Força Aérea Suíça

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo está a ser traduzido de en:Swiss Air Force (desde dezembro de 2010). Ajude e colabore com a tradução.
Nuvola apps important.svg
A tradução deste artigo ou se(c)ção está abaixo da qualidade média aceitável.
É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, tente encontrar a página original e melhore este artigo conforme o guia de tradução.
Força Aérea Suíça
Swiss roundel.svg
Cocar
País Suíça
Corporação Forças Armadas da Suíça
Missão Defesa Aérea
Criação 1914
Aniversários 31 de Julho
Logística
Efetivo 1.600 profissionais ativos[1]
Aeronaves F/A-18 Hornet
Northrop F-5E Tiger II
F/A-18 Hornet
ADS-95 Ranger
Pilatus PC-7/PC-9/PC-21
Comando
Tenente-general Aldo C. Schellenberg
Sede
Guarnição Bundeshaus Ost - Berna

A Força Aérea Suíça (em alemão: Schweizer Luftwaffe; em francês: Forces aériennes suisses; em italiano: Forze aeree svizzere) é o componente aéreo das Forças Armadas da Suíça. Estabelecida em 31 de julho de 1914 e em Janeiro de 1966 se tornou um serviço independente, separado do Exército.

Em tempos de paz, Dübendorf é o Quartel General da Força Aérea. O Aeroporto Berna-Belp (LSMB) é um aeroporto civil, mas é sede do LTDB (Transporte Governamental da Força Aérea).

A Força Aérea Suíça opera a partir de várias bases fixas, mas seu pessoal é também treinado para realizar operações aéreas de aeródromos temporários improvisados em rodovias. Em caso de crise ou guerra muitas rodovias são especialmente preparadas para esta opção.

História[editar | editar código-fonte]

A história da Força Aérea Suíça se iniciou em 1914 com o estabelecimento de um ad hoc, pois a força era constituída por um punhado de homens em aeronaves ultrapassadas e a maioria civis.[2] Foi apenas na década de 1930 que uma efetiva força aérea foi estabelecida a um grande custo, capaz de infligir muitas derrotas pela Luftwaffe nazista no curso de uma defesa inicialmente vigorosa do espaço aéreo suíço, que era neutro.[3] A Força Aérea Suíça como um serviço militar autônomo foi criado em Outubro de 1936.[2] Após a Segunda Guerra Mundial foi renomeado como Comando da Força Aérea Suíça e Defesa antiaérea (Schweizerische Flugwaffe Kommando der Flieger und Fliegerabwehrtruppen) e em 1996 se tornou um serviço independente do exército, sob seu presente nome Schweizer Luftwaffe.[4]

A missão da Força Aérea Suíça historicamente foi auxiliar das tropas de solo (erdkampf) ao repelir invasões do território suíço, que era neutro, com uma missão secundária de defender a soberania do espaço aéreo. Durante a Segunda Guerra Mundial sua doutrina foi severamente testada quando a Suíça foi literalmente pega no meio de um espaço aéreo sujeito a ambos ataques e incursões de aeronaves de todos os combatentes.[3] Sua inabilidade de prevenir tais violações de sua neutralidade levou a um período de completo recesso de interceptações aéreas, seguidas por uma prática de coagir um pequeno número de invasores e enviá-los a internamento.[5]

No final da década de 1950, refletindo a possibilidade de invasões de ambos os lados, especialmente pela antiga União Soviética e também possibilidade de explodir uma guerra nuclear, a doutrina militar suíça mudou para defesa móvel, o que incluiu missões para a Força Aérea fora de seu território, de forma a derrotar ataques e ameaças nucleares, junto com a possibilidade de defender em caso de uma arma nuclear ser lançada.[6] Entretanto a inabilidade de estabelecer uma força aérea com capacidade suficiente de realizar tais missões, a levou para o retorno de uma tradicional doutrina: A "Proteção de seu próprio território".[7]

DH112 Venom Mk1R suíço

Armas Nucleares e muitas outras aeronaves com armas convencionais estavam paradas pela Europa, quando o Pacto de Varsóvia e a OTAN criaram uma espécie de 'balança do terror.' Estimulada por essa situação, a corrida para a melhor tecnologia nesta guerra aérea impactou a estratégia de armamentos da Suíça. Com a introdução do caça DH100 Vampire em 1946, a força aérea tomou seu primeiro passo na era dos jatos. Logo após o governo suíço decidiu a construir abrigos para as aeronaves dentro de rochas próximos às bases aéreas – as então chamadas cavernas –, o estabelecimento de uma corrente de controle e comando e um Centro de Operações subterrâneo.

