Florinda Bolkan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Florinda Bolkan
Florinda Bolkan em 1975
Nome completo Florinda Soares Bulcão
Nascimento 15 de fevereiro de 1941 (75 anos)
Uruburetama, Ceará
Página oficial
IMDb: (inglês)

Florinda Bolkan (nascida Florinda Soares Bulcão; Em Uruburetama - Ce, no dia 15 de fevereiro de 1941) é uma atriz brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Florinda viveu em Fortaleza e no Rio de Janeiro antes de se mudar para a Itália em 1968 e fazer carreira no cinema. Lá, ela adaptou a grafia de seu sobrenome (Bulcão) para torná-lo mais pronunciável para estrangeiros.

Filha do poeta, jornalista e político José Pedro Soares Bulcão (1873-1942)[1]e de sua segunda esposa, viveu algum tempo em Fortaleza e mudou-se para o Rio de Janeiro, onde já morava uma de suas irmãs. Foi inicialmente datilógrafa de uma empresa de engenharia, aprendeu taquigrafia e estenografia, estudou inglês e francês e, afinal, conseguiu um emprego como comissária de bordo da Varig. Foi para os Estados Unidos, onde participou de comerciais de televisão e conheceu personagens do jet set, como Porfírio Rubirosa, famoso play-boy internacional, e Samuel Wainer, então exilado em Paris, que, em 1968, apresentou Florinda à condessa Marina Cicogna, produtora cinematográfica que se tomou sua grande amiga e a levou para passar férias em Ischia. Lá, Florinda conhece Luchino Visconti, primo de Marina. Ele improvisa um teste com Florinda e acaba por lhe dar uma pequena parte no seu filme, La caduta degli dei, então em elaboração.

Revelada por Visconti, Florinda atuou em mais de 40 filmes, trabalhando com diretores renomados, como Christian Marquand, Damiano Damiani, Giuseppe Patroni Griffi, Giuliano Montaldo, Elio Petri, James Clavell, Michele Lupo, Enrico Maria Salerno, Vittorio de Sica, Richard Lester e Franco Prosperi, além do próprio Visconti, que a dirigiu em Os Deuses Malditos, ao lado de Dirk Bogarde, Ingrid Thulin e Helmut Berger. Depois de participar de dezenas de filmes na Europa, voltou ao Brasil para participar do seriado A Rainha da Vida, da TV Manchete. A história, passada no Ceará, narra o drama de Antônia Fidalga, uma mulher vilipendiada pelo marido que abandona a sua cidadezinha e sai pelo mundo. [2]

Na sua estreia cinematográfica, Candy, contracenou com o beatle Ringo Starr. Em Una Breve Vacanza (Amargo Despertar), foi dirigida por Vittorio de Sica. Investigação Sobre um Cidadão Acima de Qualquer Suspeita, sob direção de Elio Petri, é considerado um de seus melhores filmes. O ator e diretor Enrico Maria Salerno dirigiu-a em Anonimo veneziano. Durante sua carreira, contracenou ainda com Jean-Louis Trintignant, John Cassavetes e Annie Girardot, entre outros astros.

Ganhou por três vezes o David di Donatello, considerado o "Oscar" do cinema italiano, prêmio que também já foi dado a Sophia Loren, Claudia Cardinale e Monica Vitti.

Quando a contratou para fazer Una Breve Vacanza, o filme que iria lançá-la no mercado dos Estados Unidos, De Sica lhe disse: "Escolhi você porque seus olhos são de quem já conheceu a fome". Ao que Florinda respondeu: "Quem nasce no Ceará traz uma carga de verdade muito dura e forte".

Durante 20 anos, Florinda foi companheira da condessa Marina Cicogna, produtora de Una Breve Vacanza.

Em 2000, a atriz fez sua estreia como diretora, com o filme brasileiro Eu Não Conhecia Tururu. Além de dirigir, ela também faz um dos papeis principais. Florinda Bolkan continua trabalhando como atriz de cinema e televisão, especialmente na Itália.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Como atriz[editar | editar código-fonte]

