Forças Armadas Angolanas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Forças Armadas Angolanas (FAA)
Fundação 9 de outubro de 1991 (26 anos)
País Angola
Divisão de Força Aérea Angolana, Marinha de Guerra e Exército
Em atividade Defesa da Pátria


As Forças Armadas Angolanas ou FAA: é a designação dada à junção dos vários ramos da instituição militar de Angola. A sua fundação nos moldes que conhecemos hoje em dia remontam ao ano de 1991, tempo cronológico em que foram fundadas. Elas são o resultado da fusão de dois exércitos beligerantes em Angola, na altura da Guerra Fria: as Forças Armadas Populares de Libertação de Angola (FAPLA), pertencente ao MPLA e as Forças Armadas de Libertação de Angola (FALA), pertencentes a UNITA.

O Chefe do Estado Maior General das FAA é o General de Exército António Egídio de Sousa Santos. A indicação do general Egídio de Sousa Santos, em substituição de Geraldo Sachipengo Nunda, ocorreu no final de uma reunião da Conselho de Segurança Nacional. Os investimentos que as FAA têm hoje em dia, em muito se deve às grandes receitas petrolíferas de Angola. Estes investimentos têm-lhe permitido actualizar os equipamentos militares do país nos últimos anos. Nas suas fileiras servem 87 000 soldados, segundo dados de 2007. Quanto a gastos, esses cifram-se na ordem dos 1 650 milhões de dólares USD.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Site oficial da FAA
  • Veja-se o site areamilitar.net, onde é possível encontrar algumas referências às FAA [1]