DH100 Vampire Mk6 suíço

Em 1954 a primeira Escola de Recrutas de Radar Aéreo foi ativada, os primeiros sistemas de radar foram instalados e o conceito de facilidades de comando e controle nos cumes das montanhas foram introduzidos; levando à aquisição do sistema de alerta FLORIDA em 1965, seguido pelo sistema atual, FLORAKO, em 2003.

A necessidade de substituir os ultrapassados Vampire e Venom no final da década de 1950 para uma aeronave combinada caça/bombardeiro levou à aquisição do Hawker Hunter. Esta aeronave (parcialmente ex-RAF e parcialmente construído novamente) manteve operações durante 36 anos na Força Aérea Suíça. A autonomia da vida operacional dos Hunter foram regularmente modificados e atualizados com novas armas e sistemas. Entre 1975 e 1991 9 esquadrões operacionais e um esquadrão de interceptação estavam equipados com o Hunter. Estes voaram um total de mais de 310.000 horas de voo. Com a chegada dos Northrop F-5 Tiger os Hunter foram finalmente aposentados de suas tarefas de interceptação e sujeito a missões de bombardeio ao solo.

Hawker Hunter Mk58 suíço

Nos anos de 1960 projetos para melhorar a defesa antiaérea foram realizados com sistemas de defesa 63 'Superfledermaus', guiado por radar e de calibre médio, com um sistema integrado (Superbat) de sistema de controle de fogo e também o sistema de defesa aérea BL-64 ‘Bloodhound’(1964–1999).

Mirage III

A Suíça não investiu no desenvolvimento de sua própria aeronave de combate. Em 1964 a compra de caças Dassault Mirage III (1964–2002) causou um escândalo devido a uma severa crise no orçamento. O Comandante da Força Aérea, o chefe da Equipe Geral e o Ministro da Defesa foram forçados a renunciar, seguido por uma completa reestruturação da força aérea e unidades de defesa aérea em 1 de Fevereiro de 1968.

Em 1969 a Força Aérea, Logística da Força Aérea e Defesa Aérea foram foram realocados em brigadas. O Grupo de Forças Armadas Meteo e o Serviço de Resgate Avalanche veio sob o Comando da Força Aérea e Defesa Aérea e a Companhia de Reconhecimento de Pára-quedistas foi estabelecida.

F-5 Tiger da Força Aérea Suíça

Na década de 1970, ocorreram os maiores movimentos históricos da força aérea, com mais de 22.000 participantes. Também uma um novo conceito de defesa aérea foi introduzido, no qual a necessidade de um “caça de superioridade aérea” – em caso das forças de solo recuarem - ficou como objetivo central. Em 1974 os dois primeiros Northrop F-5 foram testados e em 1978 o primeiro esquadrão de caça/interceptador utilizando o F-5 Tiger se tornou operacional. O F-5 ainda é operacional, mas é previsto para ser substituído em 2015.

F/A-18C Hornet J-5011

No final da década de 1980 as mudanças políticas e militares no mundo trouxe a necessidade de uma aeronave multi-funcional na Força Aérea Suíça. O principal fator para escolher o F/A-18 Hornet, após várias avaliações, foi a performance da aeronave. O Hornet não somente necessita de uma pequena pista para decolagem de sua posição de alerta, mas também sua performance aérea e características de voo, sua aceleração extremamente rápida para uma velocidade supersônica em segundos e sua manobrabilidade em voos curvilíneos o Hornet é atualmente a melhor aeronave adaptada para operar nas condições geográficas da Suíça e condições climáticas. A aeronave (desenvolvida para operar em porta-aviões) é Excelente para operações em pistas muito curtas em regiões montanhosas e vales estreitos. Sua alta performance de radar permite o F/A-18 detectar e simultaneamente engajar alvos múltiplos com mísseis guiados de longo alcance, em condições de “qualquer tempo”, e a aeronave também é bem preparada para condições de guerra eletrônica.

Em 1996, o primeiro de um total de 33 Hornets deixou as linhas de montagem em Emmen e a entrega foi finalizada no final de 1999. O Esquadrão 17º Fliegerstaffel foi o primeiro a receber o Hornet em 1997, seguido em 1998 pelo 18º Fliegerstaffel. Por último mas não menos importante, a reciclagem foi concluída então, em Dübendorf, para o 11º Fliegerstaffel em 1999. Estes três esquadrões formam atualmente a Űberwachungsgeschwader (Asa de Vigilância Aérea) suíça.

