Força Jovem do Vasco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Força Jovem Vasco)
Ir para: navegação, pesquisa
G.R.T.O. Força Jovem do Vasco

O Grêmio Recreativo Torcida Organizada Força Jovem do Vasco da Gama, ou simplesmente Força Jovem do Vasco (FJV) é uma torcida organizada, independente, do Club de Regatas Vasco da Gama é a principal torcida do clube. Fundada em 19 de fevereiro de 1970, também é considerada uma das maiores torcidas organizadas do Brasil.

O mascote da torcida é o Eddie, mascote da banda britânica Iron Maiden.

História[editar | editar código-fonte]

A Força Jovem foi criada em 1969, porém fundada oficialmente no dia 19 de fevereiro de 1970, em um casarão da rua Cônego Tobias nº 80, no bairro do Méier, de propriedade do médico vascaíno Dr. Guilherme Lopes de Almeida. No porão da casa, funcionou a primeira sede da torcida. Em 1992, a sede foi transferida para o bairro Cavalcante e, no ano seguinte, para o bairro Piedade.

Até meados dos anos 80, a Força Jovem e a TOV (Torcida Organizada do Vasco) eram as principais torcidas do Vasco, tanto em números de participantes quanto o prestígio e poder de influência dentro do clube.

Antes da Força Jovem surgir, a torcida do Vasco começava a encher o Maracanã do meio para atrás do Gol, com o surgimento da Força Jovem isso mudou, o que acontece hoje em dia é justamente o contrário. No mesmo ano de fundação, o Vasco voltou a ser Campeão Carioca, o Brasil foi Tri Campeão Mundial.

Em 1996, a Força Jovem mais uma vez mudou o local de sua sede, passando a estar localizada na rua Gonçalves Dias nº 89, no centro da cidade do Rio de Janeiro. A primeira faixa da torcida foi confeccionada no Méier, era branca e possuía os dizeres "Vasco, o Méier te saúda" escritos em preto.

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Nome Mandato
Manoel Santos da Cunha (Fogueteiro) 1969 - 1970
Jorge Mello 1970 - 1971
Eli Mendes Correa 1971 - 1989
Roberto Monteiro 1989 - 1991
Antônio Brás 1991 - 1992
Márcio Bonfim (Buião) 1992 - 1993
Roberto Monteiro 1993
Marcos Thomaz 1993 - 1994
Antônio Brás 1994 - 1997
Marcelo Mendonça (He-Man) 1997 - 1998
Fernando Leal 1998 - 1999
Alexandre Lima (Cebola) 1999 - 2000
Marcelo Granzotto (Zona Sul) 2000 - 2004
Marcos Fernandes (Marcondes) 2005
Gustavo Ferreira (Gustavinho) 2005 - 2006
Grupo Resgate da História 2006 - 2008
Luiz Claudio do Carmo (Claudinho) 2008 - 2010
Ronaldo de Alvarenga Tavares (Juninho) 2010 - 2011
Bruno Pereira Ribeiro (Bruno Fet) 2012 - 2013
Leandro Braga Rabelo (Leandro Caxias) 2015 -2017

O primeiro presidente da Força Jovem foi Manoel Santos da Cunha (Fogueteiro), que manteve-se no cargo durante um ano, quando foi substituído por Jorge Mello. Ely Mendes assumiu na sequência, permanecendo como presidente durante vários anos. Em 1990, assumiu Roberto Monteiro aos 18 anos de idade. Em sua gestão, a Força Jovem foi dividida em "Famílias", isto é, organizada por bairros, municípios, estados e até mesmo em outros países. Depois, quem assumiu a presidência da foi Antônio Brás, seguido por Márcio Bonfim (Buião) e novamente Roberto Monteiro. Após o segundo mandato de Roberto, assumiu a presidência Marcelo Mendonça (He-Man), que deu o primeiro passo para a estrutura de marketing na torcida, inclusive lançando o primeiro website da torcida na internet.

Lemas[editar | editar código-fonte]

A Força Jovem do Vasco tem como lema as seguintes frases:

VASCO por Amor, FORÇA JOVEM por Ideal.

Acima de tudo, Abaixo de nada!

