Kalanchoe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Folha da fortuna)
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaKalanchoe
Kalanchoe daigremontiana

Kalanchoe daigremontiana
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Saxifragales
Família: Crassulaceae
Género: Kalanchoe
Espécies
Ver texto
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Kalanchoe
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Kalanchoe

Kalanchoe é um género de plantas suculentas da família Crassulaceae (ordem Saxifragales). Sua origem é africana e ela também é conhecida como flor-da-fortuna ou kalandiva. No Brasil, é conhecida também como coerana, eoirama-branca, erva-da-costa, folha-da-fortuna, folha-de-costa ou saião.

Na hora de comprar, escolha sempre plantas com folhas inteiras, brilhantes, viçosas e sem manchas. Observe o número de botões fechados, pois as que possuem grande números de botões terão uma durabilidade maior.

Pode ser cultivada à meia-sombra, desde que receba luz solar direta algumas horas por dia. O vaso deve ser colocado onde possa receber sol e vento. Exposta ao sol, suas flores duram mais tempo.

Por acumular muita água, precisa de poucos cuidados com a rega. No verão pode ser regada apenas duas vezes semanalmente e no inverno apenas uma ou quando o substrato estiver começando a ressecar. A rega deve ser feita apenas sobre o solo, sem molhar a planta. Deixe o solo secar antes de regar novamente. Regar sempre com pouca água, o suficiente para que escorra um pouco no pratinho, ou nem isso.

O período de florada vai em geral do início do inverno ao fim da primavera. Pode ser encontrada com flores vermelhas, rosas, laranjas, brancas, amarelas e talvez outras cores. Quando adulta, alcança até 30 centímetros de altura.

Propriedades terapêuticas[editar | editar código-fonte]

Existem várias espécies e variedades conhecidas, algumas com propriedades medicinais. Algumas contêm bufadienolídeos, esteróides cardiotônicos cujo efeito farmacológico principal é a inibição da Na+/K+-ATPase (NKA)[1] e que podem ser cardiotóxicos,[2] particularmente para o gado.[3][4]


Algumas espécies[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Steyn, Pieter S; van Heerden, Fanie R. (1998). «Bufadienolides of plant and animal origin». Natural Product Reports. Royal Society of Chemistry. Consultado em 19 de setembro de 2007 
  2. Toxicologia. Síndrome cardiotóxica
  3. McKenzie, RA; Dunster PJ. (July 1986). «Hearts and flowers: Bryophyllum poisoning of cattle». Australian veterinary journal. 63 (7): 222–7. doi:10.1111/j.1751-0813.1986.tb03000.x. PMID 3778371  Verifique data em: |data= (ajuda)
  4. McKenzie, RA; Franke FP; Dunster PJ. (October 1987). «The toxicity to cattle and bufadienolide content of six Bryophyllum species». Australian veterinary journal. 64 (10): 298–301. doi:10.1111/j.1751-0813.1987.tb07330.x. PMID 3439945  Verifique data em: |data= (ajuda)
  5. Almeida, Carlos César Scala de; Bogossian, Fernanda Bassit; Doi, Ana Paula Kyono; Isoyama, Daniela; Ho Sih, Giok; Zanolla, Walter Regattieri; Nassis, Cristina de Zotti. Estudo da atividade antihistamínica da Kalanchoe Brasiliensis. Arquivos médicos do ABC;20(1/2):7-10, 1997.
  6. Ervas nas religiões afro-brasileiras. Por Francisco Rivas Neto, Maria Elise Machado Rivas, José Luis Rojas Vuscovich, Yuri Tavares Rocha. Revista TRIPLOV de Artes, Religiões e Ciências (nova série) n° 28, junho de 2012.
  7. Kalanchoë daigremontiana - Uses
  8. Folha-da-fortuna: benefícios e propriedades medicinais

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • BARROS, José Flávio Pessoa de; Napoleão, Eduardo. Ewé òrìṣà: uso litúrgico e terapêutico dos vegetais nas casas de candomblé jêje-nagô. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2009.
Este artigo sobre crassuláceas (família Crassulaceae), integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.