Com um comprimento de 17 metros, o F/A-18 é mais comprido que o Mirage III. Sua envergadura de 12 excede o F-5 Tiger em 4 metros. Por este motivo, as então existentes “cavernas” nos cumes das montanhas tiveram que ser ampliadas. Este processo ainda está se realizando. O F/A-18 suíço pesa 17 toneladas, aproximadamente 2,5x a mais que o Tiger. Pode facilmente carregar 7 toneladas, algo em torno de 6x o que o antigo Hawker Hunter conseguia levar. Os motores dão uma potência de 16 toneladas, aproximadamente 3,5x a mais que a performance dos motores do F-5. Seus 5.000 litros de Jet A-1 permite missões com mais de uma hora de duração. O suficiente para eliminar incursões não desejadas no espaço aéreo suíço.

Image Aircraft Origin Type Versions In service [8] Notes
Fa-18c.hornet.j5003.swissaf.jpg McDonnell Douglas F/A-18 Hornet  Estados Unidos Suíça built under license from the United States Multirole fighter F/A-18C 26 (J-5001 to J-5026) )
Swiss AF Boeing FA-18D Hornet.jpg F/A-18D 6 (J-5232 to J-5238, J-5231, J-5237 crash)
F-5 auf Platte.jpg Northrop F-5 Tiger II  Estados Unidos Suíça built under license from the United States Fighter-Interceptor F-5E 42 Current use: interception, aerobatics , target-towing [1]
F-5F.jpg F-5F 12 (J-3201 to J-3212) Current use: air policing and electronic warfare
Pilatus PC7-IMG 5742.jpg Pilatus PC-7 Turbo trainer Suíça Trainer NCPC-7 28 AB Locarno
PC9.JPG Pilatus PC-9 Suíça Trainer PC-9/F 8 (C-401 to C-412, C-404 crash) Flight Training Unit 12 (AB Payerne)Current use: target-towing electronic warfare
Swiss Air Force PC-21 A-102 parked.jpg Pilatus PC-21 Suíça Advanced trainer PC-21 8 (A-101 to A-108) AB Emmen
Swiss Air Force Beech 1900D Bidini-1.jpg Beechcraft 1900  Estados Unidos VIP transport 1900D 1 (T-729) Bern-Belp Airport
Swiss Air Force DHC-6.jpg DHC-6 Twin Otter  Canadá Photomapping DHC-6 1 (T-741) Militärflugplatz Dübendorf
Swiss Air Force SuperKing air.JPG Beechcraft Super King Air  Estados Unidos Photomapping 350C 1 (T-721) Militärflugplatz Dübendorf
Swiss Air Force Pilatus PC-6 V-618 parked at IBT'11.jpg Pilatus PC-6 Turbo-Porter Suíça Light transport PC-6/B2-H2M-1 15 Airliftsqn 7 (AB Emmen) + HB-FCF from armasuisse
SUI785.jpg Dassault Falcon 900EX  França VIP transport Falcon 900 1 (T-785) Bern-Belp Airpt.
HB-FOG.jpg Pilatus PC-12 Suíça Test and transport PC-12 1 (HB-FOG) Armasuisse Militärflugplatz Dübendorf
Cessna.560xl.citation.excel.arp.jpg Cessna Citation Excel  Estados Unidos VIP transport Ce-560XL 1 (T-784) Bern-Belp Airpt.
Swiss Air Force Armasuisse R-711.jpg Diamond DA42  Estados Unidos Áustria Experimental Diamond DA42 Aurora Centauer 1 (R-711) Armasuisse AB Emmen
RUAG ADS-90 Ranger ventral view.jpg ADS-95 Ranger Suíça UAV ADS-95 24 (D-108 to D-134, D-119 crash 13.09.11) Drone Sqn 7 (AB Emmen)
Zieldrohne.JPG KZD 85 Suíça UAV KZD-85 60 (Z-30 to Z-90, Today 30 in use) training of air defense troops (flab) )
  • Trainingsmockup F/A-18C, X-5099.

Helicopters[editar | editar código-fonte]

Image Aircraft Origin Type Versions In service[9] Notes
Swiss Air Force Super Puma T-325 side view 2.jpg Eurocopter AS332 Super Puma  França Medium airlift AS332M1 15 (T-311 to T-325) AB Payerne, Militärflugplatz Dübendorf
Cougar Swiss milouf 3.jpg Eurocopter AS532 Cougar  França Medium airlift AS532UL 11 (T-331 to T342) AB Alpnach. Eurocopter Cougar (T-341) crashed
Swiss Air Force EC635P2+ T-352 at BRN (2).jpg Eurocopter EC635  França  Alemanha Utility EC635 P2+ 18 (T-353 to T-370) AB Alpnach
VIP transport EC635 P2+ VIP 2 (T-351, T-352)

