Flashpoint (álbum de The Rolling Stones)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Flashpoint
Álbum ao vivo de The Rolling Stones
Lançamento 8 de abril de 1991
Gravação novembro de 1989 a janeiro de 1991
Gênero(s) Rock
Duração 76:12 (CD)
Gravadora(s) Rolling Stones Records
Produção Chris Kimsey, The Glimmer Twins
Cronologia de The Rolling Stones
Steel Wheels
(1989)
Voodoo Lounge
(1994)


'Flashpoint' é o quinto álbum ao vivo da banda de Rock britânica The Rolling Stones. Foi lançado em 8 de abril de 1991, trazendo registros de canções executadas durante as turnês mundiais Steel Wheels Tour e Urban Jungle Tour, que aconteceram nos anos de 1989 e 1990, respectivamente. Foi o último álbum em geral da banda tendo o baixista Bill Wyman como membro.

História[editar | editar código-fonte]

Após a má fase que atingiu os Stones durante a maior parte da década de 1980, quando brigas internas e uma quase separação rondaram a banda, o quinteto voltou com toda força em 1989, lançando um novo álbum de canções inéditas e alcançando boas vendas. Na sequência, a banda decidiu fazer uma nova turnê, esta com pretensões grandiosas em todos os sentidos.

Iniciada em agosto de 1989 e concluída em fevereiro de 1990, a Steel Wheels Tour promoveria o novíssimo álbum nos Estados Unidos, Canadá e Japão, com palcos grandiosos, apresentações de mais de duas horas, toda a atenção e exposição da mídia internacional e, claro, um faturamento milionário. A turnê chegou ao luxo de ter Living Colour e até o Guns N' Roses, naquele momento já em seu auge, fazendo show de abertura antes do show principal dos Stones. Eric Clapton chegou a tocar guitarra junto a Keith Richards e Ron Wood, e Axl Rose fez um dueto com Mick Jagger.

Com o fim da Steel Wheels Tour, o grupo foi então até a Europa, dando início à Urban Jungle Tour, e tocando em países como Portugal, Alemanha, Suécia, Noruega, Tchecoslováquia, Itália e França entre outros. Por fim, as duas turnês duraram quase um ano, indo até agosto de 1990, com arrecadação final de aproximadamente US$ 98 milhões de dólares à época. Foi a turnê de Rock financeiramente mais bem sucedida da história da música até aquele momento.

A partir da turnê, produziu-se este disco ao vivo e o vídeo Live at The Max. O critério para a escolha das músicas que seriam lançadas foi bem eclético. A maior parte das músicas são os velhos e indefectíveis clássicos, como Miss You, Paint it Black ou Jumpin' Jack Flash, misturados à músicas de trabalho do álbum recém lançado com Rock and a Hard Place e, ainda, a antigas canções menos famosas, como Factory Girl e Little Red Rooster. Elas foram gravadas usando a técnica Binaural. Isto dá o efeito de que o público do concerto está por trás do ouvinte em casa.

Ao contrário dos demais álbuns ao vivo anteriores, este inclui duas faixas de estúdio com músicas inéditas: "Highwire" e "Sex Drive", ambas gravadas em fevereiro de 1991. A primeira foi lançada como single no início de 1991 e foi um comentário sobre a Guerra do Golfo. Estas duas músicas foram as últimas gravações de estúdio com Bill Wyman ainda como membro da banda.

A aposentadoria de Bill Wyman[editar | editar código-fonte]

Flashpoint foi o último álbum da banda sob contrato com a Sony Music. Em 1993, os velhos roqueiros assinaram um novo (e lucrativo) contrato com a Virgin Records. Todos os Stones assinaram este novo acordo, exceto Bill. Desde o início da década de 80, o eterno único baixista oficial do grupo já mencionava internamente entre os colegas a vontade, cada vez maior, de se aposentar. Estaria cansado das infindáveis e cada vez maiores e mais cansativas turnês e da vida na estrada. Assim, após trinta anos com a banda, Wyman decidiu que ele tinha outros interesses que queria seguir. Considerou o tamanho do projeto das turnês Steel Wheels e Urban Jungle, achando-o apropriado para despedir-se naquele momento, em grande estilo.