  • (2006) - La notte breve (TV), como uma magistrada
  • (2003) - Cattive inclinazioni (Bad Inclination), como Mirta Valenti
  • (2002) - Incantesimo 5, como Corinne Grasso
  • (2000) - Eu Não Conhecia Tururu (I Didn't Know Tururu), como Eleonora
  • (1999) - Ombre (Shadows) (TV), como Kalantan
  • (1999) - Un bacio nel buio (TV), como Aldina
  • (1998) - Bela Donna (White Dunes), como Mãe Ana
  • (1998) - Alice auf der Flucht (Naked Fear, minissérie), como Elisabetta Mancini
  • (1996) - L’Ombre du pharaon
  • (1995) - L’Ombra abitata (Shadow of a Kiss) (TV), como Madame
  • (1995) - La strana storia di Olga O. (The Strange Story of Olga O.)
  • (1994) - La piovra 7 (minissérie), como Olga Camastra
  • (1994) - Delitto passionale, como Giulia
  • (1993) - La voyageuse du soir (TV), como La baronne
  • (1993) - Delitti imperfetti (Imperfect Crimes) (TV)
  • (1993) - Cherchez la femme (TV)
  • (1992) - Missione d'amore (minissérie), como Helena
  • (1991) - Primero izquierda (um episódio)
  • (1991) - Miliardi, como Margherita
  • (1990) - Mademoiselle Ardel (TV), como Bianca di Falco
  • (1989) - Portaritratto per signora
  • (1989) - La formula mancata (minissérie)
  • (1988) - Some Girls, como Mrs. D'Arc
  • (1988) - Prisoner of Rio, como Stella
  • (1987) - A Rainha da Vida (minissérie), como Antônia Fidalgo/Jurema Matos
  • (1986) - Affari di famiglia (TV), como Lina Benetti
  • (1985) - La gabbia (Dead Fright), como Ellen
  • (1985) - La piovra 2 (minissérie), como Olga Camastra
  • (1984) - La piovra (minissérie), como Contessa Olga Camastra
  • (1983) - Acqua e sapone (Soap and Water), como Wilma Walsh (mãe de Sandy)
  • (1983) - Legati da tenera amicizia
  • (1978) - The Word (minissérie), como Angela Monti
  • (1978) - Tod im November (The Devil's Bed), como Walpurga
  • (1978) - La settima donna (Terror), como Sister Cristina
  • (1978) - Manaos, como Manuela Aranda
  • (1976) - Il comune senso del pudore (A Common Sense of Modesty), como Loredana Davoli
  • (1975) - Royal Flash, como Lola Montez
  • (1975) - Le orme (Primal Impulse), como Alice Carlos
  • (1975) - Sarajevski atentat (The Day That Shook the World), como Sophie
  • (1974) - Flavia, la monaca musulmana (Flavia), como Flavia Gaetani
  • (1974) - Le mouton enragé (Love at the Top), como Flora Danieli
  • (1973) - Una breve vacanza (A Brief Vacation), como Clara Mataro
  • (1973) - Cari genitori (Dear Parents), como Giulia Bonanni
  • (1972) - Un uomo da rispettare (The Master Touch), como Anna
  • (1972) - Non si Sevizia un Paperino (Don't Torture a Duckling), como Maciara
  • (1972) - Le droit d'aimer (The Right to Love), como Helena
  • (1971) - Una Lucertola con la Pelle di Donna (Lizard in a Woman's Skin), como Carol Hammond
  • (1971) - The Last Valley, como Erica
  • (1971) - Incontro
  • (1970) - Anonimo veneziano (The Anonymous Venetian), como Valeria
  • (1970) - E venne il giorno dei limoni neri (Black Lemons), como Rossana
  • (1970) - Indagine su un cittadino al di sopra di ogni sospetto (Investigation of a Citizen Above Suspicion), como Augusta Terzi
  • (1970) - Una stagione all'inferno, como Gennet
  • (1969) - La caduta degli dei (The Damned), como Olga
  • (1969) - Un detective, como Vera Fontana
  • (1969) - Le voleur de crimes (Crime Thief), como Florinda
  • (1969) - Metti una sera a cena (One Night at Dinner), como Nina
  • (1968) - Candy (Candy e il suo pazzo mondo), como Lolita
  • (1968) - Gli intoccabili (Machine Gun McCain), como Joni Adamo
  • (1968) - Una ragazza piuttosto complicata (Rather Complicated Girl)

Como diretora, roteirista, produtora[editar | editar código-fonte]

  • (2000) - Eu Não Conhecia Tururu (I Didn't Know Tururu)

Autofilmografia[editar | editar código-fonte]

  • (2005) - Shedding the Skin, como ela mesma
  • (2001) - HermanSIC, como ela mesma (um episódio)
  • (1972) - V.I. P.-Schaukel, como ela mesma (um episódio)

Referências


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Florinda Bolkan
Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.