Ground to Air Defense[editar | editar código-fonte]

Oerlikon Skyguard
Image Name Origin Type In service Notes
Flab.JPG Oerlikon 35 mm twin cannon Suíça AAA gun 45 a.k.a. "Flab Kanone 63/90"
Stinger (dummy) and case.png FIM-92 Stinger  Estados Unidos MANPAD infrared guided missile 288
Rapier Missile.JPG Rapier missile  Reino Unido surface-air guided missile 54 a.k.a. "Mobile Lenkwaffen Flugabwehr"

Inventário histórico[editar | editar código-fonte]

Ex.Schweizer Luftwaffe Ju-52
Pilatus P-2
Pilatus P-3
Swiss Air Force Beechcraft Model 18
FFA P-16
Dornier Do-27
DH-112 Venom
  • Hiller UH-12B (1952 - 1962) V-10 - V-12 / KAB-201 - KAB-203
  • Sud-Ouest SO 1221 (1958 - 1964) V-21 - V-24 .
  • Alouette II (1958-1992) V-41 - V-70.
  • Alouette III (1964-2010) V-201 - V-284
  • Eurocopter Dauphin (2005-2009) T-711
  • Rockwell Grand Commander 680FL (1976- 1993) HB-GCB (swisstopo).
  • Learjet 35 (1987-2006) T-781 T-872
  • Dassault Falcon 50 (1996 - 2013) T-783
  • 'Beechcraft Model 50 Twin Bonanza (1957 - 1989) T-711 - T-713
  • BAE Hawk|BAe Hawk T.Mk.66 (1987-2002) U-1251 - U-1270)
  • Dassault Mirage III
  • Hawker Hunter
    • Hawker Hunter F.Mk.58 / F.Mk.58A (1958-1994)J-4000 - J-4152
    • Hawker Hunter T.Mk.68 - Trainer (1975-1994)J-4201 - J-4208
  • FFA P-16 (1955-1960) J-3001 - J-3005.
  • De Havilland Vampire DH.100 (1949-1990)
    • 4 "Vampire" DH-100 Mk.1 J-1001 - J-1004
    • 178 "Vampire" DH-100 Mk.6 J-1005 - J-1082 & J-1101 - J-1200
    • 39 "Vampire" DH-115 U-1201 - U-1239
  • De Havilland D.H.112 Venom (1949-1983).
    • 126 "Venom" DH-112 Mk.1 J-1501 - J-1625 & J-1650
    • 100 "Venom" DH-112 Mk.4 J-1701 - J-1800
      • 24 "Venom" DH-112 MK.1R J-1626 - J-1649
  • Dornier Do 27 (1958 - 2005) HB-HAD / V-607, V-601 - V-607 & HB-HAC
  • North American P-51|North American P-51D «Mustang» (1948-1958)
  • North American T-6|North American AT-6 Texan (Harvard) U-301 - U-340
  • Pilatus P-3 (1956 - 1995) A-801 - A-873
  • Pilatus P-2 U-102 - U-128 & U-132 - U-157
  • Piper PA-18 Super Cub (1948 - 1975) KAB-101 & KAB-102 / V-651 - V-656
  • Nord 1201 Norécrin I (1948 - 1952) V-653 / HB-HOI
  • Nord NC.850 Norvigie (1949-1950) KAB-103
  • Siebel Si 204 (1945 -1955) B-3.
  • Potez 63 (1938 - 1944) B-1 & B-2 B-1 / HB-HAs , B-2 / HB-HAT
  • Junkers Ju 52/3m (1939 - 1981) A-701 - A-703
  • Nardi FN-315 (1944 - 1948) A-290 & A-291
  • Fieseler Fi 156 Storch (1940-1963): A-96 - A-100, A-96 / HB-ARU
  • De Havilland D.H.98 (1944 - 1954) B-4 & B-5 B-4 / E-42
  • WLM-1 (1951) 2 WLM-1 U-1 - U-2 (Zivil HB-551 & HB-552)
  • Messerschmitt Bf 109 (1938-1949):
  • Messerschmitt Bf 108-B Taifun (1938 - 1959) A-201 - A-215
  • Morane-Saulnier MS.406|Morane-Saulnier D-3800 (1940-1959)
    • 82 Morane D-3800 J-1 - J-84
    • 207 Morane D-3801 J-191 - J-297
    • 13 Morane D-3802 J-401 - J-404, J-406 - J414
    • 1 Morane D-3803 J-405
  • Eidgenössische Konstruktionswerkstätte K+W C-36 C-3603 (1942 - 1987) C-401 - C-560
  • Stinson L-5 Sentinel (1944 - 1945) A-96 /HB-TRY.
  • Bücker Bü 133 Jungmeister (1937-1968) U-49 - U-100.
  • Bücker Bü 131 Jungmann (1936-1971)A-85 - A-94
Histórico Ground Based Air Defense[editar | editar código-fonte]
Image System Origin Entered
service
WFU Notes
Oerlikon-20mm-batey-haosef-2-1.jpg Oerlikon 20 mm cannon Suíça 1937 1992 (L Flab Kan 37).
Oerlikon-20mm-batey-haosef-2-1.jpg Oerlikon 20 mm cannon Suíça 1954 1995 (L Flab Kan 54 Oe).
BL-64.JPG Bristol Bloodhound  UK 1964 1999 Flab Lwf BL 64 Bloodhound