Quando o ideal for maior que a vida, vale a pena dar a vida pelo ideal

Uniforme[editar | editar código-fonte]

CAMISA: A primeira camisa era toda preta com gola olímpica e punhos brancos. Na frente a faixa diagonal branca era do lado direito do peito, sendo a cruz de malta do lado esquerdo com três estrelinhas amarelas abaixo dela. Nas costas em fundo preto liso estava escrito FORÇA JOVEM em vermelho, sendo a palavra FORÇA em semi-círculo e JOVEM, abaixo, em linha reta.

Primeira Camisa do G.R.T.O. Força Jovem do Vasco

Famílias[editar | editar código-fonte]

História do Mascote Eddie[editar | editar código-fonte]

O mascote da torcida Força Jovem do Vasco, o Eddie, nasceu no final dos anos 70, na Inglaterra. Dave Lights (que trabalhava como técnico de iluminação dos shows de uma iniciante e promissora banda de heavy-metal, o Iron Maiden) bolou uma imagem de uma caveira que ficava em um painel junto ao logo da banda, alguns shows se passaram e a imagem ia ganhando efeitos como fumaça que saia da boca e das narinas, além de luzes nos olhos, diga-se de passagem, tudo muito primário em relação as inovações que anos mais tarde apareceriam. Ainda nessa época, Dave resolve que o Eddie deveria também aparecer de "carne e osso" e em um show, ele aparece no palco usando uma máscara semelhante a do painel, com uma faca na mão simulando atacar os integrantes da banda e alguns fãs.


O Iron Maiden grava seu primeiro LP, e coube ao artista plástico Derik Riggs fazer a capa deste e dos futuros discos, e em cada álbum lançado o trabalho de Riggs era apreciado tanto quanto, ou até mais, do que a banda. Eddie ficou imortalizado nas suas várias encarnações: um assassino, samurai, um louco no manicômio, uma múmia, um cyber-assassino e muitas outras, sempre caracterizado em cada tema nas apresentações ao vivo do Iron: nos painéis e esculturas de fundo de palco e na versão "carne e osso" com mais de três metros de altura.


EDDIE "ESTRÉIA" NO MARACANÃ


Com status de mega-banda, o Iron Maiden conquista milhares de fãs em todo o mundo, e no Brasil não poderiam ser diferente, as portas para o Iron Maiden se abriram graças a primeira edição do Rock In Rio, realizado em janeiro de 1985.

Seus discos começam a ser lançados e coube a fãs da banda que eram da Força Jovem do Vasco, mais ou menos 2 anos mais tarde, em uma atitude de vanguarda (nenhuma torcida até então havia feito essa associação), estampar em uma de suas bandeiras a imagem no Eddie, que era capa do álbum The Number Of The Beast.

No final dos anos 80, uma segunda bandeira com o Eddie é confeccionada, desta vez a imagem seria a mesma da capa do LP Made In Japan, onde o mascote satiriza um samurai, incrementando ainda mais a linha de frente das bandeiras da Força.

Eddie nos estádios: a 1ª bandeira foi a FJV que fez. - A 2ª bandeira apareceu ainda no final dos anos 80.


EDDIE TORNA-SE MASCOTE OFICIAL


Em 1989 Eddie cai de vez nas graças da Força Jovem do Vasco, se tornando seu mascote oficial. Um adesivo com sua imagem é criado, dando início aos inúmeros que viriam. Já no início dos anos 90, vários integrantes da Força, inspirados, começaram a pintar imagens do Eddie nas costas de suas camisas, logo abaixo do "Força Jovem". Na mesma época a torcida adota de vez a identidade visual que conhecemos até hoje: seu logotipo passa a ser de características góticas, a cruz de malta é modificada (ganhando uma outra "cruz branca" no centro) e junto com a imagem do Eddie. As salas da torcida em São Januário e no Maracanã receberam pinturas novas, destacando o mascote.

No Campeonato Carioca de 1992 a torcida apresenta seu primeiro bandeirão (o maior do país até então), e estampado nele, o Eddie do "The Number Of The Beast" está junto com uma caravela.

