em 17 de março de 2013 
  13. «Flávia Delaroli faz oitavo tempo e está na final dos 50 m livre». UOL. 20 de agosto de 2004. Consultado em 17 de março de 2013 
  14. a b c d «Em oitavo e 'feliz por tudo', Delaroli dá adeus às piscinas em Istambul». Globoesporte. 16 de dezembro de 2012. Consultado em 17 de março de 2013 
  15. a b «Muitos recordes e mais gente em Indianápolis». CBDA. 11 de setembro de 2004. Consultado em 17 de março de 2013 
  16. «Resultados dos 50m livres femininos em Indianapolis 2004». OmegaTiming. 11 de outubro de 2004. Consultado em 17 de março de 2013 
  17. «Resultados dos 4x100m livres femininos em Indianapolis 2004». OmegaTiming. 10 de outubro de 2004. Consultado em 17 de março de 2013 
  18. «Thiago no páreo pela quarta medalha». CBDA. 10 de outubro de 2004. Consultado em 17 de março de 2013 
  19. «Resultados dos 50m livres femininos em Montreal 2005». OmegaTiming. 30 de julho de 2005. Consultado em 17 de março de 2013 
  20. a b «Elite Mundial». CBDA. 16 de dezembro de 2005. Consultado em 17 de março de 2013 
  21. «Resultados dos 50m livres femininos em Xangai 2006». OmegaTiming. 8 de abril de 2006. Consultado em 17 de março de 2013 
  22. «Flávia Delaroli é bronze no Pan-Pacífico». Globoesporte. 20 de agosto de 2006. Consultado em 17 de março de 2013 
  23. «Resultados dos 50m livres femininos em Melbourne 2007». OmegaTiming. 31 de março de 2007. Consultado em 17 de março de 2013 
  24. «Resultados dos 100m livres femininos em Melbourne 2007». OmegaTiming. 29 de março de 2007. Consultado em 17 de março de 2013 
  25. «Rebeca conquista o ouro nos 50m livre». Globoesporte. 18 de julho de 2007. Consultado em 17 de março de 2013 
  26. «Brasil ganha prata no 4 x 100m livre feminino». Globoesporte. 19 de julho de 2007. Consultado em 17 de março de 2013 
  27. Olimpíadas UOL
  28. a b «Bom começo. uma final, uma semi e três recordes sulas». CBDA. 9 de agosto de 2008. Consultado em 17 de março de 2013 
  29. «Delaroli bate recorde e faz índice, mas segue atrás do "fantasma" Rebeca». UOL. 12 de dezembro de 2008. Consultado em 17 de março de 2013 
  30. «Resultados dos 50m livres femininos em Roma 2009». OmegaTiming. 1 de agosto de 2009. Consultado em 17 de março de 2013 
  31. «Cielo, muito perto do céu nos 50m livre». CBDA. 17 de dezembro de 2009. Consultado em 17 de março de 2013 
  32. «Resultados dos 50m livres femininos em Dubai 2010». OmegaTiming. 18 de dezembro de 2010. Consultado em 17 de março de 2013 
  33. «Resultados dos 100m livres femininos em Dubai 2010». OmegaTiming. 16 de dezembro de 2010. Consultado em 17 de março de 2013 
  34. «Resultados dos 4x100m livres femininos em Dubai 2010». OmegaTiming. 18 de dezembro de 2010. Consultado em 17 de março de 2013 
  35. a b «Mundial de Dubai: Cielo bate recorde e caminha para mais um pódio». CBDA. 18 de dezembro de 2010. Consultado em 17 de março de 2013 
  36. «Resultados dos 50m livres femininos em Xangai 2011». OmegaTiming. 30 de julho de 2011. Consultado em 17 de março de 2013 
  37. «Resultados dos 4x100m livres femininos em Xangai 2011». OmegaTiming. 24 de julho de 2011. Consultado em 17 de março de 2013 
  38. «Brasil é prata no revezamento». R7. 15 de outubro de 2011. Consultado em 17 de março de 2013 
  39. «Graciele Herrmann começa mal, mas se recupera e leva prata nos 50m livre». Globoesporte. 21 de outubro de 2011. Consultado em 17 de março de 2013 
  40. «Resultados dos 50m livres femininos em Istambul 2012». OmegaTiming. 16 de dezembro de 2012. Consultado em 17 de março de 2013 
  41. «Resultados dos 4x100m livres femininos em Istambul 2012». OmegaTiming. 15 de dezembro de 2012. Consultado em 17 de março de 2013 
  42. Brasileiro é suspenso por doping e perde vaga olímpica, Terra 27/6/2012
  43. «Recordes de natação femininos». CBDA. 2013. Consultado em 17 de março de 2013 
  44. «Cielo, muito perto do céu nos 50m livre». CBDA. 17 de dezembro de 2009. Consultado em 17 de março de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]