Sistemas de defesa anti-aérea[editar | editar código-fonte]

Uma série de sistemas de defesa aérea têm sido oferecidos à Suiça e testados pela Força Aérea Suiça mas, por enquanto, nenhum sistema foi adquirido.

Image System Origin Entered
service
WFU Notes
Fliegerabwehrpanzer 68 SPAAG pic03-1.JPG 35 mm anti aircraft tank B22L Suíça 1958 1964
RSA Seite.JPG RSA Missile Suíça 1946 1958
Lenkwaffensystem RSCD Doppelstartlafette front.JPG RSD 58 Suíça 1952 1958
Oerlikon Kriens Luftabwehr im Fliegermuseum Dübendorf.jpg RSE Kriens (Missile) Suíça 1958 1966
Shark Air def.JPG Mowag Shark Suíça  Reino Unido
 França
1981 1983 with French Crotale (missile)
or British twin AAA "wildcat"2x30mm.

Velhos sistemas de radar[editar | editar código-fonte]

FLORIDA EZ at Fliegermuseum Dübendorf
Image System Origin Entered
service
WFU Notes
Florida Radar.JPG FLORIDA Airspace monitoring and management system  Estados Unidos 1970 2003
SF Radar.JPG SRF Airspace monitoring and management system  França 1955 1970
Radar WW2.JPG LGR-1 Radar  Estados Unidos 1948 1955
WW2 Radar mobil.JPG Target allocation radar TPS-1E  Estados Unidos
(licensed) Itália
1958 1989
Superfledermaus.JPG Super Fledermaus Suíça 1965 1977
ZZR Radar.JPG Fire control radar Mark VII  Reino Unido 1958 1967

AFB histórico[editar | editar código-fonte]

F-5E crossing Street at Mollis AFB
former Military Airfield Raron

Missão[editar | editar código-fonte]

Em 1995 a Suíça implementou um plano defensivo que trouxe o controle do espaço aéreo suíço para a sua principal e maior prioridade. A modernização da Força Aérea para alcançar esta missão foi sujeita a um referendo popular, desafiando seu custo e sua praticabilidade.[4]

A missão da Força Aérea Suíça é a seguinte:[4]

  • Controle geral e proteção do espaço aéreo suíço;
  • Garantir Soberania aérea por meios de policiamento aéreo;
  • Garantir defesa aérea por todo o país;
  • Capacidade de executar operações de transporte aéreo;
  • Capturar e disseminar inteligências para liderança política/militar.
AFB[editar | editar código-fonte]
Mapa de aeródromos operados pela Força Aérea Suíça

Radar (vigilância)[editar | editar código-fonte]

FLORAKO au Monte Pilatus


  • FLORAKOEstados UnidosFrançaSuíça
  • TAFLIREstados UnidosSuíça
  • Skyguard Suíça
  • Stinger Alert RadarEstados Unidos

Esquadrões[editar | editar código-fonte]

Na Força Aérea Suíça normalmente uma aeronave não é atribuída permanentemente a um esquadrão. A mesma aeronave pode ser usada em diferentes esquadrões, e até mesmo o líder de esquadrão pode "rodar" para outros esquadrões. Aeronaves mais antigas usualmente avançam para uma linha de suporte de esquadrões, como por exemplo o Hawker Hunter.