Bill só anunciou oficialmente sua saída em janeiro de 1993, sendo que, durante o ínterim entre o fim da turnê e a declaração oficial definitiva, os seus quatro companheiros de banda lhe pediram repetidamente para reconsiderar. Depois da triste saída de Bill Wyman, Mick, Keith e Charlie, resolveram mudar de atitude com Ronnie Wood. Desde sua entrada, ainda na década de 1970, Ron era um membro oficial do quinteto, mas recebia salário (e não tinha direito a dividir igualmente com os outros quatro Stones o lucro das turnês, discos e contratos). A saída de Wyman, parceiro desde o princípio da banda, levou os demais a, finalmente, elevar Wood a membro de pleno e igual direito aos seus demais parceiros, 18 anos depois de ter se tornado um Stone.

Já Wyman, aposentado dos palcos, abriu seu restaurante em Londres, o Sticky Fingers Restaurant e montou sua própria banda de Blues-rock, a Bill Wyman's Rhythm Kings. Foi substituído pelo baixista contratado Darryl Jones, mas, mesmo após sua saída do quinteto, já chegou a fazer algumas raríssimas e esporádicas apresentações comemorativas com os Stones.

Lançamento e recepção[editar | editar código-fonte]

Flashpoint foi lançado em abril de 1991, recebendo críticas positivas do público e mídia especializada, atingindo meio milhão de cópias vendidas só nos Estados Unidos e chegando à 6ª posição entre os álbuns mais vendidos no Reino Unido, e 16ª posição nos Estados Unidos. O single de Highware alcançou o 1º lugar em vendas na categoria Mainstream Rock Tracks da Billboard americana.

Em 1998, Flashpoint foi remasterizado e reeditado pela Virgin Records, e novamente em 2010 pela Universal Music.


Faixas[editar | editar código-fonte]

  • versão original em LP
lado “A”
  1. (Intro) "Continental Drift" – 0:29
  2. "Start Me Up" – 3:54
  3. "Sad Sad Sad" – 3:33
  4. "Miss You" – 5:55
  5. "Ruby Tuesday" – 3:34
  6. "You Can't Always Get What You Want" – 7:26
  7. "Factory Girl" – 2:48
  8. "Little Red Rooster" (Dixon) – 5:15
lado “B”
  1. "Paint It, Black" – 4:02
  2. "Sympathy for the Devil" – 5:35
  3. "Brown Sugar" – 4:10
  4. "Jumpin' Jack Flash" – 5:00
  5. "(I Can't Get No) Satisfaction" – 6:08
  6. "Highwire" – 4:46
  7. "Sex Drive" – 4:28
  • "Rock and a Hard Place" e "Can't Be Seen", não entraram na versão em vinil.
  • versão em CD
  1. "(Intro) Continental Drift" – 0:26
  2. "Start Me Up" – 3:54 (26 Novembro 1989; Death Valley Stadium; Clemson, South Carolina)
  3. "Sad Sad Sad" – 3:33 (19 Dezembro 1989; Atlantic City Convention Center; Atlantic City, New Jersey)
  4. "Miss You" – 5:55 (25 Novembro 1989; Gator Bowl; Jacksonville, Florida)
  5. "Rock and a Hard Place" – 4:52 (25 Novembro 1989; Gator Bowl; Jacksonville, Florida)
  6. "Ruby Tuesday" – 3:33 (27 Fevereiro 1990; Korakuen Dome; Tokyo, Japan)
  7. "You Can't Always Get What You Want" – 7:26 (25 Novembro 1989; Gator Bowl; Jacksonville, Florida)
  8. "Factory Girl" – 2:47 (6 Julho 1990; Wembley Stadium; London, England)
  9. "Can't Be Seen" – 4:17 (26 Novembro 1989; Death Valley Stadium; Clemson, South Carolina)
  10. "Little Red Rooster" (Willie Dixon) – 5:15 (19 Decembro 1989; Atlantic City Convention Center; Atlantic City, New Jersey)
  11. "Paint It Black" – 4:02 (13 Junho 1990; Olympic Stadium; Barcelona Spain)
  12. "Sympathy for the Devil" – 5:35 (26 Fevereiro 1990; Korakuen Dome; Tokyo, Japan)
  13. "Brown Sugar" – 4:06 (28 Julho 1990; Stadio Delle Alpi; Turin, Italy)
  14. "Jumpin' Jack Flash" – 5:00 (27 Fevereiro 1990; Korakuen Dome; Tokyo, Japan)
  15. "(I Can't Get No) Satisfaction" – 6:09 (26 Novembro 1989; Death Valley Stadium; Clemson, South Carolina)
  16. "Highwire" – 4:44
  17. "Sex Drive" – 5:07

Paradas[editar | editar código-fonte]

Ano Parada Posição
1991 UK Albums Chart 6
1991 Billboard Pop Albums 16


Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.