O Projeto do 1º Bandeirão

Mais tarde, a Força cria uma nova faixa usando a imagem do Eddie no canto. E como já havia tempo que a Força Jovem estava dividida em famílias (determinando as regiões do Rio de Janeiro), inúmeras bandeiras de famílias com Eddie começavam a aparecer nos jogos. Em um concurso realizado para saber qual era o melhor mascote, o Eddie representou muito bem a Força, e ganhou disparado o concurso.


O RECONHECIMENTO DO IRON MAIDEN


Muito se especulou a respeito de um possível "processo" movido pelos representantes dos direitos da banda Iron Maiden no Brasil, afinal a Força Jovem estava usando a imagem do Eddie, que é uma marca do grupo. Mas como foi mencionado, tudo não passou de especulações... Ao contrário disso, os integrantes do grupo se sentiram honrados por verem a imagem de seu mascote associado a uma torcida de um time de futebol (a Força Jovem foi a primeira em todo mundo a fazer isso), já que eles eram fãs do esporte e admiradores incondicionais do futebol brasileiro. Como reconhecimento do carinho da torcida, em uma visita ao país para divulgação do disco The X-Factor, presenteiam a Força Jovem com um "troféu" com o Eddie em uma cadeira elétrica (era uma miniatura real do que estavam usando nos shows).


EDDIE VIRA "O GAROTO PROPAGANDA"


No final de 1995, acrescentou nas costas da camisa (logo abaixo do "Força Jovem") a imagem do Eddie bordada

Na campanha do Campeonato Brasileiro de 1997, enquanto em São Januário, no Maracanã ou em qualquer outro estado os ecos de "ahhhh é Edmundo..." eram os mais ouvidos, o bandeirão da 27ª Família, do Espírito Santo, desta vez a imagem do Eddie era da capa do disco "Killers". E para a decisão envolvendo Vasco e Palmeiras, a Força Jovem nos brindou com mais um exemplo de criatividade: um busto gigante do Eddie foi criado para incrementar ainda mais as arquibancadas, mas a polícia impediu que ele entrasse no Maracanã, alegando que poderia ter problemas de segurança... Uma pena, mas com o Vasco campeão, a festa de comemoração foi na quadra da escola de samba Unidos da Tijuca (que no ano seguinte homenagearia o Vasco pelo seu centenário)

O bandeirão da 27ª Família
O boneco do Eddie comemorou o Tri-Brasileiro de 97 na Unidos da Tijuca


IRON MAIDEN NO MARACANÃ COM A FORÇA JOVEM


A decisão da Copa João Havelange de 2000 só foi realizada no início de 2001, na mesma época que a cidade receberia mais uma vez inúmeras bandas para a terceira edição do Rock In Rio, e entre estas bandas estaria o Iron Maiden.

Quando a banda chegou no Brasil, a Força Jovem do Vasco entrou em contato com o Maiden e conseguiu no dia da entrevista coletiva da banda, que foi onde eles estavam hospedados, no Hotel Intercontinental, um encontro com os músicos. Uma van com vários componentes saiu da sede da FJV que ficava no Centro para o encontro onde foi entregue para todos os integrantes da banda um kit Força Jovem ( boné, camisas, flâmulas, fotos). Todos já conheciam a nossa torcida e ficaram surpresos e contentes com a organização e a maneira com que o Eddie "era tratado". O convite para assistir o jogo do nosso Vasco foi feito. Tratava-se da final do Campeonato Brasileiro no Maracanã. Era o Iron Maiden no Maraca assistindo ao Vasco ser coroado Tetra campeão brasileiro.

No dia do jogo (final do brasileiro de 2000) lá estavam Steve Harris (baixista e mentor da banda) e o guitarrista Janick Gers. A idéia inicial era levá-los para assistir o jogo no meio da torcida, mas como o tumulto seria grande, optou-se por uma rápida passagem, deixando os ingleses nas tribunas do estádio. Mesmo de lá eles não paravam de admirar a festa da Força Jovem, e se impressionavam a cada vez que o novo bandeirão do mascote Eddie subia. [1]

Torcidas Aliadas & Amizades[editar | editar código-fonte]

A Força Jovem do Vasco tem como aliados e amizades:

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  1. http://www.forcajovem.com.br/site/site/eddie