Imagem Nome Status Base Tipo de aeronave História Notas
FlSt1.gif, Fliegerstaffel 1 Rokh Inactive Dübendorf F-5E Hawker Hunter,DH-100 Vampire,C-3036,Fokker C.V, Häfeli DH-5 Commander of the Patrouille Suisse was Member of FlSt1. The Patrouille Suisse was Created from parts of the FlSt1[10]
FlSt2new.jpg Fliegerstaffel 2 Inactive Payerne F-5E Hawker Hunter,DH-112 Venom, DH-100 Vampire,AFB Ulrichen, Turtmann [11]
FlSt3new.gif Fliegerstaffel 3 Inactive Sion Mirage IIIRS Hawker Hunter, [DH-112 Venom Recon vers,Morane-Saulnier M.S.406,C-3603,Dewoitine D.27 [12]
FlSt4.gif Fliegerstaffel 4 Inactive Payerne Mirage IIIRS Hawker Hunter, DH-112 Venom, DH-100 Vampire AFB Turtmann, Sankt Stephan [13]
FlSt5old.gif Fliegerstaffel 5 Lynx Interaktiv Interlaken Hawker Hunter DH-100 Vampire, Häfeli DH-5 Swiss Astronaut Claude Nicollier Pilot at this Sqd
FlSt6.gif Fliegerstaffel 6 Ducks active Payerne F-5E [14] [15]
FlSt7.jpg Fliegerstaffel 7 Inactive Meiringen Hawker Hunter DH-112 Venom, DH-100 Vampire,Me109, Fokker C.V,AFB Ambri,Interlaken [16]
FlSt8.gif Fliegerstaffel 8 Destructors active Meiringen F-5E AFBBuochs [17]
FlSt9.gif Fliegerstaffel 9 Inactive DH-112 Venom DH-100 Vampire, Me109,D-3801,Dewoitine D.27,Fokker C.V [18]
FlSt10.gif Fliegerstaffel 10 Inactive Buochs Dassault Mirage IIIRS DH-112 Venom recon, DH-100 Vampire,C-3603,P-51 Mustang all equipt with Photocameras [19] [20] [21]
FlSt11.gif Fliegerstaffel 11 Tigers active Meiringen F/A-18 Dübendorf, F-5E, Hawker Hunter,DH-100 Vampire,D-3801 Member of the NATO Tiger Association,[22] F/A-18C J-5011 Sqad Aircraft with special paint[23]
FlSt12new.gif Zielflugstaffel 12 active Emmen Pilatus PC-9/ F-5E Hawker Hunter, EKW C-36 [24]
FlSt13new.gif Fliegerstaffel 13 Inactive Payerne F-5E DH-112 Venom, D-3800 Morane, Trurtmann AFB, Meiringen Ambri [25]
FlSt14.gif Fliegerstaffel 14 active Locarno Pilatus PC-7 DH-100 Vampire Pilatus P-3 [26]
FlSt15new.gif Fliegerstaffel 15 Inactive Sankt Stephan Hawker Hunter DH-112 Venom, DH-100 Vampire, D-3801, Me109, Payerne in the last year a Hunter got a "Papyrus" paint this AC is now private used[27]
FlSt16new.gif Fliegerstaffel 16 active Sion F-5F Mirage IIIS,DH-112 Venom]] & DH-112 R1, DH-100 Vampire, P-51 Mustang C-3603,EKW C-36,Fokker C.V, Buochs
Wappen der Fliegerstaffel 17.jpg Fliegerstaffel 17 Falcons active Payerne F/A-18 Mirage IIIS,DH-112 Venom,D-3802, C-3603, Häfeli DH-5 Dewoitine D.27 AFB BuochsEmmen, Raron Sqd Aircraft F/A-18C J-5017 with "Falcons" Paint[28] [29]
FlSt18.gif Fliegerstaffel 18 Panthers active Payerne F/A-18 Sqd Aircraft F/A-18C J-5018 with "Phanters" Paint [30]
Staffel19.gif Fliegerstaffel 19 Swans active Sion F-5E Potez 25,Morane D-3800 P-51 Mustang, DH-112 Venom, Hawker Hunter [31] Sqd Aircraft F-5E J-3038 Swans paint[32]
FlSt20.gif Fliegerstaffel 20 Inactive Mollis Hawker Hunter DH-112 Venom, DH-100 Vampire, P-51 Mustang D-3801 [33]
FlSt21.gif Fliegerstaffel 21 Inactive Raron Hawker Hunter DH-112 Venom,DH-100 Vampire, P-51 Mustang,Dewoitine D.27, Me109,AFB Buochs, Turtmann, Dübendorf [34] [35]
FlSt24new.gif Fliegerstaffel 24 active Emmen Pilatus PC-9 / F-5F Hawker Hunter Trainer Sqd 22 and 23 don't exist
LT1.gif Lufttransportstaffel 1 active Payerne AS 532UL,AS 332M-1, EC635 Alouette III [36]
LT2new.gif Lufttransportstaffel 2 Inactive Dübendorf Alouette III Aérospatiale Alouette II, Piper Super Cub, AFB Triengen [37]
LT3.gif Lufttransportstaffel 3 active AS 532UL,AS 332M-1, EC635 [38]
LT4.gif Lufttransportstaffel 4 active Dübendorf AS 532UL,AS 332M-1,EC635, B190, DHC-6, B350 Superpuma T-316 with Squadronpainting
LT5Tarn.gif Lufttransportstaffel 5 active Dübendorf AS 532UL,AS 332M-1,EC635 Alouette IIIDornier Do 27Aérospatiale Alouette II
Lt6.jpg Lufttransportstaffel 6 active Alpnach AS 532UL,AS 332M-1 EC635 [39]
LT7farb.gif Lufttransportstaffel 7 active Emmen Pilatus PC-6 [40]
LT8farb.gif Lufttransportstaffel 8 active Alpnach AS 532UL,AS 332M-1 EC635 Aérospatiale Alouette III [41] [www.lufttransportstaffel8.ch]

Outras unidades aéreas[editar | editar código-fonte]

Imagem Nome Status Base Tipo de aeronave História Notas
Berufsfliegerkorps.gif, Berufsfliegerkorps active Dübendorf HQ all AC types former UeG Überwachungsgeschwader [42]
LTDB.gif Lufttransportdienst des Bundes active Berna Cessna Citation Excel, DHC-6,B350, B1900, Falcon 900,Eurocopter EC635 Learjet 35, Falcon 50, Eurocopter Dauphin [43]
Pilotenschule.gif Pilotenschule active Emmen Pilatus PC-21 F-5F, BAE Hawk, DH-100 VampireT
Dro Geschw 7 blau.gif Drohnengeschwader 7 active Emmen RUAG RangerADS-95
GRD Emmen.gif GRD Armasuisse active Emmen Pilatus PC-6 Turbo-Porter], Pilatus PC-12, Diamond DA42|Diamond DA42 Aurora Centauer Hawker Hunter, Mirage IIIC, F-5E(J-3001) Flight test Service
Patrouille suisse.gif Patrouille Suisse active Emmen F-5E Hawker Hunter AFB Dübendorf Created from parts of the Fliegerstaffel 1[44]
PC7 team.gif PC-7 Team active Dübendorf Pilatus PC-7 [45]
MHR.gif MHR Militär Helikopter Rettungsdienst Inactive Alouette III Search and rescue, Today made by the civil Rega (air rescue)
Swiss Air Defence & directions Center Badge.gif ADDC active Dübendorf Air Force HQ, Air Operations Centre, Air Defence& Directions Center
Flsch aufk.gif Parachute Reconnaissance Company 17 active Locarno MT-1 Para reccon

Condições atuais[editar | editar código-fonte]

O Grupo de Acrobacia Patrouille Suisse utiliza os F-5E Tigers
F/A-18 Hornet em Payerne

Durante alguns anos, a Força Aérea Suíça tradicionalmente fora um serviço baseado em milícias, incluindo os seus pilotos, com um inventário de aproximadamente 450 aeronaves, as quais a vida operacional (mais que 30 anos) sobrepôs por muito tempo. Apesar da separação do exército em 1966, a força aérea vem diminuindo seu tamanho (atualmente aproximadamente 230 aeronaves de asa fixa e rotativa) e move paulatinamente para uma cadeia com poucos profissionais com menos reservas e pessoal de baixa graduação para tarefas gerais.[9] Atualmente, a Força Aérea Suíça possui um total de 1.600 militares na ativa, com algo em torno de 20.000 reservas.[1]


Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c Air Forces Monthly, p. 67.
  2. a b The Pioneers. Swiss Air Force. Página visitada em 14 de Julho 2009.
  3. a b The Second World War. Swiss Air Force. Página visitada em 2 de Dezembro de 2010.
  4. a b c The Present. Swiss Air Force. Página visitada em 2 de Setembro de 2009.
  5. Lombardi, p.40–41.
  6. The Cold War. Swiss Air Force. Página visitada em 2 de Setembro 2009.
  7. Lombardi, p.45.
  8. "World Air Forces 2013". Flightglobal.com, 11 December 2012.
  9. a b Air Forces Monthly, p. 70.
  10. http://old.hermannkeist.ch/fliegerstaffel-1.html
  11. http://old.hermannkeist.ch/fliegerstaffel-2.html
  12. http://old.hermannkeist.ch/fliegerstaffel-3.html
  13. http://old.hermannkeist.ch/fliegerstaffel-4.html
  14. http://www.lw.admin.ch/internet/luftwaffe/de/home/verbaende/einsatz_lw/staffeln/flst6.html
  15. http://www.lw.admin.ch/internet/luftwaffe/de/home/verbaende/einsatz_lw/staffeln/flst6.parsys.20370.downloadList.87294.DownloadFile.tmp/broschurehistoriqueescdav6low.pdf
  16. http://old.hermannkeist.ch/fliegerstaffel-7.html
  17. http://www.lw.admin.ch/internet/luftwaffe/de/home/verbaende/einsatz_lw/staffeln/flst8.html
  18. http://old.hermannkeist.ch/fliegerstaffel-9.html
  19. http://old.hermannkeist.ch/fliegerstaffel-10.html
  20. http://www.lw.admin.ch/internet/luftwaffe/de/home/themen/history/reggesch.parsys.0030.downloadList.38629.DownloadFile.tmp/fliegerstaffel10.pdf
  21. http://www.fliegerstaffel10.ch/include.php?path=news&catid=1&type=2
  22. http://www.natotigers.org/tigerunits/detail.php?unitID=10
  23. http://www.lw.admin.ch/internet/luftwaffe/en/home/verbaende/einsatz_lw/staffeln/flst11.html
  24. http://www.lw.admin.ch/internet/luftwaffe/de/home/verbaende/einsatz_lw/staffeln/zielflugstaffel.html
  25. http://old.hermannkeist.ch/fliegerstaffel-13.html
  26. http://www.lw.admin.ch/internet/luftwaffe/de/home/themen/history/reggesch.parsys.0023.downloadList.00231.DownloadFile.tmp/knowhow.pdf
  27. http://old.hermannkeist.ch/fliegerstaffel-15.html
  28. http://www.lw.admin.ch/internet/luftwaffe/en/home/verbaende/einsatz_lw/staffeln/fightersquad17.html
  29. http://www.fightersquadron17.ch/index.php?id=8
  30. http://www.lw.admin.ch/internet/luftwaffe/en/home/verbaende/einsatz_lw/staffeln/flst18.html
  31. http://www.lw.admin.ch/internet/luftwaffe/de/home/verbaende/einsatz_lw/staffeln/flst19.html
  32. http://www.wings-aviation.ch/03-Reports/2013/SUI-Meiringen/J-3038-03.jpg
  33. http://old.hermannkeist.ch/fliegerstaffel-20.html
  34. http://www.lw.admin.ch/internet/luftwaffe/de/home/verbaende/einsatz_lw/staffeln/flst19/chronik/kmob.html
  35. http://old.hermannkeist.ch/fliegerstaffel-21.html
  36. http://www.lw.admin.ch/internet/luftwaffe/de/home/verbaende/einsatz_lw/staffeln/esc_ta1.html
  37. http://old.hermannkeist.ch/leicht-fliegerstaffel-2.html
  38. http://www.lw.admin.ch/internet/luftwaffe/de/home/verbaende/einsatz_lw/staffeln/lttrspst5.html
  39. http://www.lw.admin.ch/internet/luftwaffe/de/home/verbaende/einsatz_lw/flpl_kdo_alp/flplkdo2/ltgeschw2/ltrspst6.html
  40. http://www.lw.admin.ch/internet/luftwaffe/de/home/verbaende/einsatz_lw/flpl_kdo_emm/ltst7.html
  41. http://www.lw.admin.ch/internet/luftwaffe/de/home/verbaende/einsatz_lw/flpl_kdo_alp/flplkdo2/ltgeschw2/lttrspst8.html
  42. http://www.lw.admin.ch/internet/luftwaffe/de/home/verbaende/einsatz_lw/bfk.html
  43. http://www.lw.admin.ch/internet/luftwaffe/de/home/verbaende/einsatz_lw/ltdb.html
  44. http://www.lw.admin.ch/internet/luftwaffe/de/home/verbaende/einsatz_lw/kunstflugteam/ps.html
  45. http://www.lw.admin.ch/internet/luftwaffe/de/home/verbaende/einsatz_lw/kunstflugteam/pc_7_team.html

[2] Militärische Denkmäler im Bereich der Luftwaffe (PDF)

Leitura extra[editar | editar código-fonte]

  • Force Report: Swiss Air Force, Revista Air Forces Monthly em associação com a Air Forces Intelligence - The Online Air Arms Database, Setembro de 2009. (em inglês)
  • Lombardi, Fiona. The Swiss Air Power: Wherefrom? Whereto?. [S.l.]: Zürich University, 2007. ISBN 978-3728130990 (em inglês)
  • Roman Schürmann: Helvetische Jäger. Dramen und Skandale am Militärhimmel. Rotpunktverlag, Zürich 2009, ISBN 978-3-85869-406-5 (em alemão)